FLOSS_News:KDE 4.3 em OpenSolaris;UCAV/Drone powered by GNU/Linux

Ora aqui fica uma mão cheia de boas notícias sobre Software Livre.

KDE 4.3 em OpenSolaris
UCAV/Drone powered by GNU/Linux
Dell afirma que devoluções de Netbooks com GNU/Linux são mito
Novidades da futura versão Fedora Constantine
Arch Linux 2009.08 Vs Ubuntu 9.04

Eu já tinha conhecimento da existência de algumas ‘distros’ baseadas no kernel OpenSolaris, mas hoje descobri mais uma, a Korona que usa o KDE4.3; Já agora o Marcos Marado também deu a dica que a StormOS baseada na Nexenta, que usa as ferramentas GNU do Debian/*buntu e o kernel opensolaris, também permite instalar o KDE4.3 com um simples #apt-get install🙂

About StormOS | StormOS

StormOS is the first desktop distribution based on Nexenta Core Platform which combines the power of the Solaris kernel with the ease of use of Ubuntu. It aims to be a lightweight OS with everything the average user would want out-of-the-box.

No site relativo a dispositivos que usam GNU/Linux, leio que a empresa Parvus, apresentou o Aurora Excalibur, um UCAV que usa dois PC’s DuraCOR 820 a correrem GNU/Linux.
Infelizmente o poder e a qualidade do Software Livre está cada vez mais a ser usada na indústria da guerra!😦

O aurora consegue atingir até cerca de740.29824 km/h e permite descolagem vertical, está equipado ou poderá usar, misseis hellfire.

A empresa afirma ainda que o UCAV consegue voar por ele próprio, permitindo aos operadores em terra se concentrarem nos objectivos principais das missões.

Drone takes wing with Linux PCs onboard – News – Linux for Devices

Parvus Corporation has announced a successful test flight for the Aurora Excalibur, an unmanned attack drone using two Linux-based DuraCOR 820 embedded PCs. Offering autonomous vehicle management and flight control, the Excalibur allows operators to focus on mission objectives, according to the company.

Drone takes wing with Linux PCs onboard – News – Linux for Devices
The following are the major specs for the DuraCOR 820:

* Processor — Intel Pentium M738 clocked at 1.4GHz, 2048k L2 cache
* Memory — 1024MB DDR-SODIMM; 2GB CompactFlash (upgradable)
* Video — VGA analog output
* Networking — 2 x 10/100Mbps Ethernet
* >Other I/O:
o 3 x USB 2.0
o 2 x RS-232 serial
o 4 x GP DIO digital inputs
o 4 x GP DIO digital outputs
* Expansion — 1 x CompactFlash (2GB card standard)
* Dimensions — 3.0 x 4.3 x 7.0 inches (75.95 x 109.22 x 177.8 mm)
* Weight — 3 lbs (1.36 kg)
* Chassis — corrosion-resistant aluminum alloy, anodized per MIL-A-8625, Type II, Class 2; flange mount baseplate
* Power — 9-32 VDC Input (28VDC Nominal); 22 Watts max dissipation; reverse, over voltage, surge protected; MIL-STD-704E compliant
* Temperature range — -40 to 158 degrees F (-40 to 70 degrees C); MIL-STD-810F compliant
* Humidity range — 5% to 95% (non-condensing); 100% (condensing); MIL-STD-810F compliant
* Operating shock — 15g, 15ms, 1/2 sine wave, 3 positive/negative per axis; MIL-STD-810F compliant
* Crash-safety shock — 40g, 12ms, 2 pluses per axis
* Random vibration — 0.22-G(squared)/10-Hz to 0.0026-G(squared)/2000-Hz
* EMI/EMC — MIL-STD-461E compliant
* Altitude — 60,000 feet (18,288 meters); MIL-STD-810F compliant
* Dust, water, and moisture resistance — IP65 and NEMA 4 compliant
* Operating system: Linux or Windows XP Embedded (120-day evaluation license)

Ainda no site linuxfordevices,a Dell afirma que devoluções de Netbooks com GNU/Linux são mito.
Bem que a microsoft e os seus fanboys bem tentam passar o medo, incerteza e dúvida em relação à utilização de GNU/Linux nos Netbooks,mas a verdade sempre vem ao cima.

Segundo a Dell a taxa de retorno de Netbooks com GNU/Linux é igual à de Netbooks que usam o sistema microsoft windows.

Dell: High Linux netbook returns a myth – News – Linux for Devices

At OpenSource World (formerly LinuxWorld) in San Francisco this week, Todd Finch, Dell senior product marketing manager, decided to set the record straight on return rates for Dell’s Linux-based Inspiron Mini netbooks, writes Gavin Clarke in The Register. Saying Linux return rates were a “non-issue,” Finch is quoted as saying that Microsoft was “making something of nothing.”

Finch was further quoted as saying, “We don’t see a significant difference between the return rate for Windows versus the rate for Linux. We’ve been quite pleased with the stability and technical soundness of the Linux machines.”

A Dell irá assim continuar a sua aposta na utilização de GNU/Linux em diversos equipamentos que produz, para breve está a introdução da mais recente versão do Ubuntu, a 9.04 Jaunty.
Mas parece que a Dell para além de apostar em Software Livre, irá também colocar em causa a equipa maravilha wintel, microsoft e intel, uma vez que se prepara para lançar Netbooks e Smartbooks usando CPU’s ARM, que claro usarão GNU/Linux, provavelmente o Android e o ChromeOS bem como o Ubuntu.

Na sua caminhada para lançar mais uma versão da sua distro da comunidade, a Red Hat, apresenta na proxima semana a alfa1 da Fedora Constantine, que trará o KDE4.3 e o kernel linux 2.6.31, X.org 7.5.
O Empathy irá substituir o Pidgin, apesar de este ter acabado de lançar uma nova versão com suporte a video e som para o protocolo XMPP, usado por exemplo pelo Gtalk.

[Phoronix] Fedora 12 Alpha To Bring Many Linux Desktop Improvements

The other area making up a bulk of the new features in Fedora 12 relates to improving the virtualization support. Fedora 12 is poised to bring network interface hot-plugging to KVM, improved performance for virtual machines using the qcow2 disk image under KVM, a stable KVM guest ABI, a library for accessing/modifying VM disk images, virtual network interface management, improved virtualization security, and virtualization storage management.

Para finalizar as notícias de hoje, aqui fica uma análise às performances entre Arch Linux e Ubuntu, nas suas versões 2009.08 e 9.04.
Segundo a Phoronix,o grande vencedor é o Arch, mas temos que dar algum desconto a esta análise uma vez que este vem com kernel e até file system mas recente que o Ubuntu.
Enquanto que o Ubuntu usa o Ext3 e o kernel linux 2.6.28 e o Arch usa o Ext4 mais o kernel linux 2.6.30; que farão também parte do futuro *buntu, o 9.10.

[Phoronix] Arch Linux 2009.08 Benchmarks

For the most part, Arch Linux 2009.08 did much better than Ubuntu 9.04 when it came to the disk tests. This is because of the use of EXT4 over EXT3, while Ubuntu 9.10 is switching to EXT4 by default with the forthcoming 9.10 release. Arch Linux is also using the newer 2.6.30 kernel compared to Linux 2.6.28 in the current stable release of Ubuntu. However, when pushing aside the disk tests, there were still some wins for Arch Linux. Arch did better than Ubuntu with the graphics performance (World of Padman), Apache web serving, and dcraw. The only area outside of that where Ubuntu 9.04 pulled a win was with GraphicsMagick. Run your own tests comparing your favorite distributions and test scenarios using the Phoronix Test Suite.

26 Respostas

  1. Se bem que um pouco fora de tópico, queira dar-te os parabéns pelo blogue. Faz falta mais gente como nós!

  2. Li na exame informática de Agosto que os netbooks com linux não tinham sáida, porquê as pessoas só queriam com o XP. Devido a essa escolha os netbooks com linux prácticamente desapareceram das lojas.

    • É natural que uma revista patrocinada pela microsoft afirme essas alarvidades.

      não é no entanto o que o mercado acha e muito menos os grandes players do mercado como o caso da dell como por aqui referi.
      cada vez mais o gnu/linux está presente desde o router de nossa casa, às televisões como por exemplo as sony, passando pelos leitores de mesa de dvd e blu-ray, telemoveis, netbooks, computadores e até aos supercomputadores.

      microsoft é passado.

      • E tu és patrocinado por quem? Deves estar a ser pago por alguém, é a única explicação que encontro para a quantidade de disparates que dizes….

      • Claro, uma pessoa por ter opiniões tem logo de estar a soldo de alguém!

        Cresce homem!

      • A exame informática tem uma opinião, logo é patrocinada pela Microsoft…..

        Cresce ó disparates.

      • Por todo o lado abunda o comentário lírico e cómico…😛

  3. Espero que a nova versao do fedora esteja boa, o leonidas esta uma valente porcaria, prefiro o fedora10 ao 11. enfim como em tudo na vida ha avancos e recuos

    • boas,

      há muito que só uso debian e *buntu’s, uma grande vantagem da fedora é só usar software livre…

      cumps,

      • O Fedora não utiliza só software livre.

        Utiliza software livre, aberto e não-livre.

        “Fedora does have a clear policy about what can be included in the distribution, and it seems to be followed carefully. The policy requires that most software and all fonts be available under a free license, but makes an exception for certain kinds of nonfree firmware. Unfortunately, the decision to allow that firmware in the policy keeps Fedora from meeting the free system distribution guidelines.”
        -> http://www.gnu.org/philosophy/common-distros.html

        As distribuições que utilizam só software livre e aberto são:
        -> http://www.gnu.org/distros/free-distros.html

        P.S.: Utilizo o Trisquel, na minha opinião, é excelente.

      • tens razão lusitano,mas eu tb não tinha tempo de explicar tanto.

        qd me referi a software livre estava a pensar no uso apenas de codecs livres como o vorbis e theora, etc…

        já agora ele por acaso usa coisas que tenham o ms-novell-mono? tomboy, f-spot?

        cumps,

      • “Trisquel no incluye mono entre los programas preinstalados, por eso
        usa gthumb en vez de f-spot -y nada en concreto en vez de tomboy-.
        No creo que sea una tecnología que merezca la pena apoyar, pero no lo
        eliminaremos de los repositorios, pues es software libre.”
        -> http://www.mail-archive.com/trisquel-usuarios@listas.trisquel.info/msg00399.html

      • é uma excelente politica, exactamente o que eu defendo.

        tenho de dar olhada a isso! o gnewsense na proxima versão tb seguirá uma politica semelhante.

        mas eles têm uma alternativa ao tomboy, é o GNOTE.

        ab

      • Cego é aquele que se recusa a ver!

        a propósito aconselho um documentario http://video.google.com/videoplay?docid=-2996112039116116532

  4. O problema não está na exame ter opiniões, o problema está que a sua linha editorial é totalmente pró microsoft e claro também tem muita publicidade da mesma empresa.

    uma revista que se auto-intitula de informática deveria levar o seu nome mais a sério, uma vez que microsoft não é sinónimo de informática.

    • Por isso é que tratam de uma série de assuntos e softwares que nada tem a ver com a Microsoft.
      Se não gostas, o problema é teu, mas agora estares a acusar a revista de ser patrocinada pela Microsoft pela simples razão de não dar mais atenção ao software livre é mais um disparate da tua parte.

      • De disparate não tem nada é apenas a constatação de um facto.

        Se queres um exemplo simples, basta ires ler o que têm escrito sobre o ms-ooxml.

  5. LOL
    Gostei dessa, Mário. E que me dizes da Google? hehe

    • Gosto de quase tudo o que a Google faz.

      • A exame fala de tudo inclusive de software livre, mas sendo uma revista comercial precisa de vender para ganhar dinheiro, e como os produtos da Microsoft estão nas preferências dos Portugueses, são mais falados que os outros.

        Tu serias feliz se a revista falasse só de software livres, mas iam rápidamente à falência e a intenção não é essa.

      • Eu ficaria feliz desde que informassem e não desinformassem como é habitual.

        Temos a mesma idade e sabes perfeitamente que quando a informática começou a chegar a toda a gente as revistas falavam de todos os sistemas operativos e software, agora raramente ou nunca falam das opções à microsoft.

        Eu explico-te o fncionamento dessa e de outras revistas como a BIT, que funcionam em circulo:

        1º Só falam de produtos da microsoft, de ano a ano lá se lembram de dizer qq coisa sobre outros produtos, nomeadamente o software livre, embora na maior parte das vezes seja só para dizer mal.

        2º depois de falarem dos produtos actuais ou de darem apenas dicas sobre produtos actuais ou com alguns anos da microsoft

        3º antes de sair o proximo produto da microsoft começam a dizer bem dele anos antes deste ser lançado e sem terem a minima ideia do que de lá irá sair, é o tipico vaporware.

        Mas percebe-se todas estas técnicas de propaganda, elas são explicadas pela própria microsoft;

        Groklaw – How to Get Your Platform Accepted as a Standard – Microsoft Style

        Our mission is to establish Microsoft’s platforms as the de facto standards throughout the computer industry…. Working behind the scenes to orchestrate “independent” praise of our technology, and damnation of the enemy’s, is a key evangelism function during the Slog.
        “Independent” analyst’s report should be issued, praising your technology and damning the competitors (or ignoring them).
        “Independent” consultants should write columns and articles, give conference presentations and moderate stacked panels, all on our behalf (and setting them up as experts in the new technology, available for just $200/hour). “Independent” academic sources should be cultivated and quoted (and research money granted). “Independent” courseware providers should start profiting from their early involvement in our technology. Every possible source of leverage should be sought and turned to our advantage.

        I have mentioned before the “stacked panel”. Panel discussions naturally favor alliances of relatively weak partners – our usual opposition. For example, an “unbiased” panel on OLE vs. OpenDoc would contain representatives of the backers of OLE (Microsoft) and the backers of OpenDoc (Apple, IBM, Novell, WordPerfect, OMG, etc.). Thus we find ourselves outnumbered in almost every “naturally occurring” panel debate.

      • Eu não desgosto, embora haja casos em que respeitam pouco a privacidade como é o caso do seu browser e que por isso mesmo é aconselhável antes o srware iron, que é o chrome sem esses problemas.

        Tb não gosto do web history, o qual desactivei.

        Há mais, eles não são santos nenhuns, mas o seu modelo de negócio necessita de padrões abertos e por isso são grandes utilizadores e até developers do mesmo.

      • Ninguém é santo, quem pensa o contrário no mínimo é ingénuo.

      • ninguém é santo sem dúvida, o problema é que alguns são demónios.

  6. […] que a microsoft não pode fazer directamente por forma a manter o seu discurso hipócrita que vem sendo desmentido inclusive pela DELL. Microsoft attack Linux at the retail […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: