Atentados no metro, False Flag da Rússia ou dos EUA?

Entrada curta apenas deixar no ar duas questões sobre os recentes atentados no metro na Rússia.

Antes de mais a quem interessa principalmente espalhar o medo na Rússia, ao Governo de Putin e do fantoche Medvedev ou à nova trupe que está na Casa Branca, nomeadamente ao senhor que hoje tem no poder o seu fantoche Obama, Zibgniew Bzrezinski?

A verdade é que interessará a ambos, mas qual dos dois terá mais benefícios com todo este terror?

Bzrezinski que desde sempre pugna pelo controlo total por parte dos EUA da grande zona de todas as riquezas do planeta que é a Euroasia ou Putin por forma a controlar os seus cidadãos?

http://www.takeoverworld.info/images/Tonkin-blame++email.gif
http://i.d.com.com/i/dl/media/dlimage/20/57/55/205755_large.jpeg


A War In The Planning for Four Years – How Stupid Do They Think We Are?

Brzezinski sets the tone for his strategy by describing Russia and China as the two most important countries – almost but not quite superpowers – whose interests that might threaten the U.S. in Central Asia. Of the two, Brzezinski considers Russia to be the more serious threat. Both nations border Central Asia. In a lesser context he describes the Ukraine, Azerbaijan, Iran and Kazakhstan as essential “lesser” nations that must be managed by the U.S. as buffers or counterweights to Russian and Chinese moves to control the oil, gas and minerals of the Central Asian Republics (Turkmenistan, Uzbekistan, Tajikistan, and Kyrgyzstan).

He also notes, quite clearly (p. 53) that any nation that might become predominant in Central Asia would directly threaten the current U.S. control of oil resources in the Persian Gulf. In reading the book it becomes clear why the U.S. had a direct motive for the looting of some $300 billion in Russian assets during the 1990s, destabilizing Russia’s currency (1998) and ensuring that a weakened Russia would have to look westward to Europe for economic and political survival, rather than southward to Central Asia. A dependent Russia would lack the military, economic and political clout to exert influence in the region and this weakening of Russia would explain why Russian President Vladimir Putin has been such a willing ally of U.S. efforts to date. (See FTW Vol. IV, No. 1 – March 31, 2001)


Não deixa de ser interessante e até irónico como já por aqui escrevi que hoje em dia e apesar de tudo, a Rússia tem provavelmente uma das mais interessantes, livres (do ponto de vista de pensamento) e críticas imprensas/media do mundo, só assim se explicam as questões que não tiveram medo de colocar sobre uma eventual False Flag do seu próprio Governo, aliás um dos exemplos dessa liberdade e desse gosto de questionar as coisas é a Russia Today.

O que me leva a colocar a questão, mas então porque raio é que os nossos media, nomeadamente a SIC do Bilderberger português Balsemão que de maneira tão célere dá a notícia de uma possível False Flag (exemplos históricos e concretos de terrorismo de Estado não faltam) do Governo Russo, não faz o mesmo relativamente aos atentados de Londres, Espanha, India e especialmente do 11Set2001, porquê?

Imprensa russa questiona acção das autoridades nos ataques no metro | SIC Online

O diário russo Kommersant sugere, hoje, que as forças de segurança poderiam dispor de informação sobre os atentados se segunda feira no metro de Moscovo, que provocaram 39 mortos e 64 feridos. Outro jornal, o Moskovski Komsomolets, diz que o Partido Comunista suspeita de uma acção dos serviços secretos para reforçar a necessidade de manter a guerra no Cáucaso.

Ainda por cima relativamente ao 11Set2001 não faltam dados muito concretos sobre essa mesma False Flag.

Nafeez Ahmed – “Ties With Terror: The Continuity of Western-Al-Qaeda Relations in the Post-Cold War Period” | 911Blogger.com

An accurate understanding of the history of US relations with the Afghan mujahideen who went on to join al-Qaeda’s international terrorist network is crucial to understanding the anatomy of international terrorism today.

I will attempt here to condense this history in order to capture some of its most striking and significant features. In doing so, I hope to demonstrate as fact a hypothesis that flies entirely in the face of the official narrative – that US relations with the mujahideen did not end with the Cold War, but on the contrary have continued to this day in the post-Cold War era; and that this subtle, hidden relationship contributes directly to the systematic undermining of national security, through the cultivation of the sources of international terrorism. Most importantly, I will show that this conclusion is based on reliable, credible sources from the public record. And further, I must emphasize, I will not delve into any form of theoretical speculation, but will concentrate solely on alerting you to verifiable information that can be subject to further investigation.

Powered by ScribeFire.

About these ads

10 Respostas

  1. U.S. military programs run up against technological barrier
    http://en.rian.ru/analysis/20100323/158291520.html

  2. Que se trata de uma false flag, não tenho dúvidas. Mas os donos de Obama e Putin não serão os mesmos?

  3. Afeganistão é o primeiro produtor mundial de haxixe e de ópio

    O Afeganistão é não apenas o primeiro produtor mundial de ópio como também é o maior produtor de haxixe, ultrapassando Marrocos, refere um estudo divulgado hoje, quarta-feira, pela agência das Nações Unidas contra a droga e o crime.

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1532977

  4. A estratégia da CIA para manipular a opinião pública europeia quanto à guerra no Afeganistão — Revelações de um documento ciático
    http://resistir.info/europa/manipulacao_cia.html

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 66 outros seguidores

%d bloggers like this: