NWO_News: FBI apanhados pelo RFID; Um Estado de Bases de Dados; Bufos e deslocalizações da FEMA

[update: Descobri o documentário da BBC,  The.Nazis.A.Warning.From.History, legendado em Português, já agora um link para o livro na amazon]

[update 2: Esqueci-me de mencionar, mas o amigo Lusitano lembrou-me que o RFID do ID/Card do Reino Unido foi crackado em 12 minutos, tendo o Hacker contratado pelo Daily Mail, Adam Laurie, usado unicamente o seu laptop e um telemóvel Nokia, Adam foi ainda mais longe e conseguiu substituir a informação, roubando assim a identidade ao possuidor do cartão]

Como a pachorra é pouca, hoje vou apenas deixar aqui algumas notícias e links para elas, sobre a triste realidade que este planeta nos tem vindo a habituar, ou melhor, a triste realidade que meia dúzia querem impor aos restantes seres deste planeta.

E infelizmente o que não falta são más notícias sobre um cada vez maior ataque a todos nós e aos nossos direitos, é claro que sempre com a desculpa que é no ‘nosso melhor interesse’.
Não é isto que sempre é afirmado por todos os ditadores?


Nos EUA decorre um encontro de especialistas de segurança informática, este encontro é conhecido como a conferência DefCon Hacker.
Para perceberem melhor o que na realidade é um Hacker, aconselho a leitura do artigo na wikipedia sobre o mesmo.

Como eu já por aqui mais do que uma vez referi, os documentos que os Estados têm vindo a aprovar e que fazem uso de tecnologia RFID, para além de colocarem em causa a nossa privacidade e os nossos direitos ainda por cima funcionam exactamente de maneira contrária aquilo que os Estados nos indicam que eles servem, ou seja, os políticos vendem-nos a ideia que servirão para a segurança, quando no fundo colocam a nossa segurança em causa, quer pelo facto do Estado ficar com a possibilidade de nos espiar a cada minuto, quer pelo facto de os ditos documentos serem super inseguros e poderem ser usados para roubos de identidade.

Para provar que é assim, um grupo de Hackers presentes na tal conferência, resolveu colocar numa das áreas onde decorre a dita, um leitor de RFID ligado a uma câmera.

O propósito era demonstrar que os cartões/documentos que usam RFID são inseguros e que se pode obter deles os dados que se quiser, bastando apenas ter conhecimento e tecnologia, que nem é cara, para tal.

O mais interessante é que os senhores do FBI que por lá se encontravam foram apanhados, o que acontecia é que quando o leitor de RFID detectava os chips RFID embebidos nos cartões e documentos de companhias e agências governamentais, fazia o download dessas informações e a câmara filmava o detentor desse cartão, o que parece que gerou algum pânico entre os carissimos agentes secretos….ou muito pouco secretos!

Se é possível descodificar dados de documentos que supostamente deveriam ter elevados níveis de segurança, como os dos agentes, o que pensar do que se passa com os vulgares documentos que os cidadãos usam.

A empresa H4rdw4re já anunciou que dentro em breve irá colocar no mercado kits para descodificar chips RFID a um preço simpático de US$50.
O kit trará software open source para ler, guardar e transmitir as informações contidas nos chips RFID normais, bem como nos chips RFID das chaves de automóveis incluídas nas marcas Toyota, BMW e Lexus.

Feds at DefCon Alarmed After RFIDs Scanned | Threat Level | Wired.com

“But it was enough for me to be concerned,” he said. “There were people here who were not supposed to be identified for what they were doing … I was [concerned] that people who didn’t want to be photographed were photographed.”

Priest asked Adam Laurie, one of the researchers behind the project, to “please do the right thing,” and Laurie removed the SD card that stored the data and smashed it. Laurie, who is known as “Major Malfunction” in the hacker community, then briefed some of the Feds on the capabilities of the RFID reader and what it collected.

No site da computerworld, Glyn Moody escreve sobre as vulnerabilidades e o ataque aos direitos a que os cidadãos do Reino Unido irão estar sujeitos com a implementação de diversas bases de dados que irão servir para implementar o ID/Card, uma espécie de Bilhete de Identidade que os cidadãos de diversos países só agora estão a experimentar pela primeira vez e aos quais não olham com bons olhos.

Não é só das vulnerabilidades da base de dados que Moody e os cidadãos britânicos se queixam, mas também devido aquilo a que chamam de edificação de um Estado de Bases de Dados, onde tal como afirmava o norte-americano e mentor de Obama, Zbigniew Brzezinski, “This will encourage tendencies through the next several decades toward a TECHNOTRONIC ERA, A DICTATORSHIP, leaving even less room for political procedures as we know them.” permitindo através da tecnologia a possibilidade de “BIOCHEMICAL MIND CONTROL”.

Do conjunto fará ainda parte a base de dados de ADN, a qual para além do tamanho desproporcional, mas também em virtude das enormes quantidades de amostras de DNA de pessoas que esta contem,  bem como a enorme e massiva vigilância de telecomunicações que fará parte desta, tornam este projecto do Governo do Reino Unido um dos mais temidos e infame.
Esta base de dados será uma das maiores do mundo, segundo afirma o próprio governo britânico.

Indo agora até ao outro lado do Atlântico, aos EUA, estes continuam a sua caminhada para a instauração de Lei Marcial.

Um relatório da FEMA indica como aliviar a potencial desordem pública decorrente de deslocalizações massivas de pessoas no interior dos EUA, excepto no que concerne à pequena cidade de Palmer perto de Dallas, relativamente a esta misteriosamente a parte do relatório referente às deslocalizações desapareceu.

Tal como eu por aqui já havia escrito, segundo o infowars, confirma-se que equipas de clérigos estão a ser treinadas pelo governo Federal por forma a pacificar cidadãos dissidentes para que obedeçam ao Governo em caso de declaração da Lei Marcial.

Population “Relocation” Section of FEMA Document Missing

“In May 2006, we exposed the existence of a nationwide FEMA program which is training pastors and other religious representatives to become secret police enforcers who teach their congregations to “obey the government” in preparation for the implementation of martial law, property and firearm seizures, mass vaccination programs and forced relocation.

“A whistleblower who was secretly enrolled into the program told us that the feds were clandestinely recruiting religious leaders to help implement Homeland Security directives in anticipation of a a potential bio-terrorist attack, any natural disaster or a nationally declared emergency.

Presumo que todas estas preparações tenham a ver com o que se vai passando com a fantochada da gripe suína, AH1N1, sobre a qual escreverei qualquer coisa depois.

A U.S. Secretary of the Department of Homeland Security, Janet Napolitano, numa atitude tipo Alemanha de Hitler, resolveu apelar aos cidadãos para que denunciem os seus concidadãos.
Tudo por motivos de segurança, como não poderia deixar de ser….
A conversa dos ditadores é sempre a mesma.
Nada como criar inimigos internos e externos por forma a facilmente se aprovarem leis que atentam contra todos os cidadãos livres.

Por cá vai-se fazendo o mesmo, usando os papões do terrorismo e da pedofilia entre outros.

AFP: US enlists citizens in anti-terrorism strategy

Napolitano urged a “much broader society response” in which the public helps curb a growing phenomenon of so-called home-grown terrorism.

Referring to a spate of arrests around the country of US citizens and residents charged with jihad-type militancy, Napolitano said that ordinary people were often the best eyes and ears.

Mas não é só o governo Federal nos EUA que tem em acção uma operação deste tipo, nos EUA decorre um programa privado de delação que encoraja os cidadãos a acusarem outros cidadãos de forma anónima, estilo Alemanha NAZI ou tipo a PIDE do regime ditatorial que por cá se viveu.

O slogan é, “Por uma America mais segura”, pelo menos é o que promete a gestapo norte-americana WeTip.

Tudo isto com base em nada, mas apenas pequenas desconfianças, maledicência, murmúrios velados e cobardes e até como sempre acontece nestes casos, apenas e só porque não gostamos de A, B ou C, ou ainda porque invejamos este ou aquele.

Segundo afirma a gestapo americana, estas suas posições são apoiadas por gente como ambos os Presidentes Bush, pai e filho, nada de novo uma vez que descendem de uma familia fortemente ligada a interesses NAZIS, Bill Clinton e claro, o Governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

Nazi-Style Denunciation Campaign Urges Americans To Report Each Other

As America sinks into a military police state, it begins to parallel more and more aspects of Nazi Germany, especially in the context of citizens being turned against each other, which in turn creates a climate of fear and the constraining sense that one is always being watched.

One common misconception about Nazi Germany was that the police state was solely a creation of the authorities and that the citizens were merely victims. On the contrary, Gestapo files show that 80% of all Gestapo investigations were started in response to information provided by denunciations by “ordinary” Germans.

Aconselho sem dúvida a lerem o livro e a verem a apresentação sobre estes temas por parte da escritora Naomi Wolf, relativos aos Fascismo em 10 passos simples, aprovando leis para golpe de estado.
E muito importante, não esqueçam da História e se não a conhecem ou se estão esquecidos, vejam documentários, leiam livros sobre o que se passou antes e depois da chegada ao poder de Adolf Hitler na Alemanha.

The.Nazis.A.Warning.From.History.1997.ep2

Powered by ScribeFire.

7 Respostas

  1. Lusitano ia escrever precisamente sobre algo parecido. Lembro-me de à uns tempos ter lido que uns hackers tinham conseguido copiar e duplicar a informação de um chip RFID, o que me leva a dizer que mais uma vez os governos a facilitar a vida aos criminosos e organizações criminosas tipo CIA & Companhia. Se antes apenas com perdermos o BI ou Passaporte poderíamos ficar com a vida complicada, agora com apenas ir num autocarro ou metro onde um possível criminoso esteja com um aparelho qualquer, que pode perfeitamente caber num bolso, a copiar toda a informação de todos os chips dos cartões de identidade de todas as pessoas ao alcance para posteriormente poderem clonar essa informação e usá-la a seu belo prazer.
    Cada vez se torna mais fácil criminalizar alguém inocente.

  2. A única coisa que me alegra é a facilidade com que os hackers quebram as algemas do novo fascismo. Toca a estudar informática, rapaziada.

    • boas,

      sem dúvida que o CONHECIMENTO seja ele qual for, mas muito especificamente o das novas tecnologias é sem dúvida a melhor arma que temos ao nosso alcance.

      ab

  3. És tão bom a descobrir documentários e links como Vasco da Gama foi a descobrir caminhos marítimos….

  4. Japão prepara tropas para reagir a OVNIS

    O ministro da Defesa japonês afirmou hoje que a existência de OVNIS é plausível e que as tropas do país devem estar preparadas para reagir caso apareçam discos voadores. Há dois dias o número dois do Governo já havia defendido a mesma ideia.

    «Nada nos permite negar a existência de objectos voadores não identificados (OVNIS) nem de uma forma de vida que os controle», declarou Shigeru Ishiba à imprensa, sublinhando que falava a título pessoal.

    O ministro declarou que queria estudar como é que as Forças de Autodefesa do país pdem reagir caso apareçam discos voadores. Devido à Constituição pacifista do Japão, as suas tropas só estão habilitadas a intervir no estrangeiro em operações em que um país seja invadido por outro.

    «Nos filmes Godzilla, as Forças de Autodefesa estão mobilizadas», afirmou, expressando a sua surpresa pelo facto de já existir uma «estrutura legal» em caso de invasão extraterrestre.

    Estes comentários do ministro surgem dois dias depois das surpreendentes palavras do número dois e porta-voz do Governo, Nobutaka Machimura, que disse estar «completamente convencido» da existência de OVNIS.

    Machimura contradizia, «a título pessoal» uma resolução oficial do Conselho de Ministros que não «confirmava a existência de OVNIS», como resposta a uma pergunta de um senador.

    SOL com agências
    Em Dezembro 20, 2007

  5. […] tentar escrever uma entrada aqui para o blog quando ao aceder a este verifiquei que o caro amigo JT havia colocado uma entrada nos comentários relativa a uma notícia do jornal SOL, em que se afirma […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: