comentários a notícias do dia – onde anda a investigação jornalística?

A partir de hoje e sempre que possível vou fazer um pequeno apanhado e comentário curto, espero😉 a diversas notícias da nossa comunicação social online que me chamaram à atenção.

Começaria por afirmar que muito gostaria que todos os jornais, rádios e televisões, excepto a pública RTP, que deveria ser imparcial e limitar-se a informar factos e mais nada, para bem dos seus leitores e da democracia, deveriam deixar muito claro quais as suas inclinações políticas.

Infelizmente não é o que se passa com a RTP, ainda ontem mais uma vez o programa Prós&Prós Sócrates, com tanto assunto importante no mundo e no país para debater, e após o branqueamento sobre os casos em que o Primeiro Ministro Sócrates está envolvido e que tiveram tratamento creio que na semana passada, ontem debateu-se essa questão pertinente que é o casamento entre pessoas do mesmo sexo, ou seja um programa inteiro a desviar atenções dos rais problemas do país, um programa inteiro a propagar a mensagem do seu dono.

https://i1.wp.com/www.bartcop.com/media-lies-nh.gif

Assim sendo e começando pela notícia do Diário de Notícias, o jornal que não o diz mas que é uma coutada dos apoiantes de Pedro Passos Coelho e dos senhores do PS tem hoje online a notícia “Guerra no concurso atrasa videovigilância nas escolas”, quem me lê sabe que sou bastante alérgico a estados securitários e à mania de estar-mos a ser constantemente vigiados.

Claro que a explicação para o seu uso é sempre apresentada como essencial e cheia de virtudes.

Pergunto, não será esta corrida frenética a câmaras de segurança e ainda por cima nas escolas uma medida de ENDOUTRINAR as nossas crianças com vista a estas se habituarem a estarem constantemente vigiadas, para quando atingirem a idade adulta não questionarem nada nem ninguém?


Na última hora do público aparece a notícia “Fraudes na reconstrução do Iraque pelos EUA podem ser maiores que a de Madoff”, sinceramente não sei como só agora e que se lembram de expôr estas negociatas, há muito que elas são conhecidas nos EUA, à cabeça estão empresas como a Halliburton cujo CEO era Dick Cheney, antes de ser vice-presidente e as suas comparticipadas como a KBR entre outras, como a Blackwater e empresas de ‘segurança’ e tradução, como a Titan, CACI.

Está tudo num documentário online, mas infelizmente os senhores jornalistas são alérgicos à investigação jornalística.

Neste documentário são mostradas algumas das prácticas da Halliburton, nomeadamente, quando um camião novinho em folha fica com algum problema menor, é incendiado e enviado novo pedido para um novo, claro que quem paga é o cidadão americano.

Esquecem também os caros jornalistas deste país que na véspera dos atentados de 11Set2001, o Pentágono estava a ser investigado pelo desaparecimento de U$ 2,Triliões de dólares (números à americana) que desapareceram sem deixar qualquer rasto e que o neocon-aldrabão de serviço ao Pentágono, o sr Donald Rumsfeld não sabia onde tinham ido parar, não sabia ou não podia dizer….

Aconselho a visualização do documentário e das investigações levadas a cabo pelo Congresso dos EUA via canal C-SPAN.


Em Portugal as negociatas que tornam simples cidadãos em milionários continuam em grande e sem qualquer investigação credível por quem de direito, afinal de contas a Judiciária vai sendo destruída aos poucos.

Via Correio da Manhã, chega-nos mais uma pérola, “Mário Louro, chefe da Divisão do Planeamento Urbanístico na Câmara de Braga, tem uma vida de luxo.”

Correio da Manhã

A PJ pediu o levantamento do segredo bancário e acedeu às contas do arquitecto, alvo de uma das denúncias que entrou na PJ. Mas por falta de disponibilidade de meios acabou por não ser feito o cruzamento do património com os processos em que o técnico superior teve intervenção enquanto responsável pela gestão do Urbanismo.

Na TSF online temos mais algumas pérolas, a primeira é a continuação da propagação da mentira habitual sobre a taxa de desemprego, segundo esta rádio, que de notícias tem pouco, afirmam que “Taxa média de desemprego nos 7,6 por cento em 2008”, já por mais que uma vez que diversos especialistas e até uma investigação da TVI mostrou que a Taxa de Desemprego em 2008 já se encontrava nos 10% e que os números que eram apresentados não tinham em conta desempregados que o eram mas que saiam dessas estatísticas ou por não estarem inscritos em centros de emprego ou por estarem em acções de formação.

A seguir temos mais uma pérola do sr todo poderoso do Banco de Portugal, Vitor Constâncio, o qual é sempre surpreendido por tudo e por todos, foi surpreendido pelo tamanho do escândalo e das aldrabices do BPN, foi surpreendido pela crise, quando começaram a chover do exterior as notícias sobre ela, e agora mostra-se surpreendido pelos números da economia portuguesa, que são pioeres do que pensava.

Mas porque raio pagamos a este senhor se ele é surpreendido por tudo, não deveria o senhor pelo menos ter algum conhecimento destas coisas, é para isso que recebe um salário principesco, para saber mais que o comum dos portugueses, afinal tem informação priviligiada e pode fazer questões que nós não podemos.

Infelizmente não é só este senhor que recebe um salário pago pelos portugueses e que não o merece, claro que 90% dos deputados devem padecer do mesmo facto, mas o senhor a que me refiro é Basílio Horta, o manda chuva da Agência Portuguesa para o Investimento que à não muito tempo e a propósito da crise em que nos colocaram, teve a distinta lata de dizer que “não sabia o que fazer”, mas então se não sabe, demita-se.

Demitam-se os dois, ou melhor os três, incluindo o pseudo-Primeiro Ministro.

Powered by ScribeFire.

10 Respostas

  1. Tu é que queres envolver o 1º ministro nos casos, ele até agora não está envolvido em nada.

  2. Eu e muitas mais pessoas trabalhamos em empresas em que existem câmaras de vigilância, e penso que a maior parte das pessoas até se esquece delas, nem se importam que elas lá estejam, e acho que fazem muito bem.

  3. As câmeras são um importante meio de segurança.
    Eu tenho boa memória, não me esqueço. Eu não tenho medo das câmeras porque sou um cidadão honesto, as pessoas que tem coisas a esconder, é que tem medo.
    As câmeras sevem para defender as pessoas normais de pessoas como tu, que gostam de facas…..

    • there’s a flaw in your theory!

      O cardeal Richilieu costumava dizer algo como “dêem-me 6 linhas escritas pelo mais honesto dos homens e eu encontrarei algo com que o incriminar”

      se nada tens a temer nem a esconder, logo o Estado e a tua empresa não devem sujeitar-te a vigilância.
      quem vigia o estado?

      quais as regras do estado para essa vigilância, para além disso o estado pode mudar as regras quando quiser!

      eu gosto de cutelaria e não vejo mal nenhum nisso, aliás o seu uso vem desde à milénios…. os meninos idiotas da cidade é que ficam muito melindrados
      aconselho a leitura deste artigo de Bruce Schneier – http://www.wired.com/politics/security/commentary/securitymatters/2006/05/70886

      The most common retort against privacy advocates — by those in favor of ID checks, cameras, databases, data mining and other wholesale surveillance measures — is this line: “If you aren’t doing anything wrong, what do you have to hide?”

      Some clever answers: “If I’m not doing anything wrong, then you have no cause to watch me.” “Because the government gets to define what’s wrong, and they keep changing the definition.” “Because you might do something wrong with my information.” My problem with quips like these — as right as they are — is that they accept the premise that privacy is about hiding a wrong. It’s not. Privacy is an inherent human right, and a requirement for maintaining the human condition with dignity and respect.

      Two proverbs say it best: Quis custodiet custodes ipsos? (“Who watches the watchers?”) and “Absolute power corrupts absolutely.”

  4. Num estado democrático quem vigia o estado são os cidadãos, se não estão contentes, votam em mais alguém.
    Os pirómanos gostam de fogo e não vêem nenhum problema, depois temos problemas como na Austrália recentemente. No teu caso adoras facas e não vês problemas, é perfeitamente normal, é um problema de formação, ou seja de má formação.

    • sem dúvida que seria esse o objectivo da democracia, não fosse ele estar completamente adulterado.

      neste momento ninguém vigia coisa nenhuma e as eleições são uma farsa.

      qto à cutelaria, podes asneirar o que quiseres!

  5. Não é a democracia que está adulterada, tu é que estás.
    São só invençoes de leis marciais, marcianos, arrefecimentos globais, grupos secretos, etc, não sabes o que dizes.

    • infelizmente a realidade desmente o que dizes e cada vez mais o fará.

      qto a cá basta ouvir hoje a palhaçada do forum da tsf, onde com a desculpa de se ir debater os 4 anos de desgoverno sócrates se convida um ministro que vai falando o que quer o tempo que quer, pura propaganda.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: