A beleza de Portugal

Palavras para quê….

A lindíssima ilha de São Miguel, Açores!

Ilha de São Miguel – Wikipédia, a enciclopédia livre

“São Miguel é a maior das ilhas do arquipélago dos Açores. Com uma superfície de 746,82 km², mede 64,7 quilómetros de comprimento e de 8-15 km de largura e conta com uma população de 131 609 habitantes (2001), mais 4,5% que uma década antes. É composta pelos concelhos de Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo. Designada por Ilha Verde, aquando da sua descoberta por volta de 1426/1439, começou a ser povoada (por cerca de 1440) por portugueses e por judeus, mouros e franceses.

A tão aludida Lagoa das Sete Cidades, com as suas duas lagoas – azul e verde – limitadas por uma caldeira, o ilhéu de Vila Franca, reserva natural, assim como o Vale das Furnas, com as suas fumarolas, de águas e lamas quentes e medicinais, são apenas alguns exemplos dos inúmeros pontos atractivos que São Miguel apresenta.

O sector primário constitui a principal actividade económica da ilha, sobretudo a área agrícola. Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo são os concelhos da ilha. O natural ou habitante da ilha de São Miguel denomina-se micaelense.

São Miguel é também conhecida como ilha Verde, devido às suas pastagens infinitas.

Os pontos de interesse turístico são variados. O Vale das Furnas, o verdadeiro ex-libris da ilha tem uma visão paradisíaca com o vapor das caldeiras, a água a ferver que se mistura e envolve com a beleza da lagoa. É um cenário difícil de descrever.

Um dos pontos de interesse da ilha é a Lagoa do Fogo, que se situa na Serra de Água de Pau, bem como a Lagoa do Congro, localizada a poucos quilômetros da Vila Franca do Campo.

A Lagoa das Sete Cidades é a outra das três grandes lagoas da ilha. Com uma cratera de grandes dimensões, está divida em duas partes, chamadas respectivamente de azul e verde.”

in Wikipedia

Reality Check….

The Truth Seeker – Who Really Runs The World? Part I
“The world is governed by far different personages from what is imagined by those who are not behind the scenes” Benjamin Disraeli

THE MAINSTREAM MEDIA

“There is no such thing… as an independent press… There is not one of you who dares to write your honest opinions, and if you did, you know beforehand that it would never appear in print. I am paid for keeping my honest opinion out of the paper I am connected with. Others of you are paid salaries for similar things, and any of you who would be so foolish as to write honest opinions would be out on the streets looking for another job! We are the tools and vassals of rich men behind the scenes… they pull the strings and we dance. We are intellectual prostitutes.”

John Swinton, a chief of staff to the New York Times addressing the New York Press Club 1953.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 67 outros seguidores