Acredite se quiser: Queda de OVNI antes do caso Roswell e Descobertas arqueológicas no Iraq?

Só ontem lendo um dos diversos livros que encomendei na excelente livraria online Bookdepository, os quais nos chegam sem ter-mos de pagar portes, descobri que haviam relatos de uma eventual queda de um OVNI numa pequena cidade do interior dos EUA em 1897, em Aurora no Texas.

O livro é o “Alien Agenda” de Jim Marrs que aqui menciono

Mais info sobre o tema aqui

Este caso ao contrário de outros tem particularidades bem interessantes, teve diversas pessoas como testemunhas da queda, a notícia foi relatada com todos os pormenores no jornal da cidade e o tema na altura nem gerou pânico, nem grandes comentários, as pessoas da cidade seguiram a sua vidinha pacata de sempre, tendo mesmo enterrado o suposto ocupante no cemitério da dita cidade, o qual consideraram que não era deste mundo mas que de qualquer forma segundo os mesmos teve um enterro Cristão.

Segundo a notícia publicada no jornal, no dia 17 de Abril de 1897 um objecto voador terá embatido num moinho do qual teria resultado a sua queda e explosão, libertando com isso diversos destroços os quais eram de um metal que consideraram estranho tendo ainda encontrado o seu ocupante que se encontrava queimado mas que afirmam não “pertencia a este mundo”.

Hoje encontrei no youtube um pequeno documentário sobre o tema.

Header image

Em relação ao vídeo abaixo tentei obter o máximo de informação sobre o que lá é dito, o que seria interessante a ser verdade e teria muito a ver com mais uns quantos livros que adquiri sobre o tema da Suméria e do tão falado planeta Nibiru, que teria chocado com um enorme planeta cujo nome era Tiammat e que teria dado origem ao nosso planeta Terra o qual teria capturado a lua de Tiammat, Kingu o que explicaria alguns dos problema sublinhados por diversos cientistas sobre o facto da nossa lua ser mais antiga que o planeta Terra.

Segundo o mesmo, cerca de 12 de Junho de 2006 durante uma patrulha de rotina a sitios antigos do Iraque, membros do US Army’s 260th Quartermaster Battalion, fizeram a descoberta do que alguns supostamente afirmam ser a maior descoberta arqueológica de todos os tempos, a qual foi rápidamente transferida para a base aérea de Talil e depois levada para Londres onde teria sido reunida uma equipa secreta de linguistas para analisarem o achado.
O achado segundo o que é dito nesse vídeo seriam placas num metal que brilhava escritas em sumério que indicariam que estariam previstos dois dilúvios, o que ocorreu conhecido da história de Noah/ Utnapishtim, e um futuro dilúvio para o qual essas placas teriam informação de data e de como construir uma suposta nova ‘arca’, que seria uma nave espacial.

Tudo isto seria interessante e enquadrar-se-ia em 3 pontos, o primeiro a história do autor Zecharia Sitchin o qual desde há mais de 30 anos que afirma que o que está e vem sendo traduzido das placas de barro escritas em sumério sobre os Deuses Sumérios/Akkad/Babilónios e posteriromente da Tora e da Biblia, os Annunaki/Nephilim, deveriam ser vistos como tendo na realidade existido e não como mitos, os Deuses seriam extraterrestres do planeta Nibiru, o tal 12º Planeta que tem uma órbita de 3600 anos à volta do sol e os quais teriam através do seu cientista máximo EA/ENKI, enviado à terra, criado o Homem, ADAPA/ADAMU através de tecnologia de manipulação genética usando para tal os seres que habitavam a terra nessa altura e genes dos proprios Annunaki.

Segundo ponto, seria interessante à luz da Maçonaria, e do seu começo, através da história ainda hoje não compreendida da criação dos Templarios e da sua investigação no tumulo de Salomão.

O terceiro ponto e tudo ligando, seria o interesse das actuais sociedades secretas na obtenção destes conhecimentos (não nos podemos esquecer que quer o regime NAZI quer sociedades como a Skull&Bones e os acontecimentos de BOHEMIAN GROVE, têm tudo a ver com secretismo e rituais secretos muito antigos), e que para tal teriam criado esta guerra não só com fins momentários e de imperialismo mas também com o fim de obter mais informação arquelógica directamente do berço da Humanidade.
Iraque, Irão, Siria, Israel são actualmente os locais onde antes floresceram a Suméria, Mesopotamia, Akadia, Babilonia, Pérsia e por fim toda  a história Biblica e da Tora.

A propósito encontrei este interessante artigo num jornal online Canadiano, Researchers suggest Iraq war was centrally motivated from an Extraterrestrial-inspired religion

On or about June 12, 2006, during a routine patrol of ancient sites in southern Iraq, members of the US Army’s 260th Quartermaster Battalion made what some are calling “The greatest archaeological find of all-time.” Quickly transferred to nearby Talil Air Base, the find was brought to London where a panel of Near Eastern scholars and linguists were assembled to analyze it. Almost two years later, many panel members are upset. They say the US and British governments have reneged on an …

According to investigative scholars, the pre-emptive attack against Iraq was part of a timetable to fully establish a “New World Order” by no later than the year 2012, with the expected formal return of “Aryans” as “inspirers” of the New  World Order timetable. Investigative scholars argue that, the false allegation of Weapons of Mass Destruction in Iraq, or even oil, was not the main reason for invading Iraq. If this is the case, no amount of persuasion will get the elite supporters of an apparent “cult religion”
to back down from their eventual sought goal. According to Canada’s scholarly Centre for Research on Globalization, U.S. elites have
already consolidated a military build-up in the Persian Gulf, toward a reportedly sought pre-emptive war against Iran, that would also
reportedly use “tactical” nuclear weapons. In the apparent view of the prevailing U.S. elites, the prospects of global nuclear war, is a necessary step to reclaim their Extraterrestrial-inspired religious-political “homeland” centred on Iraq and Iran, as the prospective centre of a New World Order. U.S. Secretary of Sate Condoleeza Rice notably says “Iran is the single challenge facing U.S. foreign policy.”

[via agoracosmopolitan]

Iraq’s Ancient Treasures Lost and Found – TIME

Nobody at the Iraqi National Museum in Baghdad knows exactly how the three stolen Sumerian tablets got all the way to Lima, Peru. All authorities in Lima told Iraqi museum officials was that the three tablets, more than 2,000 years old and each small enough to hold in the palm of one’s hand, were found roughly a year ago in the luggage of an American traveling in the country and seized at the airport.

Powered by ScribeFire.

News: Governo Alemão aposta 500Milhões de euros no Software Livre

Parece que fazendo justiça ao que vem sendo implementado e aos bons frutos da utilização de Software Livre na Alemanha bem como a sua enorme utilização em empresas privadas no mesmo país, nomeadamente através da distribuição não comercial Debian, o governo Alemão resolveu criar um plano de acção para impuslionar o uso e desenvolvimento de FLOSS, dedicando 500 Milhões de euros para o projecto “Open Source and Green IT”.

Também a França, nomeadamente a sua policia está a cnseguir enormes poupanças com o uso de Software Livre,

The French Gendarmerie’s gradual migration to a complete open source desktop and web applications has saved millions of euro, says Lieutenant-Colonel Xavier Guimard. “This year the IT budget will be reduced by 70 percent.
This will not affect our IT systems.”

Por cá é o que se vê, memorandos que beneficiam o monopólio microsoft e histórias da carochinha sobre o classmate magalhães.

A propósito, porque foi tão lesto o Ministério da Educação em criar um manual para desinstalar o GCompris em vez de criar um para explicar como se efectua um update com os erros corrigidos?
Porque razão não contactou quem de direito em vez de basear decisões em pseudo notícias da comunicação social, onde os pseudo jornalistas deste país se limitam a serem correias de transmissão e ainda por cima com má fé!?

[via noticiaslinux, barrapunto e arebentisch]

Powered by ScribeFire.

Parece que a TVI não gosta de criticas relativas a ‘notícias’ sem qualquer investigação

Em virtude de toda a histeria em volta de algum software do classmate magalhães sobre a qual escrevi aqui e aqui, resolvi na página da TVI relativa a esta pseudo noticia, escrever o meu comentário, mas parece que a TVI não gosta que lhe chamem à atenção que se limitou a escrever sobre erros que outros já haviam cometido e até de má fé, uma vez que já haviam sido informados da correcção dos erros, e nem sequer teve a preocupação básica de verificar pseudo factos.

Questiono-me se será assim que todas as notícias da TVI são tratadas.

Ainda a propósito fui até ao site da ARepublica e enviei um comentário ao Deputado que levantou toda esta celeuma, José Paulo Areia de Carvalho.

Hoje o senhor Deputado respondeu-me, o que só lhe fica bem, aqui fica a nossa troca de palavras.

Infelizmente pela forma que escreveu o sr Deputado não sabe o que é Software Livre e para quem já teve de votar projectos sobre o mesmo não é propriamente abonatório.

Boa tarde, o meu nome é Ricardo Nunes sou utilizador de Software Livre desde 1998 como tal e como português que acha que as nossas crianças podem beneficiar do excelente software que é o GCompris venho por este meio protestar contra a
forma como tratou este tema. Desde logo parece que o senhor deputado para além de não saber o que é Software Livre nem sequer se dignou a verificar na realidade o que se passava, não se dignou a verificar se já haveria correcções para o mesmo, na realidade já estão efectuadas, melhor já se encontravam disponíveis quando a jornalista do Expresso escreveu a noticia tendo sido a mesma informada do caso. Parece que quer a senhora pseudo jornalista quer o senhor deputado agiram de má fé, e esse é o maior erro de todos e são esses erros que são bem mais gravosos para as nossas crianças. obrigado, rjnunes https://ovigia.wordpress.com/2009/03/08/o-poder-do-software-livre-na-correccao-dos-problemas-apontados-ao-gcompris/

Ex.mo Senhor,

Antes de mais, sugiro-lhe que deixe de fazer juízos de valor sobre os outros, pois eu não fiz nenhum juízo de valor sobre ninguém. Nem sequer me pronunciei sobre o GCompris; nem este nome citei, sequer. Apercebeu-se disso?

Consultei o Magalhães e vi o que vi. Agora, faço-lhe uma pergunta: é verdade ou não o que eu disse? Havia, ou não, dezenas de erros vergonhosos? E queria que eu ficasse calado? Para si, isto é uma questão indiferente?

Se não é verdade, então porque razão decidiu o Ministério mandar corrigir os textos dos 200.000 Magalhães já distribuídos e me diz no seu email que as correcções “já estão efectuadas”? Era ou não necessário alterar os textos? Julgo que nisso estamos de acordo.

Eu nada tenho contra o software de acesso livre, bem pelo contrário. Que isto fique bem claro. Agora, que aqueles textos eram uma desgraça, é um facto. Não os queria humilhar com isto, mas parece que sentiram isso como um ataque pessoal. Não era essa a intenção.

E, já agora, ainda bem que o texto já está corrigido. Aquilo era mesmo uma vergonha. Porque não reconhecer isto com serenidade? E repito, ainda bem que já está expurgado daquela vergonha de texto.

Resta-lhe provar onde está a minha má-fé. Suponho que o disse no seu email talvez movido por algum descontrolo
passageiro, que esquecerei.

Ao dispor

José Paulo Areia de Carvalho

Deputado

A minha resposta já seguiu:

Bom dia sr Deputado José Paulo Areia de Carvalho,

antes de mais agradeço-lhe pela resposta célere e peço desde já desculpa se me fiz entender mal.

provavelmente terei sido injusto ao acusá-lo de má fé a par do jornalista que escreveu a notícia do expresso, uma vez que este tinha sido informado que o software já havia sido corrigido e provavelmente não informou o sr deputado.

mas, o sr deputado também podia e deveria ter obtido mais esclarecimentos antes de vir para a praça pública fazer acusações, a
pequena guerrilha política nestas coisas não ajuda ninguém e muito menos as crianças que assim se poderão ver sem um dos melhores softwares para a sua idade, como é aliás patente pelos prémios que já ganhou e por fazer parte das listas de software para crianças quer da UNESCO quer da FSF «Free Software Foundation».

havia problemas sem dúvida, e o senhor teria muito mais mérito em tê-los assinalado, se em vez de ter ido para os jornais antes os
tivesse assinalado a quem de direito, o projecto Caixa Mágica que coordena o Software Livre do classmate magalhães.

eu não sou nem socialista nem defensor do projecto classmate magalhães o qual acho que não passa de uma medida de propaganda para servir os intentos e a agenda mediática do pior primeiro ministro que este país já teve, pior, mas muito perigoso para a nossa democracia.

o que escrevi sobre o classmate magalhães pode ser lido aqui, caso tenha interesse em fazê-lo, https://ovigia.wordpress.com/?s=classmate+magalhães

o mais importante de momento seria o sr deputado uma vez que pelo que percebi foi quem despoletou toda esta polémica, verificar o estado actual do GCompris, contactar quem de direito, a CMágica, saber como foi resolvido o problema e apelar para que a asneira do ministério da educação de mandar retirar o GCompris em vez de esclarecer e de criar um manual de update, se deu ao trabalho de resolver as coisas pelo caminho errado, o mais fácil, mas que nada resolve.

http://www.min-edu.pt/np3/3311.html

o GCompris ser retirado do classmate magalhães nada resolve, até porque não será apenas o Software Livre a ter problemas de linguagem, o software proprietário da microsoft e de outras empresas também não estão isentos destes, os manuais estão cheios de erros desde o português, passando pela geografia e acabando na matemática, os nossos jornais, televisões e rádios são um péssimo exemplo no que ao Português diz respeito, os erros são tantos que até um blogger da nossa praça os vai assinalando http://www.caoepulgas.blogspot.com/.

por fim apenas deixo uma questão, e se por alguma razão o software da microsoft tiver estes problemas, se por acaso em virtude dos enormes problemas de segurança dessa plataforma os classmate magalhães começarem a aceder a páginas de pornografia, também vão retirar todo esse software, esse sistema operativo do classmate magalhães?

obrigado,

cumprimentos,

rjnunes

Powered by ScribeFire.