Michael Moore é uma fraude? Tal como Amy Goodman e Noam Chomsky

https://i2.wp.com/www.oilempire.us/graphics/dn-hearst.jpg

É certo que Michael Moore tem alguns documentários interessantes, mas não poderia ir mais longe?

Não poderia ter introduzido em Fahrenheit 9/11 muito mais informações pertinentes e até eventualmente crimes levados a cabo pela família Bush e seus parceiros?

Ou tal como Amy Goodman e Noam Chomsky não passam daquilo que os norte-americanos chamam de left gatekeepers?
Alguém que controla a informação e o modo como ela é difundida, algo na linha da Operação Mockingbird, uma campanha de desinformação levada a cabo pela CIA com vista a influenciar quer internacionalmente quer internamente a sociedade, os cidadãos, através dos media, de modo a manter o statu quo, as oligarquias.

Segundo alguns esta operação mas agora com outro nome, prossegue, com o alto patrocínio do Tavistock Institute, onde se testam e criam meios de controlo da mente humana e de grupos.

Amy Goodman neste momento possui quase um império, de onde onde veio tudo isto?
Bom, o seu famoso programa Democracy Now! é patrocinado pela Rockefeller Foundation e The Ford Foundation e que tem Noam Chomsky a dizer sobre tudo isto?
Responde apenas que “What Amy’s doing is trying to recreate a democratic society where you have varied, independent perspectives on the world.”, afinal parece que de variada e independente tem muito pouco, limita-se a debitar o que estas fundações que a patrocinam e que patrocinaram e patrocinam a Eugenia lhes mandam dizer, a ambos.

Mais info sobre o tema:

The Left Gatekeepers Phenomenon

Amy Goodman’s ‘Empire’

Amy Goodman, Left Gatekeeper

Beware the Heroes of the Left

Rethinking Noam Chomsky

Michael Parenti, capitalismo e globalização

Source Watch

Beware the Heroes of the Left | BaltimoreChronicle.com

If Michael Moore, Richard Clarke, Ray McGovern, Scott Ritter, Sibel Edmonds and Amy Goodman were to meet at a tea-party, what would they discuss? Each arguably is working in some capacity to uphold the propaganda of the State. In my (unprofessional) opinion it is very dangerous for the anti-war movement to continue accepting this particular group as allies in the struggle to stop the Bush Regime.

Rethinking Noam Chomsky by Ken Adachi (December 2006)

“A study of Chomsky’s stands on particularly dreadful actions such as JFK’s assassination, 9/11, and with regard to the roles of the CIA and FBI, shows Chomsky to be a de facto defender of the status quo’s most egregious outrages and their covert agency engines. He conducts his de facto defence of the Empire he appears to oppose through applying the very propaganda methods against which he has warned, including use of the derogatory phrase “conspiracy theorist,” which in one context he has characterized as “something people say when they don’t want you to think about what’s really going on.”

His recommendation that people practice “intellectual self-defence” is well taken. But how many could dream the person warning you is one of the most perilous against whom you’ll need to defend yourself? That he is the fire marshal who wires your house to burn down, the lifeguard who drowns you, the doctor with the disarming bedside manner who administers a fatal injection? If Noam Chomsky did not exist, the diaboligarchy would have to invent him. To the New World Order he is worth 50 armoured division. “…..Barrie Zwicker, Towers of Deception

Powered by ScribeFire.

Anúncios

7 Respostas

  1. caro vigia,

    estou em desacordo. estas críticas parecem ser uma mão cheia de nada. e os (falsos) argumentos usados podem ser usados contra quem os usa e assim sucessivamente.

    por exemplo, uma das fontes, o Center for Media and Democracy é financiado por
    # Rockefeller Associates
    # Rockefeller Family Foundation
    http://www.prwatch.org/finances.html

    foi o primeiro que encontrei numa busca rápida

    no caso do noam chomsky que é o que conheço melhor, é ridículo pôr a questão nos termos de um empregado do império, o trabalho que ele desenvolveu merece mais respeito. é preciso ver de onde vêm estas críticas.

    cumps

  2. boas,

    caro mescalero, como mostra com os links que envia, apenas confirma o que afirmo.

    depois existe mais info aqui por exemplo:

    Serious questions have arisen about how Democracy Now!, begun and developed with the resources of Pacifica Radio and grants from the Carnegie Corporation, the Ford Foundation, the J.M. Kaplan Fund and others, suddenly became independent and the effective property of Amy Goodman without recompense to Pacifica. This transfer apparently included valuable assets such as trademarks, ownership of years of archived programs, affiliate station access, and more.
    http://www.discoverthenetworks.org/groupProfile.asp?grpid=6891

    e aqui http://en.wikipedia.org/wiki/Democracy_Now
    In 2004, Ford Foundation awarded a grant of US$150,000 “to produce, broadcast and distribute a series of radio, television and Internet reports on the media reform movement in the United States.”

    quanto ao noam chomsky, o caro mescalero como é óbvio é livre de pensar o que quiser, mas na minha opinião esse senhor não passa de um agente de propaganda apenas e só.
    eu prefiro olhar para as acções deste senhor do que para aquilo que diz e as suas acções são comprometedoras.

    um exemplo muito facil, este senhor esteve envolvido na investigação ao atentado de John Kennedy, este senhor ainda hoje continua a afirmar o mesmo que a warren comission afirmou, que se tratou de um assassino sozinho, o lee oswald, no entanto quer a comissão quer esse senhor que se diz tão defensor de liberdades e democracia, continuam a bater numa tecla que está gasta e que as imagens do assassinato demonstram.

    o útlimo tiro que matou kennedy veio da frente do carro e do lado direito, logo como poderia ter sido lee oswald que se encontrava num prédio por trás da comitiva e do carro que conduzia kennedy?

    quanto aos atentados de 9/11 porque prossegue noam chomsky na defesa da história oficial quando ela está mais cheia de buracos que a da comissão warren?

    neste blog encontra info sobre estes casos que mencionei, basta fazer uma busca.

    abs

    rjnunes

  3. caro vigia,

    eu não neguei que o financiamento do democracy now era diferente do que era afirmado no post. apenas disse que o mesmo argumento podia ser usado contra as fontes usadas no mesmo post.

    não conheço as posições do chomsky nesses casos por isso não me pronuncio.

    cumps

  4. boas,

    é possível que sim, mas cá temos um provérbio que se aplica aqui, “zangam-se as comadres descobrem-se as verdades”.

    o que apenas digo e nada ainda me fez mudar de opinião, é que não se pode confiar cegamente, como se de dogmas se tratasse, qualquer assunto.

    cumps,

  5. […] diversos jornalistas e pessoas de opinião forte a refletirem sobre diversos temas, entre as quais, Noam Chomsky, Norman Solomon, Michael Parenti, Jim Marrs, Barry Chamish, o autor deste artigo sobre Rabin, entre […]

  6. […] 31, 2009 by ovigia Já por aqui escrevi sobre os chamados gatekeepers incluindo Noam Chomsky, Amy Goodman e Michael Moore. Amy Goodman should be regarded as a Left Gatekeeper (LG). Left Gatekeepers, like the journalists […]

  7. […] Posted on Outubro 12, 2009 by ovigia Já por aqui havia escrito e linkado para um artigo que Michael Moore não é bem o que aparenta ser, é mais aquilo a que os norte americanos chamam de gatekeeper, um […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: