Expliquem-me como se eu fosse muito burro!

Quase toda a gente, mais propriamente os partidos de esquerda e muito concretamente o PS que detém a maioria na AR e que é governo, ou desgoverno como lhe prefiro chamar, defendem a distribuição de preservativos nas escolas.

Os críticos e não me vou pronunciar sobre se é bom ou mau, até afirmam que essa distribuição fomenta o sexo, é mesmo um convite à promiscuidade.

No entanto por uma professora falar numa aula, sobre sexo com os seus alunos, causa uma histeria colectiva, processos etc.

Não deixa de ser irónico tudo isto, ainda para mais quando se ouve e se lê que grande parte dos docentes não se sentem à vontade a falar com os jovens sobre esta temática, e parece que os que se sentem são logo apelidados de todos os nomes e mais alguns, são suspensos, etc.

Pergunto, será que isto faz algum sentido?
Será que os docentes alguma vez e tendo em conta estes casos, se vão preocupar em falar abertamente com os alunos sobre este tema, sem que tenham medo de serem mal interpretados?

Ou na concepção destes génios do Ministério da Educação, jornais e televisões, o tema sexo será baseado na teoria da abelhinha ou do bico da cegonha?

Powered by ScribeFire.

3 Respostas

  1. Esse foi precisamente o primeiro pensamento que tive. Está tudo doido.

  2. Não sei o que dizer, sinceramente, penso que os tabus neste país, apenas servem para que algo, ou alguém se demita da sua responsabilidade e passe a outro a dita cuja.
    Neste caso particular, serão os encarregados de educação/famílias que não sabem, ou não querem, ou não tem tempo (bla, bla…) para dialogar com os seus filhos (as mentalidades continuam cinzentas e bolorentas q.b.) e remetem para a escola a total responsabilidade na educação dos seus jovens.
    Confundem-se continuamente as funções/responsabilidade. Ora, a função da escola é formar, propiciando a socialização da criança/jovem, mas, é à família que incumbe o dever de educar, orientar, criar, proteger os seus jovens.
    O problema essencial é este e depois… vem logo o oportunismo político e mercantil da coisa.

    Acho que o Diogo tem um excelente clip dos Monty Python
    “The meaning of life” que ilustra bem o tipo de pedagogia a aplicar aos “avançados mentais” da JS; M.E. e AR cá do antro: http://citadino.blogspot.com/2009/03/monty-python-mais-extraordinaria-aula.html
    Boa semana!😉

    • boas,

      acho que disseste tudo Ana🙂

      esse clip dos MP é fabuloso e para uma Inglaterra puritana deve ter sido ainda maior o gozo deles ao fazê-lo.

      beijoca e Boa Semana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: