web news: Discos rígidos com info de misseis; MI6 guerra do Iraque é fraude; Policia tem activistas como espiões

Algumas das notícias que vou lendo e que não aparecem nos nossos meios de (Des)Informação.

https://i0.wp.com/www.whale.to/b/ford400.jpg

  • Discos rígidos com info de misseis
  • Rumsfeld ganha milhões com o pânico criado à volta da gripe suina AH1N1
  • MI6 guerra do Iraque é fraude
  • Policia tem activistas como espiões


A primeira notícia
é sobre um disco rígido à venda no ebay com informação classificada sobre um míssil do sistema de defesa dos EUA, o qual foi usado por exemplo no Iraque contra os SCUDS.

O disco continha ainda plantas das instalações, politicas de segurança e informação pessoal dos empregados incluindo números da segurança social dos empregados da Lockheed Martin que desenhou o sistema.

Todos estes dados e ainda dados sobre detalhes de contas bancárias bem como processos médicos e planos confidenciais de negócios, foram encontrados em 300 discos rígidos que peritos verificaram após a sua aquisição no ebay, vindos de localizações como EUA, Reino Unido, Alemanha, França e Austrália.

Para quem como eu leu há pouco tempo sobre as preocupações de crackers invadirem as redes de comunicações e eléctricas dos EUA entre outras, bem como da nova legislação que se está a preparar para ser aprovada por Obama, a qual já aqui comentei, parece-me que esta gente antes de se preocupar com tudo isso e de retirar ainda mais direitos aos cidadãos se calhar e tal como Bruce Schneier afirma, seria melhor começarem por rever algumas medidas de segurança bem mais simples de serem implementadas, como o simples apagar de discos rigidos convenientemente.

A propósito e para não incorrerem o mesmo erro deixo aqui um excelente software que vos apaga completamente o disco rigido em segurança, caso necessitem de o vender ou eventualmente enviar pc para arranjar/deitarem fora antigos discos etc.

Em sistemas operativos livres como gnu/linux basta fazer:

#shred -z /dev/hd[a,b,c or d] ou outro device qualquer, neste momento são todos vistos como scsi, logo são sd(a,b)

#dd if=/dev/zero of=/dev/sda

#dd if=/dev/urandom of=/dev/sda

16 Systems The Great Zero Challenge

Q. What is this?

A .A challenge to confirm whether or not a professional, established data recovery firm can recover data from a hard drive that has been overwritten with zeros once. We used the 32 year-old Unix dd command using /dev/zero as input to overwrite the drive. Three data recover companies were contacted. All three are listed on this page. Two companies declined to review the drive immediately upon hearing the phrase ‘dd’, the third declined to review the drive after we spoke to second level phone support and they asked if the dd command had actually completed (good question). Here is their response… paraphrased from a phone conversation:

“According to our Unix team, there is less than a zero percent chance of data recovery after that dd command. The drive itself has been overwritten in a very
fundamental manner.
However, if for legal reasons you need to demonstrate that an effort is being made to recover some or all of the data, go ahead and send it in and we’ll certainly make an effort, but again, from what you’ve told us, our engineers are certain that we cannot recover data from the drive. We’ll email you a quote.”

Para o sistema operativo de jogos, existe o Heidi Eraser

Wipe: Secure File Deletion

Wipe is a secure file wiping utility. There are some low level issues that must be taken into consideration. One of these is that there must be some sort of write barrier between passes. Wipe uses fdatasync(2) (or fsync(2)) as a write barrier, or if fsync(2) isn’t available, the file is opened with the O_DSYNC or O_SYNC flag. For wipe to be effective, each pass must be completely written.

Darik’s Boot And Nuke | Hard Drive Disk Wipe

Darik’s Boot and Nuke (“DBAN”) is a self-contained boot disk that securely wipes the hard disks of most computers. DBAN will automatically and completely delete the contents of any hard disk that it can detect, which makes it an appropriate utility for bulk or emergency data destruction.

Sobre o motivo de pseudo-notícias das últimas semanas, a suposta pandemia de gripe suina, AH1N1, F. William Engdahl tem um interessante artigo no site GlobalResearch em que desmonta algumas das pseudo-informações que nos têm vendido.

O paciente zero, uma criança que neste momento se encontra bem, Edgar Hernandez, apareceu no Mexico mais precisamente em La Gloria uma zona com uma população de cerca de 3000 pessoas.

O que não nos tem sido dito é que existem fortes razões para crer que a origem desta estirpe se deve à contaminação da zona em questão causada por uma enorme criação de suinos que polui a seu belo prazer aquela região.

Os nossos media também se têm esquecido de mencionar que a empresa que polui como quer aquela região do México e provavelmente outras, quer do Mexico quer de outros países, é uma empresa dos EUA que foi condenada no seu país de origem pelas mesmas razões e que assim se viu forçada a ir para um país que não se preocupa minimamente com a poluição que esta produz.
A empresa é a Smithfield Foods que no México detém a Granjas Carroll de Mexico.
Só no ano de 2008 criaram cerca de 1Milhão de suinos.

Mas a falta de informação não fica por aqui, pelo que hoje se sabe, a vacina Tamiflu para além de ser considerada por diversos especialistas como uma fraude, tem fortes ligações à empresa do ex-secretário da defesa da Administração Bush/Cheney, o senhor Donald Rumsfeld.
Antes de ser secretário da defesa Rumsfeld presidiu à empresa Gilead Sciences a qual tinha a patente da Tamiflu, e que vendeu posteriormente à Roche.
O que Rumsfeld se esqueceu de mencionar é que era o maior accionista da Gilead Sciences e que cada dose vendida pela Roche 10% iam parar ao seu bolso, tudo isto quando a Administração Bush/Cheney resolveu gastar $2Mil Milhões de dólares em vacinas Tamiflu, fazendo subr a cotação da empresa de Rumsfeld 700%.
Para estes senhores nunca há conflitos de interesse.

Na verdade esta estirpe de gripe tem sido muito benigna, até agora apenas sete pessoas com confirmação da doença morreram em todo o mundo.
Para se ter uma ideia de como toda esta pseudo-informação que nos vendem é uma histeria, basta olhar para os números de pessoas que morrem em todo o mundo de gripes normais, são entre 250mil a 500mil por ano, morrem mais pessoas em acidentes de trabalho e acidentes de viação em Portugal num ano que as pessoas que morreram desta estipe AH1N1.
Já para não mencionar as cerca de 25000 criaças que morrem diariamente de falta de comida e água ou dos mais de 33Milhões de pessoas infectadas com o virus HIV.

Flying Pigs, Tamiflu and Factory Farms

The Vera Cruz-based newspaper La Marcha blames Smithfield’s Granjos Carroll for the outbreak, highlighting inadequate treatment of massive quantities of animal waste from hog production.10

Understandably the company is perhaps more than a bit uncomfortable with the sudden attention. The company, which supplies the McDonald’s and Subway fast-food chains, was fined $12.3 million in the United States 1997 for violating the Clean Water Act. Perhaps they are in a remote tiny Mexican rural area enjoying a relatively lax regulatory climate where they need not worry about being cited for violations of any Clean Water Act.

Segundo o ex-chefe da secreta do Reino Unido, Nigel Inkster do MI6, e como se tem demonstado vezes sem conta, a decisão de ir para guerra, para invadir o Iraque foi apenas política, tendo a Administração Bush/Cheney e Tony Blair forçado as agências de intelligence a produzirem relatórios falsos que justificassem a invasão.

Former MI6 chief says Britain was ‘dragged’ into Iraq war – Telegraph

In a speech at the Institute for Public Policy Research, Mr Inkster blamed weakness at the Foreign Office for allowing Britain to get dragged into a war over which officials had serious doubts.

“The Foreign Office no longer does foreign policy,” Mr Inkster said. “It acts as a platform for a multiplicity of UK departments and the lack of a clearly articulated sense of our strategic location in the world explains how we got dragged into a war with Iraq which was always against our better judgment.”

Do Reino Unido surge a notícia de que a polícia está a infiltrar grupos activistas do ambiente de forma a obter informações obre os seus líderes bem como das tácticas usadas pelos grupos e futuras manifestações.

Não deixa de ser curioso que um artigo da ex-agente do MI5, Annie Machon, uma whisleblower «informadora» que veio a público desmascarar algumas das ilegalidades cometidas pelo MI5, afirma exactamente a mesma coisa, ou seja, que os diversos grupos activistas por esse mundo fora se encontram infiltrados por diversos agentes quer da polícia quer da intelligence e ainda de agências privadas de segurança contratadas ou por empresas ou pela intelligence.

Annie Machon: New Statesman Article, August 2008

According to the private espionage industry itself, roughly one in four of your comrades is on a multinational’s payroll.

Russell Corn, managing director of Diligence, one of a growing number of “corporate intelligence agencies”, with offices high in the Canary Wharf glass tower, says private spies make up 25 per cent of every activist camp. “If you stuck an intercept up near one of those camps, you wouldn’t believe the amount of outgoing calls after every meeting saying, ‘Tomorrow we’re going to cut the fence’,” he smiles. “Easily one in four of the people there are taking the corporate shilling.”

In April this year, for instance, the anti-aviation campaign network Plane Stupid, one of the main organisers of the eco-camp built to protest against the expansion of Heathrow Airport, announced that one of its activists, Ken Tobias, was actually called Toby Kendall, was working for a corporate espionage firm called C2i, and had been leaking information about the group to paying clients and the media. He had been hired by an as yet unknown private company to provide information
and disrupt the group’s campaigning.

Powered by ScribeFire.

13 Respostas

  1. Os activistas por vezes são criminosos. Nos EUA grupos de activistas anti-aborto atacaram várias vezes clínicas que practicavam legalmento o aborto.

  2. “Policia tem activistas como espiões” Não é só a polícia que tem agentes infiltrados em grupos de activistas.

  3. África: Estudantes compram segredos militares por 40 dólares
    Um disco rígido recheado de informações militares norte-americanas sensíveis foi comprado numa feira de rua do Gana, África.
    A descoberta esteve na origem de um documentário televisivo da autoria de um professor e três estudantes de jornalismo da University of British Columbia, Canadá.

    Os investigadores seguiram o rasto ao lixo electrónico norte-americano e de outros países desenvolvidos.
    http://exameinformatica.clix.pt/noticias/mercados/1002783.html
    O resultado está no documentário Ghana: Digital Dumping Ground (Ghana: lixeira digital).

    O filme mostra como o lixo electrónico de dezenas de países acaba em grandes lixeiras espalhadas por África. Embora, muito dos componentes, como é revelado, estejam completamente desactivados, todos os outros são apanhados e vendidos em mercados locais.

    Foi num desses mercados que os autores do documentário compraram sete discos rígidos por 40 dólares (cerca de 30 euros) e começaram a tentar recuperar dados. Um dos discos recuperados contém informações sobre contratos militares norte-americanos de muitos milhares de dólares.

    O documentário vai ser emitido em breve na cadeia pública norte-americana, PBS.

  4. […] Espero sinceramente que não se entre num pânico estúpido que só serve os interesses da indústria farmacêutica e dos bolsos do sr Donald Rumsfeld e sua corja. […]

  5. […] de mais um meio para controlar as pessoas através do medo, de as ir programando e de umas quantas empresas farmacêuticas ganharem biliões à custa de políticos corruptos e de jornalistas vendidos e […]

  6. […] Em sistemas livres é muito fácil destruírem sem possibilidade de recuperação essa informação, já escrevi sobre o tema aqui, aqui e aqui. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: