O pasquim 24Horas continua a mentir e a omitir descaradamente sobre o que realmente aconteceu a 11Set2001


neste blog havia escrito sobre as manobras dos media e especialmente do 24Horas sobre o que realmente se terá passado nos ataques de 11 de Setembro de 2001, sobre a conspiração oficial propagada pela Administração Bush/Républicanos e Democratas com o beneplácito dos media, infelizmente e tendo mesmo escrito ao director desse pasquim a manifestar o meu profundo desagrado pela forma como trataram o tema, omitindo e mentindo descaradamente, voltaram a repetir a dose na passada 6ª feira na sua revista.(foto ao lado – Revista 24 Em Casa nº123 de 03.10.2008)

Sinceramente e se calhar por ser demasiado ingénuo desconheço o que motiva o 24Horas a dedicar tanto espaço a este tema «será por ser publicado nas comunidades portuguesas dos estados Americanos Nova Jérsia, Nova Iorque e Connecticut», ainda por cima não o tratando como deveria ser, ou seja com olhos de jornalismo de investigação e sendo imparcial, que ouvisse e desse voz às centenas, senão mesmo milhares de pessoas credíveis e com profundos conhecimentos sobre o tema e que se debatem à anos para que seja aberta uma nova e real investigação sobre os atentados que levaram a muito mais desgraças como a invasão do Afeganistão e a do Iraque, já para não falar na perda de privacidade, direitos, liberdades e garantias dos cidadãos dos EUA e do resto do mundo, incluindo a UE, com a aprovação de leis que as limitam e que são um verdadeiro ataque à privacidade que todo o ser humano merece e tem direito.

Como já havia escrito sobre o tema, nesta entrada no blog, limitar-me-ei a mencionar alguma literatura e alguns sites e documentários que mostram a falácia e mentiras propagadas pelos media, e neste caso específico, do pseudo-jornal da nossa praça, o 24Horas.

Volto a frisar e a reafirmar que as diversas pessoas credíveis que colocam em causa a história oficial não são nem loucos nem criadores de teorias da conspiração, ainda para mais sendo que a história oficial é ela em si uma conspiração, supostamente 19 árabes terão conspirado para levar a cabo semelhante tragédia.

Exactamente por essas pessoas serem credíveis e levantarem questões que ninguém do poder «meios políticos e indústrias do armamento e petróleo» e dos media quer ver respondidas, o 24Horas despudoradamente, de uma forma COBARDE e MENTIROSA, omite dos seus artigos os sites, as pessoas e os livros que levantam sérias questões sobre a conspiração oficial, ela própria protegida por uma comissão que pouco ou nada investigou que distorceu e omitiu conclusões e informações que colocam a conspiração oficial, a ela, quem a levou a cabo, a administração e os media em causa.

Directamente do Priberam, dicionário online:

conspiração

do Lat.
conspiratione

s. f.,

acto de conspirar;
maquinar contra os poderes públicos;
trama;
conluio;
concurso de causas ou circunstâncias.

O historiador Daniel Ganser, define conspiração como, “a secret agreement between two or more persons”.

Logo a própria história oficial é uma teoria da conspiração.

Este historiador que escreveu o excelente livro NATO’s Secret Army: Operation Gladio and Terrorism in Western Europe (Contemporary Security Studies), no
qual expõe o terrorismo de Estado levado a cabo pela CIA e a NATO na
Europa, após a II Guerra Mundial, explica que existem três teorias que
descrevem os acontecimentos de 11 de Setembro de 2001:

THREE THEORIES: Ganser presents three main theories about the conspiracy of 11/9. He does not himself address the issue of which theory most correctly describes what actually happened

Não me algongando mais, ficam aqui pois, os sites, as pessoas que têm investigado e que colocam em cusa a conspiração oficial, bem como os livros que a denúncia.

Livros, sites e documentários SÉRIOS e CREDÍVEIS que colocam em causa a teoria da conspiração oficial dos atentados de  11Set2001

Chamo particular atenção para 3 livros de David Ray Griffin:

Debunking 9/11 Debunking: An Answer to Popular Mechanics and Other Defenders of the Official Conspiracy Theory (Paperback)

by David Ray Griffin (Author)

The New Pearl Harbor Revisited: 9/11, the Cover-Up, and the Exposé by David Ray Griffin (PaperbackSep 30, 2008)

9/11 Contradictions: An Open Letter to Congress and the Press by David Ray Griffin (Paperback – Mar 2008)

Powered by ScribeFire.

A IDIOTA e manipulada ideia de reconhecer o Kosovo como independente

Já por diversas vezes aqui escrevi sobre muitos dos esquemas da NATO e dos EUA apoiados pelos media obedientes e servis em relação ao que se passa e passou no Kosovo e Sérvia bem como da trapalhada criada pelos mesmos de sempre, NATO, EUA e Israel, no ataque da Geórgia às regiões independentistas, mas hoje leio no blog do Diogo, Citadino um artigo que ele transcreve de Miguel Sousa Tavares, é brilhante porque diz tudo em pouco palavras, aconselho a sua leitura.

Powered by ScribeFire.

Nem com Seinfeld a fazer propaganda o m$-vi$ta lá vai

A nova coisa da empresa condenada que usa Portugal como um feudo, o micro$oft-vi$ta, é um dos maiores, senão o maior fracasso de sempre na história da empresa condenada.

O fracasso é tão grande que nem a injecção de U$300M em propaganda, incluindo os U$10M que Jerry Seinfeld mamou, lhe conseguem dar alguma credibilidade ou aumentar as vendas e adopção por esse mundo fora, provávelmente só cá no feudo é que deve ter sucesso.

Aquela propaganda que ninguém percebia, parece que até já isso nem sabem fazer, agora só mesmo corromper com dinheiro, também não funciona e como tal Seinfeld já era.
Mas depois daquele parece que há mais que se sinta à vontade para ser comprado, desde Eva Longoria, afinal mamar para ela será algo normal, mas também esse exemplo de espiritualismo que é Deepak Chopra, mas parece que nem só de espiritualismo vive o homem mas também de dinheiro, muito dinheiro.

Haja paciência, há gente que se vende e bem por qualquer coisa, a falta de ética e de princípios que apregoam é só da boca para fora, faz o que te digo não faças o que faço.

Powered by ScribeFire.

Como o Google gere a imensa quantidade de energia dos seus Data Centers

No blog do google é-nos dada alguma informação das preocupações deste gigante no que à conservação e utilização de energia concerne nos seus diversos Data Centers.

Os seus objectivos ao apresentarem a proposta Clean Energy 2030 proposal is to stimulate debate and we invite you to take a look and comment — or offer an alternative approach if you disagree. With a new Administration and Congres — and multiple energy-related imperatives — this is an opportune, perhaps unprecedented, moment to move from plan to action. “

Official Google Blog: Clean energy 2030

We should start with the low-hanging fruit by reducing energy demand through energy efficiency — adopting technologies and practices that allow us to do more with less. At Google, we’ve seen the benefits of this approach. We identified $5M in building efficiency investments with a 2.5 year payback. We’ve also designed our own data centers to run more efficiently, and we believe they are the most efficient in the world. On a smaller scale, personal computers can also become much more efficient. A typical desktop PC wastes nearly half the power it consumes. Last year, Bill Weihl, our Green Energy Czar, worked with industry partners to create the Climate Savers Computing Initiative to raise energy efficiency standards for personal computers and servers. If we meet our goals, these standards will cut energy consumption by the equivalent of 10-20 coal-fired power plants by 2010.

Powered by ScribeFire.

GNU/Linux arranca em 5 segundos num Asus EEEPC

São cada vez mais notórias as capacidades deste sistema operativo Livre (GNU/Linux), cada vez mais usado desde os supercomputadores como na experiência do LHC até aos gadgets, como telemóveis, routers e aos pequenos netbooks que a Asus deu início com o seu EEEPC e que todas as outras têm seguido, lançando também os seus produtos como o Acer Aspire one e tantos outros.

Na conferência Linux Plumbers, um dos autores do PowerTOP, Arjan van de Ven e Auke Kok, outro dos programadores do laboratório de Open Source da intel, demonstraram um sistema GNU/Linux a arrancar em 5 segundos, tratava-se de um Asus EEEPC, usando para tal um versão modificada da Fedora e outra da Moblin.

Escusado será dizer que toda esta performance é possível porque se trata de um sistema Livre, de fonte aberta, onde os programadores podem mexer à vontade, tirando assim o máximo partido de todas as partes do sistema e podendo apresentar tudo o que fizeram para o conseguir.

E não se trata apenas de uma experiência, já andam por aí estes sistemas em diversos portáteis, usando o splashtop na Asus, o voodoo IOS da HP e o Latitude On da Dell.

LPC: Booting Linux in five seconds [LWN.net]

“It’s not about booting faster, it’s about booting in 5 seconds.” Instead of saving a second here and there, set a time budget for the whole system, and make each step of the boot finish in its allotted time. And no cheating. “Done booting means CPU and disk idle,” Arjan said. No fair putting up the desktop while still starting services behind the scenes. (An audience member pointed out that Microsoft does this.) The “done booting” time did not include bringing up the network, but did include starting NetworkManager. A system with a conventional hard disk will have to take longer to start up: Arjan said he has run the same load on a ThinkPad and achieved a 10-second boot time.

Powered by ScribeFire.

A fazer o download do Broken Sword 2.5

Há anos atrás joguei este jogo quando ainda não tinha descoberto o FLOSS, hoje descobri que foi lançado um Broken Sword 2.5 feito por fans e para fans, infelizmente corre sobre Wine, de qualquer forma resolvi fazer o download para matar saudades!

Infelizmente não corre na ScummVM.

Powered by ScribeFire.

Ainda há gente com ética neste país

Ao contrário de muitos outros que se usam da política para atingir o poder e seguir carreiras milionárias, passando por cima de tudo e de todos, pensando apenas neles próprios e nunca no país e nos seus cidadãos.

IOL Diário – Reforma: Eanes prescinde de um milhão de euros

Ramalho Eanes prescindiu dos retroactivos a que tinha direito relativos à reforma como general, que nunca recebeu. O Governo diz ter sondado o ex-Presidente, que não aceitou auferir essa quantia (a qual ascenderia a mais de um milhão de euros). A reforma só começou a ser paga em Julho, mas sem qualquer indemnização relativa ao passado.

Powered by ScribeFire.