Obama aprova lei que lhe permite desligar partes da infra-estrutura da rede Internet

A propósito de uma entrada do blog geek de Mário Valente, sobre a possível nacionalização por parte de Obama da Rede Internet, cheguei a estes dois artigos sobre a mais recente lei que se prepara para dar mais uma machadada nos Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos dos EUA e que como é habitual se repercurtirá pelo resto do globo.

https://i1.wp.com/2.bp.blogspot.com/_vgE1zRuMQsg/R75ltpo_LpI/AAAAAAAAADY/9zVifgxfrYY/s320/DaybyDay_ObamaNazis.jpg

Ao contrário de Mário Valente que acha que Obama é um gajo porreiro e de boas intenções, como venho escrevendo continuamente e demonstrando pela suas acções, de boas intenções está o inferno cheio e Obama tem contribuido e bastante para o encher.

“I was charmed by his [Mussolini’s] gentle and simple bearing and by his calm, detached poise in spite of so many burdens and dangers. If I had been born an Italian, I am sure I should have been wholeheartedly with you from start to finish on your triumphant struggle against the bestial passions and appetites of Leninism. The Fascist Movement has rendered service to the whole world.”

Winston Churchill

Trata-se da Cybersecurity Act of 2009, apresentada pelo Senador da West Virgina, o senhor Jay Rockefeller, pelo nome do senhor não se poderia esperar grande coisa, a família Rockefeller desde há muito que planeia um estado planetário fascista e pelos vistos vão no bom caminho.

Esta proposta de lei afirma que “The president … may declare a cybersecurity emergency and order the limitation or shutdown of Internet traffic to and from any compromised Federal Government or United States critical infrastructure information system or network.”, o problema é que a lei não oferece nenhuma definição para o que será considerado como Infra-esturura critica dos EUA.

Poderá afectar apenas certos servidores e tecnologias que afectem a infra-estrutura do governo, ou poderá ser a espinha dorsal da rede, como por exemplo os root name servers?

Na realidade com uma lei tão vaga esta poderá e com quase toda a certeza irá ser mal utilizada, mais uma vez e tal como é habitual com os previlégios de “segurança nacional”, servirá para apenas e só proteger criminosos em vez de servir para proteger realmente as infraestuturas.

Assistimos a tudo isto vezes sem conta e com inúmeros exemplos prácticos, como por exemplo com os atentados de 11Set2001, onde por tudo e por nada se evocava a “segurança nacional” para proteger investigações credíveis e eventuais crimes e criminosos que delas resultariam, um dos exemplos é o caso de Sibel Edmonds, assistimos à invocação da “segurança nacional” para proteger o gabinete do Vice-Presidente Cheney relativamente às acusações de cumplicidade e até defesa de tortura e o mais paradigmático de todos os exemplos, que é o tratado ACTA que quer Bush/Cheney quer Obama consideram ser um tratado que não pode ser consultado pelos cidadãos ao qual se dirige por motivos de “segurança nacional”.

Não deixa de ser interessante que um dos maiores especialistas em segurança/criptografia informática, Bruce Schneier afirme que o problema da segurança da infra-estrutura resida mais na fraca gestão das redes, na falta de aplicação de patchs de segurança, de encriptação onde há necessidade, falta de auditoria e a completa ausência de programas de segurança de informação.
Caso se tivesse em conta as observações de Schneier, uma lei como a proposta não faria sentido uma vez que se tornaria desnecessária.

Terá esta lei a ver com o que foi dito
ao Professor Lawrence Lessig, por Richard Clarke, quando este lhe terá dito que iria haver um acontecimento parecido com os atentados de 11 de Setembro de 2001, mas desta vez a nível informático, e que após este, entraria em vigor o i-Patriot Act, a versão electrónica do Patriot Act.

Continuando à espera de salvadores como se apresenta Obama, estamos cada vez mais próximos da escravidão imposta pela Nova (Des)Ordem Mundial.

Só pensando por nós próprios, só pelo conhecimento só pelo tomar do FUTURO nas nossas mãos o poderemos evitar.

http://1unitedfasciststatesofamerica.files.wordpress.com/2008/06/fascism.jpg

The Liberty Voice » Print Edition » Obama’s Road to Serfdom

President Obama is creating government/business cartels, he has limited compensation, he is attempting heavy government regulation, he wishes to tax profits on an increasing scale, he challenges the Constitution’s contract clause and wants political control of the census so he can direct spending on the state level.

Those efforts pale in comparison to President Obama’s largest power grab to control production: the proposed Cap and Trade program.
If that passes, the President will have the power to close down your business mid-year if you don’t have enough money to pay a huge tax on carbon emissions. He will put himself in direct control of American production.

These are the hallmarks of early 20th century European fascism. We know by Italian and German example that
civil rights fall after the government assumes economic production.

Powered by ScribeFire.

14 Respostas

  1. […] quem ache que com Obama será diferente, leiam o que tenho escrito e depois façam a vossa própria investigação, mas por favor pensem […]

  2. E já a seguir, serviço militar obrigatório nos EUA a partir dos 18 anos….

    http://www.nytimes.com/2009/04/21/opinion/21kane.html

    — MV

  3. Interessantes análises aqui: http://andrewkeen.typepad.com/

  4. “O governo britânico está a desenvolver uma tecnologia secreta, para controlar todas as mensagens electrónicas enviadas através da Internet, noticia o jornal «The Sunday Times», citado pela agência EFE.

    O jornal britânico escreve que o governo inglês está a desenvolver uma tecnologia para monitorizar todos os e-mails enviados e recebidos pelos cidadãos. Para isso, vão ser inseridas secretamente uma série de «caixas-negras» na infraestrutura de comunicações, afirma o jornal. …”

    Fonte: http://diario.iol.pt/tecnologia/espionagem-internet-reino-unido-programa-tecnologia-tvi24/1061663-4069.html

  5. […] quem ache que com Obama será diferente, leiam o que tenho escrito e depois façam a vossa própria investigação, mas por favor pensem […]

  6. grande vigia,

    isto está um caos… sempre conseguiram andar com essa para a frente…

    um gajo ainda se esforça.. farta-se de escrever e tentar conversar… mas são sempre conversas ‘freaks’ e que não acentam bem a hora do almoço..

    e criar um sentimento de revolta é ainda mais dificil.. pode ser que as pessoas pelo menos se sitam preparadas para a mudança quando esta tiver de ocorrer, como foi no 25 de Abril (que eu não vivi).

    Não sei… talvez venham mesmo a existir duas sociedades em simultâneo.. a NWO e a Venus…. isto se a NWO não invadir logo a V.
    😡

    Abraço

    • boas joão,

      infelizmente creio que já estejamos a viver na NWO, as corporações já dominam os governos e as pessoas são totalmente ou quase controladas pelos media, eles próprios os braços de desinformação e lavagem ao cérebro dos ‘mestres’/elites da NWO.

      já se fizeram testes e provou-se que menos de 25% das pessoas são criticas e não aceitam tudo o que lhes vendem, como tal a democracia tornou-se ela própria no veículo que nos transporta à NWO, a um mundo securitário e totalmente controlado pelas elites.

      abç

  7. […] Obama aprova lei que lhe permite desligar partes da infra-estrutura da rede Internet […]

  8. […] pelos cidadãos com a desculpa de problemas de Segurança Nacional), quer o da recente investida de Obama com vista à criação do seu CyberCzar por forma a desligar a Rede Internet quando lhe der mais jeito e não nos podemos esquecer da legislação sobre o tema que está a ser […]

  9. […] GNU, escrevi, que o Congresso dos EUA propõe a total monitorização da rede Internet e ainda que Obama aprova lei que lhe permite desligar partes da infra-estrutura da rede Internet, trata-se da Cybersecurity Act of 2009, apresentada pelo Senador de West Virgina, o senhor Jay […]

  10. Acerca das liberdades na Internet:
    Esta notícia também não é animadora: http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=533383

  11. […] retina por forma a identificar-nos. Por fim o Cyber Command está activo e com ele a possibilidade tal como Obama assim o deseja, fechar o último reduto de informação e partilha dela sem censura e desinformação de que […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: