UEuropeia obriga ISP’s a guardarem toda a informação sobre netcalls e mails

Segundo dois artigos, um do Guardian e outro da BBC, a União Europeia aprovou uma lei que está a ser já implementada em diversos países, no caso dos artigos, trata-se da implementação no Reino Unido, esta lei impõe aos ISP’s que monitorizem e guardem todas as comunicações via rede Internet, desde chamadas VoIP a mails bem como é claro os diversos IP’s que cada utilizador vai tendo e a que outros IP’s estes se ligam.

Ainda que nem as chamadas nem o conteúdo dos mails sejam guardados, os ISP’s serão obrigados a guardarem informações como “header data such as sender, recipient, date, time, and IP addresses.” (dados do cabeçalho como emissor, receptor, data e hora de envio e recepção bem como o endereço IP).

Todos estes dados serão obrigatóriamente guardados pelos ISP’s durante um ano, algo que já hoje as telecoms são obrigadas a fazer relativamente às chamadas de voz.

Os ISP’s têm se mostrado muito reticentes em aplicar esta lei, especialmente devido aos custos da sua implementação, no entanto os diversos governos já vieram a terreno afirmar que patrocinariam este estado policial constante, digo eu.

O mais estranho é que segundo a UE, a lei terá sido aprovada tendo em conta não uma preocupação criminal mas sim comercial.

Ou seja mais uma vez e usando o medo como arma se aprovam leis que vão totalmente contra os direitos liberdades e garantias dos cidadãos, apenas e só para defender enteresses mesquinhos e criminosos de meia dúzia de senhores da intelligence bem como das multinacionais de entertenimento e seus braços armados como as RIAA, MPAA entre outras, ainda para mais quando esta lei começou a ser delineada após os atentados de Londres.

A Suécia já decidiu ignorar completamente esta directiva e na Alemanha esta encontra-se a ser tratada pelo tribunal.

Ainda segundo os artigos esta directiva terá algumas medidas preventivas contra o abuso de uso dessas informações e que só através de um pedido do tribunal se poderá aceder a elas.

Eu dúvido muito sinceramente que haja respeito pelos direitos dos cidadãos e sua privacidade com semelhantes leis, até porque com quase toda a certeza existem pessoas nos ISP’s que terão acesso a esta informação e que com quase toda a certeza ela irá ser mal usada.

Até porque os dados que são guardados apenas darão para se considerar alguém culpado por associação, ou seja, lá por eu enviar um mail a um amigo que por acaso eu nem sabia mas que é criminosos/terrorista, não faz de mim um terrorista, um ladrão ou criminoso.

Lá por eu aceder ao The Pirate Bay ou a algum site onde estejam conteúdos como o fabrico de uma bomba atómica, segredos de estado mal protegidos etc, faz de mim um criminoso ou terrorista.

Ou agora aceder por exemplo ao Wikileaks me torna num perigoso elemento da sociedade?

Parece-me óbvio que leis deste tipo apenas servem para monitorar e perseguir pessoas inconvenientes para o poder e multinacionais de diversos tipos, desde a indústria do entretenimento até às multinacionais de OGM’s, como a Monsanto, Dupont etc.
Pessoas de movimentos anti-guerra, anti-globalização, ecologistas, movimentos que defendam a liberdade de discurso e a privacidade, jornalistas de ivestigação etc etc.
Tudo isto já se passa nos EUA e agora está a ser transposto para a UE.

Por cá e tendo em conta o que vamos vivendo, onde um Primeiro Ministro tem histórias muito mal contadas e onde ataca violentamente o jornalismo de investigação, dará sem dúvida muito jeito.

Acho que isto vai criar todo o um novo comércio e uso de novas tecnologias de protecção na rede, tais como darknets, uso de proxy’s+tor, freenet, encriptação, e uso e abuso de serviços de VPN.

Powered by ScribeFire.

5 Respostas

  1. Por outras palavras: “Big Brother is watching you”!!!
    Ora, se os grandes interesses já sonham com as patentes de ADN de porcos, muitos mais (sonhos molhados!) se lhes seguirão. Logo, é evidente que espiar está na ordem do dia, da noite, etc… e nada melhor do que ir cuscando a correspondência/contactos de cada um, até porque há sempre um terrorista dentro de nós (Al-Qaeda, ou outro)!
    O que vale é que o pessoal já começa a ficar farto de cócegas, embora ainda não tenha acordado completamente, já vai refilando: http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=131074

    • boas ana,

      infelizmente refilam é pouco, queixam-se do google mas existem coisas bem piores e ninguém diz nada, aliás até as defendem por causa do papão que lhes é vendido, durante a wwii era hitler e com razão, depois foi o comunismo e a URSS sem grande razão porque a EUA/NATO faziam tanto mal ou pior e possuiam mais armamento e superior e agora como já se extinguiram os papões das grandes potências, constroi-se um à medida, supranacional que não se sabe muito bem quem é onde está etc, coloca-se um rosto, bin laden, et voilá o novo papão que permitirá guerras e um completo atropelo aos nossos direitos e ainda têm o suporte da carneirada para levar a cabo essas guerras e esses atentados aos nossos direitos.

  2. Tens razão embora esqueças de mencionar outras maleitas, tipo gripe das aves e afins. Há muitos papões nesta dark age do sec. XXI, entre eles, os fenómenos climáticos (parece que há mais uma plataforma gelada que cai e etc…); o fim dos recursos; etc…
    Enfim, não duvido que a humanidade tenha de alguma forma evoluído, mas inconscientemente não evoluiu assim tanto, o que até certo ponto explica a aceitação da famosa lei de Malthus e de outros economistas, com mais de 100 anos.
    (fica aqui um pdf comparativo das teses económicas ainda muito actuais) : http://www.unisinos.br/ihu/uploads/publicacoes/edicoes/1158330491.25pdf.pdf

  3. É necessário que os cidadãos do mundo utilizem esta ferramenta contra essa cáfila. Criando bases de dados das excelências e das suas falcatruas, por exemplo.

    • essa é uma boa ideia, mas existe sempre a possibilidade de fazerem como na austrália onde criaram uma base de dados de sites a não visitar entre eles estava o wikileaks e ainda sites que nada tinham a ver com nada, como consultórios etc.

      depois lá vieram as desculpas que foram erros e que as listas eram só para as tangas do costume, terrorismo e pedofilia, os papões mais usados para mandar os nossos direitos às urtigas.

      o que se tem de fazer é começar a encriptar tudo, usar vpn’s, darknets etc.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: