Dicas/Tips: Backups de CD’s usando Ogg Vorbis e mp3

Tendo eu ontem escrito uma entrada sobre os excelentes formatos livres da Fundação Xiph, entre os quais o invólucro Ogg e o Codec Vorbis, bem como o FLAC, vou hoje dar umas dicas relativamente curtas sobre como fazer backups dos vossos CD’s para poder-mos ouvir nos nossos computadores e aparelhos multimedia, quer leitores portáteis quer de carros, entre outros, os DVD’s de mesa também suportam Ogg Vorbis (alguns pelo menos – PopCorn, KISS e claro HTPC’s) e o formato problemático, o mp3.

Vou também falar do mp3 porque infelizmente ainda é o mais usado e o que mais fácilmente se encontra disponível nos diversos aparelhos multimedia.

Esta entrada vai tentar ser algo abrangente, ou seja vou colocar aqui software apenas livre para fazer o tratamento desses backups, embora o mp3 seja proprietário, todo o software que irá permitir a passagem de uma vulgar música para Ogg Vorbis e mp3 será todo Software Livre e tentarei encontrar software deste tipo para GNU/Linux e BSD’s (o que é facilímo ;)), para MacOSX (apesar de nunca o usar) e microsoft-windows.

Para isto não ser complicado vou enumerar os passos que são poucos….

Antes do mais, um pequeno conselho, caso tenham espaço, ripem primeiro dos CD’s para os vossos computadores para o formato FLAC e só depois o convertam para Vorbis ou o mp3, isto porque o FLAC é um lossless codec, ou seja o som mantém a mesma qualidade de CD, enquanto que os outros formatos têm perdas, embora o Vorbis produza ficheiros com melhor qualidade sonora e mais pequenos que o mp3 e isto a bitrates mais baixos, são só vantagens a utilização de Software Livre e aberto e dos seus formatos😉
Geralmente também só uso VBR «Variable BitRate»

1º A primeira coisa a fazer é passar o CD de música para o nosso computador, de forma digital, a isso chama-se ripar o CD, ripping…

2º A conversão do formato (geralmente wav), PCM/WAV (som sem compressão) original para FLAC e depois para Vorbis ou mp3.

WAV (or WAVE), short for Waveform audio format, is a Microsoft and IBM audio file format standard for storing an audio bitstream on PCs. It is an application of the RIFF bitstream format method for storing data in “chunks”, and thus also close to the IFF and the AIFF format used on Amiga and Macintosh computers, respectively. It is the main format used on Windows systems for raw and typically uncompressed audio. The usual bitstream encoding is the Pulse Code Modulation (PCM) format.

[via wikipedia]

3º Conversão entre formatos, passar de uns para outros, tendo em conta que ao converter-se mp3 ou Vorbis para outros formatos estes já levam as perdas decorrentes destes dois codecs por definição serem lossy.

Existe diverso software para isso nos diversos sistemas operativos que atrás mencionei (nas distros GNU/Linux geralmente até já está instalado), vou apenas mencionar os que conheço ou que já usei, isto para GNU/Linux, BSD’s e ms-windows, para MacOSX apenas os vou mencionar uma vez que nunca o usei.

Colocarei também algumas ferramentas para serem usadas em terminal, são muito versáteis, rápidas, leves e fabulosas.

Como uso em 99% dos casos distros baseadas em Debian ou a própria, a instalação destes programas está sempre a um simples comando, $sudo apt-get install ‘programa’ ; outra situação é a minha preferência por software de Terminal e Software que use a biblioteca QT usada em KDE.

Software para NIX’s

Terminal/Consola
  • Rippers e conversores – «Em NIX’s, creio que todos ou quase todos os programas usam o cdparanoia para o ripping»

crip terminal-based ripper/encoder/tagger tool crip creates Ogg Vorbis/FLAC/MP3 files under UNIX/Linux. It is well-suited for anyone (especially the perfectionist) who seeks to make a lot of files from CDs and have them all properly labeled and professional-quality with a minimum of hassle and yet still have flexibility and full control over everything. Current versions of crip only support Ogg Vorbis and FLAC.

É fabuloso e faz tudo o que precisamos para fazer os nosso backups, ainda para mais suporta os principais formatos que uso, não tenham medo do terminal, ele não morde.
Para além de processar digitalmente o som ao passar do CD para o disco rígido ainda permite normalizá-lo e vai ainda buscar a diversa informação sobre o CD à base de dados online «CDDB».

Aqui têm o seu manual de uso

SoX – é a SAK «Swiss Army Knife» do software livre – SoX is a cross-platform (Windows, Linux, MacOS X, etc.) command line utility that can convert various formats of computer audio files in to
other formats. It can also apply various effects to these sound files, and, as an added bonus, SoX can play and record audio files on most platforms.

  • Players/Leitores

ogg123 In computing, ogg123 is a command line audio player for Unix and Unix-like operating systems (including Linux and NetBSD) that plays Ogg Vorbis, Ogg Speex and FLAC compressed audio streams.

mp3blaster (também funciona com Ogg Vorbis) – Mp3blaster is an mp3 player for computers running a UNIX-like operating system, e.g. Linux, Free/Net/OpenBSD, etc. Its interface is entirely text based, thereby eliminating the need for a graphical environment like X-Windows. This does not limit the way you can control the player whilst playing though; just like any graphical mp3 player, there are cd-style buttons like play, stop, pause, next track, etc.

Mais umas quantas ferramentas aqui, desde players a encoders, para Vorbis, FLAC e mp3

Software para ambientes gráficos, a minha preferência vai para o KDE
  • Rippers e conversores

O K3B também serve mas vamos deixá-lo de lado, prefiro continuar na boa filosofia do UNIX, cada ferramenta para um fim….KISS

Kaudiocreatorkaudiocreator 1.12 is an audio CD ripper for KDE. With it you can easily rip your audio CDs to mp3 or ogg files or other formats, depending on whatever encoder you have installed on your system.
Faz parte do projecto KDE.

Manual de ripping passo a passo com fotos

Para conversão entre formatos soundKonverter

Em GNOME creio que o melhor é sem dúvida o gnormalizeaudio converter and CD ripper with ReplayGain normalization algorithms, a metadata (tag) editor and an audio player.
Supported formats: MP3, MP4 (or M4A or ACC), MPC (or MPP or MP+), OGG, APE and FLAC. gnormalize decodes the MP3, MP4, MPC (or MPP – MusePack), APE (Monkey’s Audio), FLAC and Vorbis OGG files to wave, then normalizes the wave to a targeted volume level and re-encodes it. gnormalize can also rip audio cd; encode audio data; convert audio format between MP3, MP4, MPC, APE, FLAC and OGG; and change the encoding and ID3 tag properties of final normalized files.

  • Players/Leitores

AmaroK – sem dúvida o melhor player em qualquer que seja a plataforma

SongbirdSongbird is an open-source customizable music player that’s under active development.

AudaciousAudacious is an advanced audio player, with an advanced audio playback engine, which for audio playback, is considerably more powerful than GStreamer.

Exaile Exaile is a music manager and player for GTK+ written in Python. It incorporates automatic fetching of album art, handling of large libraries, lyrics fetching, artist/album information via Wikipedia, Last.fm submission support, and optional iPod support via a plugin.

streamtuner – para ouvir música das rádios online

AudacityAudacity® is free, open source software for recording and editing sounds. It is available for Mac OS X, Microsoft Windows, GNU/Linux, and other operating systems.

Software Livre para microsoft-windows
  • Rippers e conversores

CDexCDex can extract the data directly (digital) from an Audio CD, which is generally called a CD Ripper or a CDDA utility. The resulting audio file can be a plain WAV file (useful for making compilation audio CDs) or the ripped audio data can be compressed using an audio encoder. In addition, WAV files on the hard drive can be converted to a Compressed Audio File (and visa versa). CDex also supports many audio file tag formats like the ID3V1 and ID3V2 tags, which can be automatically inserted as part of the ripping process.

Ogg Vorbis
– directamente da página do projecto Xiph/Vorbis temos diverso software livre que permite a conversão, ainda que a maior parte dos rippers já o inclua, como o caso do CDex

Recommended Ogg VorbisVorbis, being a continuously developed standard, improves all the time. Plus, being an open (i.e. patent-free) standard, it has many ‘third-parties’ that contribute, discuss, and work to improve the project. Here you can find some guidelines on which utilities to use, and what settings will provide you with the best quality.

LAME – o melhor codec para mp3, é FLOSS – LAME is a high quality MPEG Audio Layer III (MP3) encoder licensed under the LGPL.

  • Players/Leitores

AmaroK – sem dúvida o melhor player em qualquer que seja a plataforma

SongbirdSongbird is an open-source customizable music player that’s under active development.

wxMUSIKan open-source, cross-platform multimedia player and library.

Zinf The Zinf audio player is a simple, but powerful audio player for Linux and Win32. It supports MP3, Ogg/Vorbis, WAV and Audio CD playback, SHOUTcast/Icecast HTTP streaming, RTP streaming, a powerful music browser, theme support and a download manager.

VLCVLC media player is a highly portable multimedia player for various audio and video formats (MPEG-1, MPEG-2, MPEG-4, DivX, mp3, ogg, …) as well as DVDs, VCDs, and various
streaming protocols. It can also be used as a server to stream in unicast or multicast in IPv4 or IPv6 on a high-bandwidth network.

KantarisKantaris can play almost anything you can throw at it — AVI, MPEG, MGEG-AVC, WMV, MOV, MKV, quicktime, matroska, divx, xvid, H264, MP3, WMA, OGG files and more. Kantaris can also play DVDs and audio CDs. The player also displays some of the most beautiful music visualizations ever seen. All this is completely free.


Software para MacOSX

Mac OS/X binaries para Ogg Vorbis

Mac OS X no site vorbis.com

SongbirdSongbird is an open-source customizable music player that’s under active development.

Perianis a free, open source QuickTime component that adds native support for many popular video formats.

Powered by ScribeFire.

Uma resposta

  1. […] Backup de CD usando FLAC, Ogg Vorbis e mp3 Publicado em Fevereiro 6, 2009 por ovigia Nas últimas duas entradas neste blog sobre o tema Ogg Vorbis e codecs livres produzidos pela Fundação Xiph.org, descrevi o que eram e […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: