ebooks de borla sobre Debian, Slackware e FLOSS em geral

https://i2.wp.com/fc75.deviantart.com/fs31/f/2008/205/6/3/KUNG_FU_CHICKEN_by_Ricky_Roo302.jpg

Ora aqui estão umas pérolas de Software Livre….Ebooks

Deliciem-se e estudem para essas certificações, mostrem todo o vosso kung fu!!! 😉

Exemplos:

Título – A computação Pessoal e o Sistema Operacional Línux – volume 01 (Debian)

Autor – Antônio Gomes Júnior

Tamanho – 21,7 MB

Download

Título – A computação Pessoal e o Sistema Operacional Línux – volume 02 (Debian)

Autor – Antônio Gomes Júnior

Tamanho – 9,7 MB

Download

Título – Entendendo e Dominando o Línux

Autor – Carlos E. Morimoto

Tamanho – 7,8 MB

Download

Título – Guia do Sistema GNU Linux para o Usuário Desktop – Completo (Slackware)

Autor – Ednei Pacheco de Melo

Tamanho – 14,5 MB

Download

Biblioteca Livre S.O. – Reunindo e compartilhando conhecimento !

Este espaço será dedicado a obras literárias, referentes à softwares livres, gratuitas e redistribuíveis, publicadas no Brasil.

Trata-se de uma tentativa de reunir, em um só local, o máximo possível do conhecimento disponível sobre estes softwares.

Não serão feitos redirecionamentos para os downloads. Todas as publicações serão baixadas pela equipe de Livre S.O., convertidas para o formato PDF e disponibilizadas nos servidores da nossa distribuição. Essa medida evitará que o material se perca, no caso de uma possível modificação no ou extição do site original.

Reverenciamos estes formidáveis autores que, ávidos pela difusão e democratização do conhecimento, consequentemente, desapegados da ganância material, disponibilizaram à todos aqueles que desejarem, a parcela de conhecimento com a qual poderiam efetivamente contribui

Powered by ScribeFire.

Uiiiiiiii que medo!!! Twitter como arma de terroristas

Estes senhores das agências de espionagem e desinformação dos EUA se não existissem tinham de ser inventados!

https://i0.wp.com/www.stearns.org/fun/Osama_W.jpg

Agora lembraram-se que os terroristas, presumo que aqueles que eles formam, como Bin Laden, o Presidente da Geórgia, como dizia, estes senhores vieram a público dizer que estavam preocupados com a utilização de tecnologias de comunicação como o Twitter pudessem estar a ser usados ou vir a sÊ-lo por perigosos terroristas para organizarem ataques.

Então e o resto também não dá?

Sei lá google talk, mail, m$n, lápis e papel, mensagens em livros, pedra lascada!

Vamos probir tudo, desde lápis de côr às folhas de papel, assim talvez vivamos mais seguros.

Haja paciência para tanta desinformação.

Já agora se têm acesso a estes forum a estas mensagens da Al-Qaeda porque raio ainda não descobriram o Bin Laden?

Hummmm, se calhar não lhes interessa, afinal de contas já o podiam ter feito quando este esteve internado no Hospital Americano do Dubai.

BBC – Newsbeat – Technology – US Army warns of Twitter danger

The report goes on to say that: “Twitter is already used by some members to post and support extremist ideologies and perspectives.

“Terrorists could theoretically use Twitter social networking in the US as an operational tool.”

The report also claims that satellite navigation and mapping tools have been discussed in al-Qaeda forums

Powered by ScribeFire.

Saibam tudo sobre o vosso hardware, dmidecode

https://i0.wp.com/girtby.net/images/hardware.jpg
Já havia mencionado software para detectar o hardware que temos em GNU/Linux bem como software de diagnóstico de discos rígidos, relativo ao SMART, hoje apresento uma pérola o dmidecode.

Antes de ir a ele, lembro que existe o hardinfo, o lshw.

Segundo a página do manual o dmidecode é:

dmidecode is  a tool for dumping a computer’s DMI (some say SMBIOS) table contents in a human-readable format. This table contains a description of the system’s hardware components, as well as other useful pieces of information such as serial numbers and BIOS revision. Thanks to this table, you can retrieve this information without  having  to  probe for the actual hardware.  While this is a good point in terms of report speed and safeness, this also makes the presented information possibly unreliable.

The  DMI table doesn’t only describe what the system is currently made of, it also can report the possible evolutions (such as the fastest supported CPU or the maximal amount of memory supported).

SMBIOS stands for System Management BIOS, while DMI stands for Desktop Management Interface. Both standards are tightly related and developed by  the  DMTF  (Desktop  Management       Task Force).

#dmidecode

Handle 0x0002, DMI type 2, 8 bytes
Base Board Information
Manufacturer: ASUSTeK Computer INC.
Product Name: P5PL2
Version: Rev 1.xx
Serial Number: MB-1234567890

Handle 0x0003, DMI type 3, 17 bytes
Chassis Information
Manufacturer: Chassis Manufacture
Type: Desktop
Lock: Present
Version: Chassis Version
Serial Number: Chassis Serial Number
Asset Tag: Asset-1234567890
Boot-up State: Safe
Power Supply State: Safe
Thermal State: Safe
Security Status: None
OEM Information: 0x00000001

Powered by ScribeFire.

CMunicipal Odivelas não sabe onde cortar despesas, tenho algumas ideias.

Sendo munícipe da CMOdivelas, e conhecendo alguns dos meandros da mesma, fico deveras siderado com as afirmações que a actual Presidente, Susana Amador, fez ao jornal Público.

Diz esta senhora que não sabe onde poderá cortar mais nas despesas!

Afirma que, e passo a citar, “Já emiti um despacho a informar que precisamos de cortar todas as despesas supérfluas, mas o problema é que não sabemos onde podemos emagrecer
mais”
.

Deixe-me então tentar ajudar sra Presidente, fazendo algumas sugestões, começando pelas que já fiz em outra entrada desde blog:

1º Que tal deixarem de contratar funcionários que não precisam, com o único critério de cunha e favor político?

2º Que tal verificarem os maus gastos por exemplo em água, nos diversos jardins tendo em conta que há regas de jardins que em vez de regarem as plantas regam mas é as estradas, ficando horas assim?
E luzes acesas durante o dia? Se calhar também não farão falta!

3º Quanto custa ao município o aluguer de espaços da Câmara que esta tem um pouco por todo o lado?

A CMOdivelas já se preocupou em fazer um levantamento das suas necessidades de Software e verificou se estas poderiam ser resolvidas através de Software Livre e gratuito?

Será que os quiosques que têm nas bibliotecas, sendo isto apenas um exemplo, não poderiam estar a funcionar sobre Software Livre?
Pode achar que não iria obter grandes poupanças, mas se estender este exemplo a todo o parque informático, é muito provável que poupasse e muito.

Quanto gastam em licenças do diverso software que usam?
E o hardware que tem de ser actualizado cada vez que resolvem mudar de versão de micro$oft windows, quanto custa?

Já testaram, já colocaram a hipótese de instalar e usar, quer nos serviços camarários quer nas associações a que a Câmara patrocina, a suite de escritório OpenOffice em substituição do software da microsoft?

Já equacionaram testar e implementar o software presente na site do Ministério da Educação/Plano Tecnológico da Educação?

https://i2.wp.com/marketing.openoffice.org/art/galleries/marketing/logos/ooo-pos-logo-col-rgb.bmp

Quanto custa a compra e utilização de software como antivirus, antispyware etc, para fechar buracos do software da microsoft instalado por todo o município?

Quanto custa ter o sitio da CMOdivelas em software proprietário?
Aqui não há a minima razão para usar este tipo de software que poderia e deveria ser substituido por Software Livre da mais alta qualidade.
Se o Google, a Amazon, o Yahoo o usam, será que não serve para a CMOdivelas?

Já verificaram se seria aplicável ao caso das bibliotecas de Odivelas, o software livre Gnuteca?

http://thiagoribeiro.files.wordpress.com/2007/08/telaautor.png

NoticiasLinux.com.br – » Solis lança Gnuteca 2.0

A versão 2.0 do Gnuteca – Sistema de Gestão de Acervo, Empréstimo e Colaboração para Bibliotecas acaba de ser lançada. O sistema que permite, entre várias funcionalidades, o gerenciamento de acervos bibliográficos, o controle de empréstimos, a pesquisa em bases bibliográficas e administração completa do sistema traz novidades nesta nova versão. Agora os empréstimos são feitos através da web, possibilitando que esta ação seja realizada de qualquer lugar, garantindo mais agilidade. Atualmente no Gnuteca já existe a possibilidade de se realizar consultas entre as bibliotecas de uma mesma instituição que possua unidades em locais diferentes, com total gerenciamento do sistema.

Powered by ScribeFire.

CodeWeavers CrossOver de borla, só hoje!

https://i2.wp.com/macmagazine.com.br/blog/wp-content/uploads/2008/03/27-crossover_games.jpg

Hoje e completamente de borla, um Wine vitaminado, a aplicação que permite correr em GNU/Linux, MacOSX, e daqui a pouco tempo, FreeBSD, programas para ambiente micro$oft.

Confesso que não uso e até me recuso a fazê-lo, mas para quem tem necessidades mais prementes….aqui fica a dica!

CodeWeavers

Click Here to get your serial number for CrossOver.


Full Version Downloads

For today only, we are putting up fully unlocked builds.

Download CrossOver Mac Pro

Download CrossOver Games Mac

Download CrossOver Linux Pro

Download CrossOver Games Linux

You will be able to unlock your serial number that was emailed to you for an extended time, (an additional 48 hours), due to this downtime. We will simply stop giving out new serial numbers at 23:59 (Midnight) Central Standard Time.

CrossOver – Wikipedia, the free encyclopedia

CrossOver (known before version 6.0 as CrossOver Office) is the collective name for three commercial and proprietary programs developed by CodeWeavers that allows many Windows-based applications to run on Linux, Mac OS X and Solaris using a compatibility layer. The programs include CrossOver Mac, CrossOver Linux and CrossOver Games.

{via freebsdnews}

Powered by ScribeFire.

Outubro: Fiabilidade de hosting e uso de webservers a nível mundial – FLOSS RULES

Agora cá ficam os dados para a fiabilidade de hosting e uso de webservers a nível mundial para o mês de Outubro, segundo a Netcraft e a SecuritySpace.

Mais uma vez, o Software Livre é REI, desde GNU/Linux a FreeBSD, passando pelos Apache e cada vez mais o nginx.

Ranking by Failed Requests and Connection time,
September 1st – 30th 2008

Rank Company site OS Outage
hh:mm:ss
Failed
Req%
DNS Connect First
byte
Total
1 Rackspace Linux    0.000  0.001 0.052 0.103 0.103
2 ZeroLag Communications Linux    0.000  0.138 0.114 0.230 0.231
3 DataPipe unknown  0:00:00  0.005  0.010 0.015 0.030 0.047
4 www.green.ch F5 Big-IP  0:00:00  0.005  0.186 0.121 0.297 0.661
5 INetU unknown  0:00:00  0.010  0.001 0.044 0.094 0.229
6 www.reliableservers.com unknown  0:00:00  0.010  0.001 0.057 0.128 0.186
7 www.swishmail.com unknown  0:00:00  0.015  0.001 0.049 0.099 0.264
8 www.he.net Linux  0:00:00  0.015  0.002 0.052 0.110 0.164
9 Pair Networks FreeBSD  0:00:00  0.015  0.004 0.063 0.130 0.324
10 www.hosteurope.de Linux  0:00:00  0.015  0.026 0.121 0.980 1.576

Web Server Survey
October 1st, 2008

Across All Domains

Market Share Change (Total servers: 34,063,652)

Server1 September
Count
September
%
August
Count
August
%
Change
Apache 24,997,531 73.38% 24,357,366 73.27% +0.11%
Microsoft 5,996,454 17.60% 5,952,776 17.91% -0.31%
Zeus 138,453 0.41% 134,324 0.40% +0.01%
Netscape 43,685 0.13% 52,438 0.16% -0.03%
WebSTAR 13,716 0.04% 14,097 0.04% +0.00%
WebSite 6,281 0.02% 6,421 0.02% +0.00%
Other 2,867,532 8.42% 2,724,515 8.20% +0.22%
1Servers are ordered according to their global market share.


October 1st, 2008 Market Share Pie Chart

{via Netcraft e SecuritySpace}

Powered by ScribeFire.

GNU/Linux em pendrives

https://i0.wp.com/www.raiden.net/images/articles/sidux_2008.1/snapshot2.png

O site lifehacker tem um artigo interessante sobre a instalação de distros GNU/Linux em pendrives.

Os exemplos dados vão desde a DSL, passando pela Puppy Linux, Xubuntu, and Fedora, acrescento eu que a sidux também tem instalador para pendrives USB.

{via noticiaslinux}

What is sidux? – Debian Hot & Spicy!

sidux is an operating system based on the Linux kernel, Debian‘s most modern branch (called “Sid”) and many free and open source applications.

Powered by ScribeFire.