Resposta a artigo do jornal 24Horas

Após uns excelentes dias na Belíssima ilha de São Miguel, Açores, eis-me de regresso aos posts.


Neste caso trata-se de uma resposta ao jornal 24Horas que à cerca de 3 semanas, salvo o erro, escreveram um artigo totalmente deturpado sobre diversos factos que ocorreram no fatídico dia de 11 de Setembro de 2001 e das mais recentes informações sobre o caso.

Não se dando sequer ao trabalho de fazerem um pouco de investigação e procurar esclarecimentos junto de ambos os lados da suposta notícia, contraditório não é com eles.

Aqui fica pois o mail que lhes enviei, para que pelo menos saibam que existem pessoas com cabeça para pensar e que não aceitam tudo o que se escreve sem crítica.

*******

Bom dia, chamo-me Ricardo Jorge G. Nunes.

Venho por este meio expressar o meu mais veemente repúdio pela forma como trataram o tema sobre as diversas questões que têm sido colocadas por múltiplos investigadores e familiares das vítimas, desde o fatídico dia de 11 de Setembro de 2001.

Este é um tema que merece um tratamento sério e responsável, afinal tratou-se de um dos maiores crimes que ocorreram nos últimos anos no mundo e provavelmente um dos maiores, senão o maior, que ocorreu nos EUA.

Desde já me demarco completamente de afirmações parvas como a inexistência de
aviões, hologramas, etc, e de outras teorias sem o mínimo de sentido,
que aparecem em diversos sites sem qualquer credibilidade.

Eu defendo o tratamento deste acontecimento seguindo o método cientifico e olhando apenas para FACTOS.

Com tal seria de importância capital, este mesmo crime ter uma investigação cuidada (polícia, tribunais e media), séria e profissional, onde, como em todos os crimes, não devemos ter medo de
colocar questões, especialmente quando estas são honestas e pertinentes, colocando mesmo em causa as investigações eo relatórios de diversas entidades como, o FEMA, NIST e a comissão

criada 411 dias depois do acontecimento para o investigar.

E as questões que são apresentadas por especialistas de diversas áreas têm toda a razão de ser apresentadas, infelizmente quer os senhores do 24Horas quer os senhores da PM, tiveram a desfaçatez de os chamar de criadores de conspirações ou no fundo como na realidade queriam mesmo afirmar, de maluquinhos.

Mais, os senhores do 24Horas repetindo como papagaios, sem se questionarem, sem fazerem um pouco de investigação por vós próprios, afinal dizem-se jornalistas; limitaram-se a escrever as mentiras, omissões e contradições que a própria PM escreveu, sem se darem conta
que a técnica de propaganda da PM é tão somente, pegar em pseudo ciência e pseudo mitos urbanos que pululam pela WEB e usá-los como se essas fossem as opiniões e investigações efectuadas quer por familiares das vitimas, quer por diversos investigadores, desde denunciantes do FBI (Sibel Edmonds), ex-agentes dos serviços secretos (Robert Baer), ex-funcionários de anteriores administrações (Raymond L. McGovern), Arquitectos e Engenheiros (Richard Gage), Físicos (Steven E. Jones; Kevin R. Ryan), ex-governador Jesse Ventura, Pilotos de aviação
comercial (Rob Balsamo; John Lear), incluindo um piloto que voou diversos anos um dos aviões usados nos atentados , o deputado japonês, Yukihisa Fujita, no seu próprio parlamento questionou o governo japonês sobre estas mesmas questões uma vez que diversos japoneses morreram nos atentados, os ex-governantes, Mathias Von Bulow (alemão), Michael Meach
(inglês), projectistas dos proprios edificios, especialistas em demolições (Danny Jowenko).

Tal como afirma a PM, e os senhores repetem, se realmente se preocupassem quer com as vitimas quer com os seus familiares, tentariam expôr a verdade, não olhando a meios e fazendo investigação, afinal sendo jornalistas lidam com factos, certo?

E nesses factos que facilmente se podem comprovar e encontrar, descobririam que muitos dos familiares das vitimas se recusaram a aceitar as indemnizações uma vez que teriam de assinar um documento em como prescindiriam de futuros processos contra o estado ou contra pessoas da
administração etc.

Desde o primeiro momento que os media por todo o mundo e especialmente os dos EUA, fizeram de tudo para passar uma única teoria, a defendida até à exaustão pela administração, apenas mostrando as imagens das torres norte e sul vezes sem conta, e nunca mostrando ou
sequer mencionando a queda do WTC 7 que ocorreu cerca das 17h20m dos EUA, cerca de sete horas após a queda da 2ª torre.

Ainda mais estranha foi a notícia dada pela BBC, que cerca de 20 minutos antes da queda do WTC 7 e com o edifício visível por detrás da jornalista, esta afirma que ele já ruiu.
Como foi possível fazer semelhante afirmação quando até aquele fatídico dia, nenhum edifício construido em Aço, havia sofrido uma derrocada devido a incêndios.

http://www.youtube.com/watch?v=PNK1V6S2cbo

Não deixa de ser interessante todo o tipo de desinformação que ocorreu minutos após as derrocadas e que no essencial explica o acontecimento da mesma forma que os relatórios do NIST e da FEMA explicam, como pode ser visto nestas imagens, onde alguém questionado por um repórter de rua no dia desses mesmos ataques dá sem dúvida início à campanha de
desinformação.

http://www.youtube.com/watch?v=YEgHU6pS-tg

http://www.youtube.com/watch?v=SEbrPQmuXf0

Mas vamos a FACTOS:

Um dos principais cientistas que contestam as diversas teses oficiais sobre as derrocadas das torres, o físico Steven E. Jones em conjunto com diversos especialistas, incluindo Kevin R. Ryan antigo head of the Environmental Health Laboratory Div. of Underwriter´s Laboratory (UL), publicaram um documento que foi aceite para ser revisto pelos seus pares no The Open Civil Engineering Journal, com o objectivo de “Abstract:
Reports by FEMA and NIST lay out the official account of the
destruction of the World Trade Center on 9/11/2001. In this Letter, we
wish to set a foundation for productive discussion and understanding by
focusing on thoseareas where we find common ground with FEMA and NIST,
while at the same time countering several popular myths about the WTC
collapses.”

Vou agora enumerar alguns pontos que infelizmente os senhores do 24Horas se “esqueceram” de mencionar e de investigar, que por mais voltas que a PM dê, não consegue nem desmentir nem alterar:

1º teorias da conspiração?

Por acaso os senhores do 24Horas deram-se ao trabalho de perceber o que é uma teoria da conspiração?
A própria história oficial é uma teoria da conspiração, todas o são, segundo a definição de Teoria da Conspiração, e usando o método cientifico a que melhor explicar coerentemente os acontecimentos, baseado-se nos factos, será a correcta, e é isso que todos estes investigadores procuram descobrir.

“Teoria da conspiração é uma teoria que supõe que um grupo de conspiradores está envolvido num plano e suprimiu a maior parte das provas desse mesmo plano e do seu envolvimento nele. O plano pode ser qualquer coisa, desde a manipulação de governos, economias ou sistemas legais até à ocultação de informações científicas importantes ou assassinato.”

in wikipedia

O historiador Daniel Ganser, define conspiração como, “a secret agreement between two or more persons”.

Logo a própria história oficial é uma teoria da conspiração.

Este historiador que escreveu o excelente livro NATO’s Secret Army: Operation Gladio and Terrorism in Western Europe (Contemporary Security Studies), no qual expõe o terrorismo de Estado levado a cabo pela CIA e a NATO na Europa, após a II Guerra Mundial, explica que existem três teorias que descrevem os acontecimentos de 11 de Setembro de 2001:

THREE THEORIES: Ganser presents three main theories about
the conspiracy of 11/9. He does not himself address the issue of which theory
most correctly describes what actually happened:

1. The so-called surprise theory: Offered by the Bush administration and the
9/11 Commission report (2004), it claims that Osama bin Laden conspired with
Khalid Sheikh Mohammed, Mohamed Atta, and other men to attack the US on 9/11.
The surprise theory argues that 9/11 was a Muslim conspiracy. It concedes that
there were rumours about a looming attack, but insists that the US intelligence
community, including the NSA, CIA, FBI, DIA, and other intelligence services,
along with Pentagon, were unable to prevent the conspiracy. (NSA: National Security
Agency, DIA: Defence Intelligence Agency, red. anm.)

2. Let It Happen On Purpose: (LIHOP theory). Like the surprise theory, it assumes
that Osama bin Laden conspired with Khalid Sheikh Mohammed, Mohamed Atta and
other men to attack the US on 9/11. In stark contrast to the surprise theory,
however, the LIHOP theory claims that persons inside the US government deliberately
allowed the attacks to be carried out in order to be able to start a number
of wars that had been planned in advance. The LIHOP theory thus argues that
9/11 was a combined Muslim and Jewish-Christian conspiracy, in which the latter
outwitted the former.

3. Make It Happen On Purpose: (MIHOP theory). It argues that criminal persons
within the US government, Pentagon and the intelligence community, carried out
the attacks themselves in order to be able to start a number of wars that had
been planned in advance. The MIHOP theory thus argues that 9/11 was primarily
a Christian or Jewish-Christian conspiracy, in which Muslims, if involved at
all, were involved only in minor ways.

in All of the theories about 9/11 are conspiracy theories

2º Desmontando as falsidades e meias verdades da PM, Scientific American e os diversos media, incluindo o 24Horas

Neste ponto apenas recorro ao excelente trabalho do Professor Steven E. Jones, Kevin R Ryan e Jim Hoffman.

No “paper” apresentado à dias para ser revistos pelos seus pares, o físico Steven E. Jones questiona quer o relatório da FEMA quer do NIST desta forma:

“The specifics of the fires in WTC 7 and how they caused the building to
collapse remain unknown at this time. Although the total diesel fuel on
the premises contained massive potential energy, the best hypothesis
has only a low probability of occurrence. Further research,
investigation, and analyses are needed to resolve this issue”
,

quanto ao relatório que seria apresentado pelo NIST, ainda hoje estamos à espera dele.

“NIST’s final report on WTC 7 has been long delayed and is eagerly awaited [3].
Apparently it is difficult to fully explain the complete and rapid
collapse of WTC 7 with a fire-based hypothesis alone.”


Kevin R Ryan na sua apresentação diz-nos que apesar de existirem mais de 1 milhão de
engenheiros nos EUA, por coincidência os que investigaram o atentado de Oklahoma são os mesmos que investigam os atentados do WTC.

Yet, as Ryan notes, there is always an official explanation for terrorist events. Ryan
reviews anomalies in the official account of the
1995 bombing of the Murrah Federal Building
in Oklahoma City, and notes that in that case, as in the case of the World Trade Center, a small group of engineers produced reports supporting the official story.


Ryan shows that the same principals headed the various government investigations of the WTC collapses, the Pentagon crash, and Oklahoma
City bombing, despite the fact that the investigations involved assessments of entirely different kinds of structures inflicted with
different kinds of damage. Why do the same five or so individuals turn up in investigations relating to terrorist attack, when, according to
the American Society of Civil Engineers (ASCE), there are 1.5 million engineers in the US? The authors of the official report on the Murrah
Federal Building — Gene Corley, Charles Thornton, Paul Mlaker, and
Mete Sozen — were all among the initial team of the ASCE WTC
investigation. Several of these individuals have strong connections to
industries that benefited from the attack, such as armaments makers and
oil and gas producers.

in Review of ‘A New Standard For Deception: The NIST WTC Report’

A Presentation by Kevin Ryan

Quanto a Jim Hoffman no seu artigo Building a Better Mirage – NIST’s 3-Year $20,000,000 Cover-Up of the Crime of the Century, desmonta de forma cientifica o relatório do NIST.

Aliás os 3 sites de Jim Hoffman, são recheados de informação baseada apenas em FACTOS e método cientifico, infelizmente o 24Horas esqueceu-se de o mencionar.

Mas mais importante o 24Horas não fez o trabalho de casa, ou pretendeu mesmo não contribuir para o claro esclarecimento dos factos e omitiu a resposta de Jim Hoffman à PM.

Jim Hoffman Rebate ponto por ponto às afirmações da Popular Mechanics:

  • Popular Mechanics Attacks Its “9/11 LIES” Straw Man:

    The original critique of the Popular Mechanics article, first published on 911Research on February 7, 2005.
    The current critique grew out of this much shorter critiqe.

  • Popular Mechanics‘ Deceptive Smear Against 9/11 Truth:
    A more detailed critique of the article, including the entire text of the original.
  • Popular Mechanics‘ Assault on 9/11 Truth:
    Sharing the same name as this critique, this longer version served as the final prototype for the Global Outlook article.

  • 3º os gastos com a investigação bem como o tempo que demorou a criar uma comissão de investigação

    A comissão de investigação só foi criada 411 dias após os atentados, foram gastos na investigação do pior atentado dos EUA apenas cerca de $15M dólares, enquanto que na investigação da queda do vaivém Challenger foram cerca de $50M e no ridículo caso Monica Lewinski/Clinton, cerca de $64M.

    4º Porque foi o aço das 3 torres que ruiram imediatamente enviado para países como a China e a India para ser reciclado?

    Tratava-se de uma prova importantissima que deveria de ser meticulosamente estudada.


    Steel was the structural material of the buildings.
    As such it was the most important evidence to preserve in order to puzzle out how the structures held up to the impacts and fires, but then disintegrated into rubble.
    Since no steel-framed buildings had ever collapsed due to fires, the steel should have been subjected to detailed analysis.

    So what did the authorities do with this key evidence of the vast crime and unprecedented engineering failure?

    They recycled it!


    Some 185,101 tons of structural steel have been hauled away
    from Ground Zero. Most of the steel has been recycled as per the
    city’s decision to swiftly send the wreckage to salvage yards in
    New Jersey. The city’s hasty move has outraged many victims’
    families who believe the steel should have been examined more
    thoroughly. Last month, fire experts told Congress that about
    80% of the steel was scrapped without being examined because
    investigators did not have the authority to preserve the wreckage.1


    The bulk of the steel was apparently shipped to China and India.
    The Chinese firm Baosteel purchased 50,000 tons at a rate of $120 per ton,
    compared to an average price of $160 paid by local mills in the previous year.2

    in WTC Steel Removal
    The Expeditious Destruction of the Evidence at Ground Zero

    5º Porque é afirmado por diversas vezes, incluindo no relatório da
    comissão bem com no filme United 93, que a comentadora da CNN Barbara
    Olson, esposa de Ted Olson, “who was then the US solicitor general”,
    terá efectuado pelo menos dois telefonemas a partir do avião United 93,
    quando em 2001 não era possível comunicações ar/terra via telemóvel e
    que a própria United Airlines, indica que os lugares dos passageiros
    não dispunham de telefones?

    The most famous of the reported calls from the flights supposedly came from
    Barbara Olson, the well-known commentator on CNN who was married to Ted Olson,
    who was then the US solicitor general. Olson reported that his wife had called
    him twice from American Airlines Flight 77, stating that hijackers with knives
    and boxcutters had taken over the plane. Besides providing evidence of hijackers,
    this call also provided the only evidence that Flight 77 was still aloft (it
    had disappeared from radar and there had been reports of an airliner crash nearby).
    Although Olson went back and forth on the question of whether his wife had used
    a cell phone or an onboard phone, he finally settled on the latter.

    In the first edition, I challenged this claim on the basis of evidence from
    American Airlines that their Boeing 757 (which is what Flight 77 was) had no
    onboard phones. After publishing the book, however, I became worried, because
    of some new evidence, that that statement from American Airlines, made in 2004,
    had referred only to their 757s at that time — that their 757s in 2001 may
    well have had onboard phones. So I published a retraction, saying that the claim
    was uncertain.

    That retraction, however, evoked new evidence, including a statement made by
    American Airlines in 2006 that their 757s in 2001 had had no onboard phones,
    so that anyone calling out from Flight 77 had needed to use a cell phone. Barbara
    Olson, therefore, could not have used a passenger-seat phone. That left open,
    of course, the possibility that Ted Olson was correct when he said that his
    wife had used her cell phone.

    However, the evidence from the Moussaoui trial ruled out this possibility.
    In its report on AA 77, it listed one attempted call from Barbara Olson, which
    was “unconnected” and hence lasted “0 seconds.”

    This was an astounding discovery. The FBI is part of the Department of Justice.
    And yet it had undercut the testimony of the DOJ’s former solicitor general,
    saying in effect that the two calls that he reported had never happened. The
    implication is that unless Ted Olson had, like Deena Burnett, been duped, he
    had lied. Although this should have produced front-page headlines, it has thus
    far not been reported by any mainstream publication.

    The Revised and Updated Edition of “Debunking 9/11 Debunking” provides
    the documentation for these reports from American Airlines and the FBI, which
    pretty thoroughly undermine the idea that any of the reported calls were genuine:
    If the cell phone calls were faked, why should we believe that the reported
    calls from onboard phones were genuine?

    in New Evidence that the Official Story about 9/11 is Indefensible

    6º Porque razão diversos jogos de guerra decorriam ao mesmo tempo, quer
    nos EUA, quer em Londres com os mesmos objectivos que os acontecimentos
    reais, ou seja simularem exactamente os acontecimentos que se estavam a
    desenrolar na realidade?


    Several different war game exercises were in play on the day of the attack.
    The limited public information on these exercises shows that they simulated the following events:

    • Hijackings
    • Attacks on buildings using aircraft as missiles
    • Attacks using toxic or infectious substances


    These events are all elements of the actual attack, which involved four alleged hijackings,
    three jetliner crashes into buildings, and the toxic calamity at Ground Zero in the wake of the World Trade Center’s destruction.

    in War Games
    Multiple War Games Were Being Conducted on 9/11/01

    Existem muito mais questões importantes e credíveis que colocam em causa a teoria da conspiração defendida pela administração Bush, infelizmente o 24Horas limitou-se a servir de caixa de ressonância da PM, não questionando as suas explicações, apenas querendo denegrir quer investigadores quer políticos como Micahel Meacher e Andreas Von Bulow
    ou o deputado Japonês, Fujita.

    Michael Meacher and Andreas Von Bülow express their serious doubts about 9/11
    9/11 Japan Parliament 1/10/08 Part 1/8 sub UPDATED

    Aguns livros e links SÉRIOS que o 24Horas poderia ter mencionado sobre o tema.

    LIVROS:

    An Open Letter to Congress and the Press
    9/11 Contradictions: An Open Letter to Congress and the Press

    by David Ray Griffin

    (Paperback – Mar 2008)


    An Answer to Popular Mechanics and Other Defenders of the Official Conspiracy Theory
    Debunking 9/11 Debunking: An Answer to Popular Mechanics and Other Defenders of the Official Conspiracy Theory

    by David Ray Griffin

    (Paperback – Mar 30, 2007)

    Made in USA, Fourth Edition

    9/11 Synthetic Terror: Made in USA, Fourth Edition

    by Webster Griffin Tarpley
    (Paperback – May 5, 2007)



    Nato’s Secret Armies
    Daniel Ganser


    The North Atlantic Treaty Organization (NATO), the US-led largest military alliance on the planet,
    had set up secret armies in all countries of Western Europe after the Second World War.
    These networks were armed and trained by the CIA and the MI6 and in some countries became tragically
    linked to crime and terror, as this book documents.

    An Independent Inquiry
    The London Bombings: An Independent Inquiry

    by Nafeez Mossadeq Ahmed

    (Paperback – Oct 3, 2006)

    How and Why America was Attacked, September 11, 2001
    The War on Freedom: How and Why America was Attacked, September 11, 2001

    by Nafeez Mosaddeq Ahmed and John Leonard

    (Paperback – Jul 1, 2002)

    SITES:

    Infelizmente não creio que os senhores jornalistas do 24Horas sequer leiam o que escrevi, quanto mais fazerem uma matéria mais aprofundada e adequada com as últimas informações que se conhecem, indo ao encontro do contraditório, mas pelo menos ficam a saber que existe
    em Portugal e cada vez mais por todo o mundo, incluindo o Parlamento Europeu, cidadãos preocupados com o futuro da democracia e do Mundo, que pensam pela própria cabeça e que sabem questionar o que os media e governos lhes apresentam, como se de dogmas fossem, quando não passam de mentiras e mais mentiras, usadas para justificarem o injustificável.

    911truth.org ::::: ZERO : Europe for an Independent Inquiry into 9/11 – Report on Brussels
    BRUSSELS, European Parliament, 26th February 2008.

    Mark Dermul (www.911belgium) reporting.

    On Tuesday 26th February, Europarliamentarian Guilietto Chiesa invited his colleagues and the press to attend the screening and debate of the Italian-produced documentary named ‘ZERO, an investigation into the events of 9/11′. Object of the screening was to create political awareness of the faulty official investigation into the events by the 9/11 Commission.

    sem mais de momento,

    Agradeço desde já o tempo disponibilizado,

    Ricardo Jorge Nunes

    About these ads

    8 Respostas

    1. Um post absolutamento exaustivo, meu caro. Parabéns.

      Mesmo que apenas dois ou três dos tipos que escrevem no jornal a quem você dirigiu isto tenham lido ste artigo, são mais uns elmentos que ficam a saber a verdade.

    2. obrigado Diogo.

      é que não consigo ficar parado vendo o mundo a ser destruído pela mentira, posso ser apenas uma gota num imenso oceano, até porque estudos demonstram que 75% da população são de facto carneirinhos, e como tal são a maioria, nós somos apenas um punhado de pessoas que vão tentando abrir os olhos a outras, mas sinceramente sou muito pessimista no que a este debate concerne.

      como afirmo no mail/post, não esperava que me respondessem, e até agora não o fizeram e não creio que venham a fazer, mas de qualquer forma sabem que existe alguém que não empranha pelos ouvidos e olhos como a minha avó dizia.

      cumps,

      rj

    3. […] 1 minuto de silêncio por TODAS as Vítimas e suas famílias Publicado em Setembro 11, 2008 por ovigia Hoje, 11 de Setembro de 2008, faz 7 anos que se deram os trágicos atentados nos EUA. […]

    4. […] a 11Set2001 Publicado em Outubro 5, 2008 por ovigia Já neste blog havia escrito sobre as manobras dos media e especialmente do 24Horas sobre o que realmente se terá passado nos ataques de 11 de Setembro de 2001, sobre a conspiração […]

    5. […] estudo ((PDF 224kb)) da autoria de James Gourley segue-se assim aos anteriores, já aqui mencionados, de Steven Jones e Kevin Ryan, Bentham ‘Open Civil Engineering Journal’, ‘The […]

    6. […] aos acontecimentos, demonstra mais uma vez que se trataram de demolições controladas, tal como Steven Jones e Kevin Ryan já haviam demonstrado, bem como James […]

    7. […] estudo como o anterior que já havia mencionado, foram apresentados para serem revistos pelos seus pares, no Jornal de química e física, The Open […]

    8. […] Convém ainda frisar que em Portugal temos um jornal que faz sucessivamente desinformação relativamente a este tema, como já demonstrei nesta entrada Resposta a artigo do jornal 24Horas […]

    Deixar uma resposta

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    WordPress.com Logo

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

    Connecting to %s

    Seguir

    Get every new post delivered to your Inbox.

    Junte-se a 68 outros seguidores

    %d bloggers like this: