Os nomes do Classmate da intel

Muito se tem escrito sobre o suposto computador português, que na realidade não o é.

De português só o nome, Magalhães, que lhe foi atribuído pela sua assembladora, a jpsá couto.

Na realidade tal como já afirmei inúmeras vezes, o magalhães é apenas e só o classmate da intel renomeado.

Deixo pois aqui, os diversos nomes pelos quais é conhecido o projecto classmate da intel.

ClassmatePCs are sold in the U.S. through Amazon.com and shopmanda.com

Portugal – Magalhães

EUA – 2gopc

Indonesia – Anoa

India – Mileap-X

Italia – Jumpc

Grécia – Quest Classmate

Existe em muito outros países, tal como o documenta a wikipedia, embora grande parte desses países tenham sido mais modestos não dizendo que tinham criado algo que na realidade não criaram, apenas lhes chamado intel classmate

Powered by ScribeFire.

Classmate Magalhães, jp sá couto continua a tentar fazer-nos de parvos

Há dias escrevi neste blog a entrada, Classmate Magalhães, jp sá couto acha que somos todos parvos!, que desmontava por completo a ideia por quase toda a gente difundida, mais especificamente dos media e dos (des)governantes deste país, que o classmate magalhães seria uma inovação, algo criado de raíz pela empresa indiciada por fraude fiscal.

Como fácilmente se comprovou, a jp sá couto limitou-se e limita-se a assemblar no nosso país um classmate da intel, com hardware que não é português, só a memória é que é de origem portuguesa, e com design da intel, apenas mudaram o nome.

Hoje o sr da jp sá couto dá uma entrevista ao Tek Sapo, no qual mais uma vez volta a repetir argumentos, mas com algumas novidades, parece que a escola microsoft é cada vez mais por cá usada, a escola do astroturfing, e do “agora é que é, a próxima versão é que é mesmo nossa”.

http://globpt.com/wp-content/uploads/2008/08/magalhaes-3.png

{foto via globpt}

Mas se conseguir-mos passar por cima de toda a lavagem cerebral feita pelos media portugueses, especialmente a RTP,SIC e TEK, apercebemo-nos das diversas contradições deste senhor.

Afirma esse senhor hoje que “O computador portátil Magalhães é baseado na primeira geração do Classmate. O que nós queremos é idealizar e conceber um design português desde o início para futuros produtos Magalhães.”

Na entrevista que deu há algumas semanas o mesmo senhor afirmava que «No início de 2007, começámos a desenvolver o protótipo de um portátil para miúdos das escolas. A Intel, um parceiro de longa data, disse-nos que tinha o Classmate PC para esse nicho de mercado e, então, juntamente com a Intel, desenvolvemos o Magalhães. A génese é o Classmate, é verdade, mas todo o conceito e o hardware são completamente diferentes».

Mas se para a próxima é que é, quer dizer que tal como já demonstrei e muitas outras pessoas, o magalhães ACTUALMENTE, é apenas e só um classmate da intel, apenas com um nome português.

“O computador Magalhães dentro do projecto Magalhães é apenas uma ferramenta.”, mas afinal o que é este projecto Magalhães, é que toda a pseudo-informação que todos os dias ouvimos e lemos é apenas e só sobre essa maravilha de computador português, que como se viu de português só o nome e pouco mais.

Se existe um projecto para além do simples classmate magalhães, porque razão apenas a jpsá couto está nele? Porque razão uma empresa indiciada por fraude detém o poder de decidir quem escolhe para seus parceiros num projecto que segundo os mesmos não se limita ao classmate magalhães?

Porque razão ainda hoje continuamos sem saber como realmente é patrocinado o classmate magalhães, porque razão vamos sabendo as coisas à medida dos interesses de meia dúzia de pessoas?

“O próximo ano será de grande alteração no projecto Magalhães.”

Ou será o projecto magalhães como já afirmei na entrada,Portugal a ser usado como cavalo de Tróia pela Intel e pela micro$oft no ataque ao OLPC e ao GNU/Linux , apenas e só um projecto da intel e da microsoft que usa o nosso País e o seu habitual compadrio, quer para destruir o OLPC, quer para servir de porta de entrada a tecnologias de ambas as empresas em mercados e países que nós conhecemos de alguma forma e onde somos bem recebidos, como o caso de África, América Latina etc?

A jpsá couto parece mandar em todo o projecto, qual a razão?

Powered by ScribeFire.

Beautiful Women – Soraia Chaves

http://www.fotosdasfamosas.com/wp-content/uploads/2008/04/soraia-chaves-28.jpghttp://www.fotosdasfamosas.com/wp-content/uploads/2008/04/soraia-chaves-45.jpg

magnun

Soraia Chaves – Wikipédia, a enciclopédia livre

Soraia Chaves (n. 22 de Junho de 1982) é uma actriz portuguesa agenciada pela Loft Models. Destacou-se com o papel de “Amélia” em “O Crime do Padre Amaro”, exibido nas principais salas de cinema nacionais. Participou na série “Aqui não há quem viva” da SIC.

Desde os 14 anos na moda, Soraia Chaves sempre trabalhou bastante e, por diversas vezes, viajou para destinos internacionais, onde participou em importantes campanhas. Um casting lançou-a para uma área até aí desconhecida e colocou-a como protagonista da mais recente aposta da SIC na ficção, o filme O Crime do Padre Amaro .

Powered by ScribeFire.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 66 outros seguidores