Esta Semana (2012/01) – A MAFIAA nacional, já nem as moscas mudam; Terrorismo de Estado, UK e USA por detrás do IRA

Ora cá vamos à primeira entrada neste novo ano, que de novo tem o acréscimo de mais uma unidade, assim como mais impostos, mais contas para pagar, mas de resto nada muda, os cidadãos continuam a ser roubados descaradamente, as injustiças persistem assim como os atentados aos nossos mais básicos direitos e claro anúncios de novas guerras multiplicam-se.

via globalresearch

“Why of course the people don’t want war. Why should some poor slob on a farm want to risk his life in a war when the best he can get out of it is to come back to his farm in one piece? Naturally the common people don’t want war neither in Russia, nor in England, nor for that matter in Germany. That is understood. But, after all, it is the leaders of the country who determine the policy and it is always a simple matter to drag the people along, whether it is a democracy, or a fascist dictatorship, or a parliament, or a communist dictatorship. Voice or no voice, the people can always be brought to the bidding of the leaders. That is easy. All you have to do is tell them they are being attacked, and denounce the peacemakers for lack of patriotism and exposing the country to danger. It works the same in any country.”

Hermann Goering (attributed)

NACIONAL

via google

Esta Semana tenho umas quantas coisas a escrever neste tópico, muito por causa de já nem as moscas mudarem como demonstra a proposta do PS relativa a mais um mega imposto a cobrar pela MAFIAA.

Legislação essa que parece servir a todas as bancadas da AR, do BE ao CDS.

Uma vez mais se inverte o Direito, considerando a todos criminosos, mesmo que não façamos qualquer partilha de ficheiros (que na realidade é, por enquanto pelo menos, legal por estas paragens), quanto à cópia, esta é protegida por lei, ou seja, podemos fazê-la, mas também aqui a MAFIAA já deu a volta ao texto como muito bem explica a Paula Simões [As taxas pela cópia privada], é que como cada vez mais é usado o DRM e como legalmente é proíbido quebrá-lo na realidade a lei proíbe que façamos a tal cópia que supostamente é legal.

É gira esta legislação de pescadinha com rabo na boca não é?

Mais, segundo nos é dito pela deputada do PSD, Conceição Pereira, no artigo do TEK que acima menciono, o "diploma que se refere à reprografia, e que propõe a alteração da taxa de 3% sobre o preço de venda de equipamento para um valor de 0,02 euros por cópia"; ou seja, apesar de terem tornado ilegal efectuar-mos a cópia legal a que temos direito, vamos no entanto ter de pagar por algo que nos foi vedado via DRM.

E claro também pagamos mesmo que apenas usemos os dispositivos como discos rígidos, leitores de multimedia etc para gravar ou ver e ouvir conteúdos livres ou apenas e só as fotos que tiramos ou os ficheiros que criamos.

Legislação deste tipo deveria permitir que o utilizador final tivesse uma palavra a dizer relativamente ao destino a dar ao imposto que acabou de pagar ao adquirir dispositivos, dvds, cds etc, para tal bastaria que ao preencher a papelada do IRS pudesse mencionar o que adquiriu durante o ano prévio e a seguir mencionasse quem eram os autores/projectos a quem achava que deveria ser entregue o tal imposto.

Com uma medida destas acabava-se logo com os papões que que vivem à custa dos outros, apostaria mesmo que deixaríamos de ouvir falar em mais legislação deste tipo.

Esta senhora tem mesmo outra frase que num país dito civilizado deveria desde logo matar semelhante aldrabice, diz ela que "Não nos parece ser o mais adequado pois este sistema não dá garantia de uma verdadeira compensação ao titular de direito de autor"; então mas se este imposto não é para compensar os tais autores, afinal vai parar ao bolso de quem?

Responde o Presidente da ANSOL que "esta proposta de lei que o PS propõe em nome da SPA e amigos serve para extorquir o dinheiro que estes não conseguem atualmente."

Pior ainda é o facto de semelhante aborto legislativo, ter sido cozinhado entre os amigos da MAFIAA, sem ouvirem a outra parte interessada, TODOS NÓS, introuzindo ainda este pormenor fascista/socialista que Rui Seabra da ANSOL explica, "A proposta de lei contém ainda provisões que permitem às entidades coletoras cobrar taxas sobre obras licenciadas publicamente com licenças copyleft, coisa que antes estavam proibidas uma vez que isso contrariava os desejos dos autores das obras assim licenciadas."

Ou seja, na realidade tal como se passa com a SOPA e a PIPA [Which Is Worse, SOPA Or PIPA? Answer: Both!] nos EUA [Google e Facebook podem paralisar serviços em protesto contra SOPA] e que mais tarde ou mais cedo será exportada, o objectivo não é nem proteger autores nem consumidores mas apenas e só os interesses de mega-corporações e associações da treta como a SPA e afins, verdadeiros parasitas que se alimentam do trabalho dos outros, esteja este sob licenças de copyright ou copyleft.

Para quem ache que esta não chega cá, basta olhar para os nossos vizinhos, o desplante do polícia do mundo é tanto que US Threatens #Spain For Not Implementing #SOPA-Like Law

Nesta sexta-feira altura em que seria votada, parece que adiaram semelhante preciosidade.

via google

Ainda sobre a SOPA e a partilha de ficheiros, recomendo que vejam estes dois pequenos vídeos:

REAL SOPA In America ! 100% Proof?! Shocking Sopa Truth America Real

Copying Is Not Theft – Official Version

Outras notícias cá do rectângulo…

via CM

  • Fernando Nobre assume ser maçom – este senhor está em todas…bom, mas pelo menos defende que todos se acusem, assim sempre poderíamos agir em conformidade!
  • Ainda sobre o tema do avental, dois pequenissímos artigos de Anacoreta Correia que tocam nos pontos certos. A Maçonaria e a Maioria | Maçonaria e secretismo – na mouche!
  • Paul de Grauwe: "Os portugueses é que estão a pagar aos alemães" – Dinheiro Vivo – não é propriamente novidade, basta ver que o BCE empresta dinheiro à Banca a preços da chuva e que esta depois rouba descaradamente os países com juros usurários. Como é usual estes economistas geniais nunca falam do verdadeiro problema, ser a BANCA a controlar a criação de moeda, ainda por cima FIAT e não os Estados. E claro este senhor também acha que se deve continuar a gastar à farta estimulando o consumo, o velho Keynianismo bacoco quando o paradigma do crescimento infinito num planeta de recursos finitos por e simplesmente é impossível.
  • Parto em casa por falta de dinheiro – Saúde – Correio da Manhã – Antes de mais as GRÁVIDAS ESTÃO ISENTAS; pergunto-me para que raio servem os milhões que vão parar à RTP, LUSA, rádios públicas etc, se não servem para informar as pessoas sobre estes assuntos, não vejo porque raio continuamos a patrocinar tudo isto.
  • Medicamentos genéricos com transparência – por falar em medicamentos, já era tempo de para além de termos genéricos com fartura também deveríamos ter a unidose, convinha ainda esclarecer porque raio é que uma caixa de 32 comprimidos de Minocin (minocilcina) não é comparticipada e a de 16 comprimidos já é, ou ainda porque raio é que apesar de existir info sobre o genérico da mesma substancia, este não está à venda e ainda perceber porque razão medicamentos de marca por vezes são mais baratos que os genéricos, pergunta-se neste caso se fará sentido existir o genérico.

INTERNACIONAL

Como já escrevi diversas vezes, Terrorismo que serve para manter os cidadãos no medo e ainda em diversos países permite o atirar de biliões de dólares para o MIC (Complexo Industrial Militar) é na sua grande maioria levado a cabo ou com conhecimento dos diversos Estados, desde o 11Set2001 aos atentados em Espanha (nomeadamente o de 2004) assim como o de Londres em 2005 em Mumbai na India e claro muitas outras False Flag, incluindo a famosa Operação Gladio.

Esta Semana li dois interessantes artigos que mais uma vez demonstram bem quem controla os designados terroristas.

E fico por aqui neste tema com 2012: Year of the World Government | Adrian Salbuchi

The Private Global Power Elite embedded in major governments is dead set on imposing World Government on us sooner rather than later. Let’s look at 12 mega-processes – veritable “Triggers” – that we infer they are using to achieve their goals.

­All roads lead to World Government. This should come as no surprise. London’s Financial Times openly articulated this view in an article by their chief foreign affairs commentator, Gideon Rachman, published on 8 December 2009, whose title said it all: “And Now for a World Government.” These goals are echoed by the Trilateral Commission, CFR and Bilderberg insiders – even by the Vatican.

ECONOMIA

SOFTWARE LIVRE

50 Places Linux is Running That You Might Not Expect

  • Scribus 1.4.0 publishing software released – The H Open Source – mais uma versão deste poderoso software livre de DTP que até já teve o patrocínio de uma empresa portuguesa que pretendia que implementassem nele algumas funções as quais pagaram ao developer que as produziu e agora estão disponíveis para toda a gente, um bom negócio uma vez que também já beneficiavam das funções que outros haviam ajudado a desenvolver.

via LibreCAD

VÍDEO

The Globalization of War – GRTV Backgrounder

–via Corbett/Global Research

Running Out of Oil

Obama Signs NDAA Martial Law

US Marine says Iraq war was one long atrocity

"People do not go home and want to kill themselves because they’ve been helping Iraqis, "says Ross Caputi. "They go home and want to kill themselves because they’ve committed atrocities."

BUSHCRAFT / SOBREVIVÊNCIA

National Geographic Doomsday #Preppers

EPÍLOGO

Na próxima semana trago uns quantos links e vídeos sobre a utilização de Cannabis/Marijuana/Liamba para fins medicinais, inclusive os nossos vizinhos aqui ao lado andam a estudá-la para combater o cancro e parece que com excelentes resultados.

Como sempre cá ficam alguns artigos da fringe area…

via Vigilant Citizen

via VC

Até para a semana!

=-=-=-=-=
Powered by Blogilo

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 67 outros seguidores