FLOSS_News: Bill Gates adora Linux; Análise ao Ubuntu Studio; Bélgica mostra fonte do software eleitoral

Como estive fora algum tempo não soube das novidades e agora vou colocando-me a par delas, no blog do software livre leio que pelos vistos e segundo Zapatero, Bill Gates é um grande adepto do software livre, nomeadamente dos projectos espanhóis da EXtremadura, Andalusia e Valência🙂 os meus parabéns por começar a ver a luz!!!!

Mas o mais impressionante é mesmo o projecto da Andaluzia onde cerca de 250.000 clientes e servidores são administrados centralmente a partir de Sevilha a capital da região.

Na Linux Journal li dois artigos interessantes e assisti a um video sobre como automounting de filesystems no /etc/fstab.
Um dos artigos já é velhinho mas interessante sobre o porquê de usar a linguagem de programação Python, no outro recente o jornalista adepto do Ubuntu Studio faz uma análise à mais recente versão, 9.04 a qual parece estar cada vez mais pronta para profissionais das áreas.

Muito interessante é a notícia do site europeu de FLOSS, o OSOR, no qual é dito que o governo belga publicou o código fonte do software das urnas eleitorias electrónicas.
Espero que por cá façam o mesmo, já têm bons exemplos, no Brasil onde tudo correu bem e agora na Bélgica, onde foi usado para as eleições regionais e europeias e que irá ser usado nas próximas eleições.

Infelizmente na Bélgica só mostraram o código após as eleições, algo que não faz sentido, mas esperemos que vão pelo bom caminho, pelo menos é o que afirmam.

Segundo os mesmos, o código foi colocado online para download sem qualquer tipo de licença associado, mas como usa pelo menos um componente baseado em GPLv2 e como foi distribuido, em principio terá de ter pelo menos essa licença.

A Républica Checa está a patrocinar o desenvolvimento de uma aplicação livre especialmente para as administrações públicas.
Pena é que mais uma vez por cá que decide não veja estes bons exemplos, preferindo ir para a cama com a microsoft e sus amigos!

Ainda em Espanha, a Câmara de Madrid abriu um centro de desenvolvimento e formação de tecnologia para que as PME’s possam usar mais software livre.
Grande parte da tecnologia é baseada em Ruby on Rails.
ES: Development centre Madrid motivates SMEs to use open source — Open Source Observatory

“Small businesses should get into the habit of using lots of IT”, Villanueva told the Spanish newspaper El Pais. “These applications do not have to costs money. We offer them open source software and when needed, tailor these to their needs.”
“It will make Madrid the world leader in Rails and open source technologies, promoting innovation in SMEs and getting a more competitive business community”, the centre said in a statement.

A administração pública da cidade de Balozi na Letónia está a mudar de armas e bagagens para software livre, após terem decidido deixar de comprar licenças de software proprietário.
O plano estima que a cidade poupará cerca de 140.00euros nos próximos 4 anos.

LV: Baloži city to move to open source desktop — Open Source Observatory

“IT develops at such a blistering pace, that it just does not make sense to pay for software that is obsolete the next year. We also need to think ahead, and prepare for regional reform.”

Na Austria e com o apoio do Ministério Federal da Educação, foi publicada a terceira versão de uma distribuição de GNU/Linux especialmente concebida para as escolas.
O objectivo é promover a instalação e uso de software livre nas escolas da Austria como parte do plano EU Action 2010, recomenda numa carta aos directores das escolas austriacas o ministério.

Esta iniciativa para além do software conta ainda com um DVD com videos de treino do OpenOffice.org.

A partir de 2010 o Ministério Austriaco da Educação não mais suportarás os custos de software proprietário e o fundo para sistemas operativos proprietaŕios acabará em 2012.
Existem diversas alternativas que são usadas na Austria, desde opensuse até Debian.

Na Roménia cada vez mais universidades se rendem ao poder e qualidade do software livre, resultando num cada vez maior número de alunos que vão a conferências sobre FLOSS.

Este aumento da utilização de GNU/Linux nas universidades romenas, explica ainda o cada vez maior número de estudantes presentes no google summer code.

Na Suiça, O Tribunal Federal Administrativo da Suiça considerou inválido um contracto entre o governo e a microsoft entre as companhias que protestaram encontra-se a Red Hat que oferece uma alternativa quer ao desktop quer ao software de mail, com o seu Open-Exchange and Zarafa.

Powered by ScribeFire.

2 Respostas

  1. […] Outros desenvolvimentos no blogue de “O Vigia” […]

  2. Hi,I am Portuguese and like many other Europeans my government afraid of what the portuguese people had to say about it didnt gave us the chance to decide…Well, because i would like my children to be free in the future i want to ask a favor to the Irish people…

    Please say no to the Lisbon Treaty…watch this documentary,it explains why our future might be lost if we dont do anything.

    http://www.wiseupjournal.com/?p=173

    Please the Portuguese people begs to the Irish pleople…say no in the next referendum.

    Never the fate of millions has depend on so few people.

    Help us please and help yourselfs, best regards, from the Portuguese people.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: