O Embuste Obama e o Nobel da Paz (última parte)

Aqui vamos pois para a 3ª e última parte d’O Embuste Obama e o Nobel da Paz muito mal entregue, consciente no entanto de que será impossível colocar aqui tudo o que já li e já escrevi, até porque já nem me recordo de alguns artigos; é provável que à medida que vá acrescentando novas notas sobre o Fantoche, as vá linkando para este conjunto de entradas.

“Ninguém é mais escravizado do que aqueles que erroneamente acreditam ser LIVRES”
Johann Wolfgang von Goethe


Nesta última parte vou tentar sintetizar algumas das entradas que já por aqui coloquei bem como acrescentar alguns pontos com notícias e artigos recentes.

Um excelente artigo que põe a nu bastantes razões para que O Fantoche Obama não tivesse recebido o Nobel da Paz foi-me dado a conhecer pelo amigo Lusitano, trata-se de um interessante artigo do economista canadiano Michel Chossudovsky, traduzido no site resistir.info e que aborda a cada vez maior aposta da Administração Obama no desenvolvimento de novas armas, com especial relevo para as espaciais e a poderosa arma do futuro capaz de criar alterações climáticas, a HAARP [CBC HAARP_1][CBC HAARP_2], bem como a implementação de novas bases militares um pouco por todo o mundo, desde o Médio Oriente à América do Sul e África, tudo com o objectivo de levar a cabo o sonho do mentor de Obama Zbigniew Bzrezinsky, de controlar a EuroÁsia, logo atacando Rússia, China e Irão.

Como muito bem refere Michel Chossudovsky, “são parte do “arsenal humanitário” de Obama.”

A propósito do sonho do mentor de Obama, de controlo total da EuroÁsia e com ele a destruição da China e Rússia,
F. William Engdahl, tem um artigo no site Information Clearing House que explica muito bem o grande objectivo de Bzrezinsky, America’s Phoney War in Afghanistan.

The purpose of the alleged US war against both Taliban and Al Qaeda is in reality to place its military strike force directly in the middle of the geographical space of this emerging SCO in Central Asia. Iran is a diversion. The main goal or target is Russia and China.

Officially, of course, Washington claims it has built its military presence inside Afghanistan since 2002 in order to protect a “fragile” Afghan democracy. It’s a curious argument given the reality of US military presence there. [America’s Phoney War in Afghanistan]


Full Spectrum Dominance and the NWO


Como por aqui tenho escrito amiúde, a única maneira dos controladores do fantoche Obama conseguirem enganar tantos tão facilmente isso deve-se ao enorme controlo que detém nos Media [Concentration of media ownership], especialmente os ditos mainstream/tradicionais, entre outras entradas que escrevi creio que estas duas explicam bem o facto.
[Agência REUTERS falsifica fotografias de zonas de conflitos?] [Repórteres sem Fronteiras ingénuos ou com sentido de humor?!]

Tentando agora sistematizar alguns dos pontos que imediatamente vetariam a atribuição de um Prémio como o Nobel da Paz a Obama, talvez a melhor maneira de o fazer é usando uma entrada que escrevi pouco tempo antes da entrada em funções da  Administração Obama.
Nessa entrada e usando um artigo de um dos sites de Alex Jones, eram colocadas algumas questões sobre a futura Administração e que demonstrariam até que ponto haveriam ou não mudanças reais e não apenas mais retórica.


Tentando responder a essas questões ficamos com a ideia de que Obama nada tem feito, pior, ficamos conscientes que Obama para além de continuar as mesmas políticas levadas a cabo pela Administração Bush/Cheney, tem ainda como diria o mentor de Clinton  “perseguido e ainda com mais vigor as mesmas políticas do anterior” [Momento Twilight Zone do ano 2009 – Tomada de posse da maior fraude política de sempre] Professor Carrol Quigley, no seu livro Tragedy and Hope.

Antes de passar às questões e para que fiquem desde já com uma ideia dos objectivos dos controladores de Obama, aos quais tem de pagar, nada melhor que uma pequena compilação dos passos que levaram na Alemanha e estão a levar hoje em dia quer os EUA quer a UE a tornarem-se em DITADURAS, para após o controlo das suas populações se extender a ditadura ao resto do planeta e aí sim os controladores de Obama serão donos e senhores de todos nós, desde o momento em que nascemos até morrer-mos. [Fascismo em 10 passos simples, aprovando leis para golpe de estado.][Até Junho deixo-vos com um documentário a ver, “The END of America” de Naomi Wolf]

Esqueçam os quadrantes políticos, aqui fascismo deve ser lido como o fazia Mussolini com a sua designação de Corporativismo e Hitler, com a designação de Nacional Socialismo.
A DITADURA para o planeta não será nem de Esquerda nem de Direita, mas antes uma mistura dos conceitos desses dois tiranos.

1- Irá Obama revogar os Patriot Acts I e II, bem como inverter a declaração assinada de Bush e reconhecer a revogação da John Warner Defense Authorization Act?

2- irá Obama continuar com a militarização da América e os preparativos para a lei marcial através do NORTHCOM e do governo secreto ou irá ele desmantelar o estado policial que foi construído ao longo dos últimos oito anos pela administração Bush?

Escusado será dizer que nenhuma destas leis foi revogada pela nova Administração de Obama, a equipa maravilha recheada de caras da NWO, aliás, Obama deu ainda mais um passo em frente ao preparar-se para dar origem a uma espécie de Camisas Castanhasuma nova Juventude, agora não Hitleriana, mas sim de Obama.
O seu braço direito, Rahm Emmanuel explica  o que se pretende, tal como Obama num dos seus discursos.

Relembro que estas leis são parte integrante do plano da FEMA para desencadear a suspensão da Constituição e com tal procedimento levarem à declaração da Lei Marcial, a partir daí o COG <Continuity of Government> passará a estar activo, no fundo é o Governo Sombra a tomar de assalto o poder supostamente democraticamente eleito, sem qualquer fiscalização, uma vez que com a suspensão da Constituição também é suspenso o ramo judicial e o Congresso, ficando apenas o executivo com todo o poder.
Para perceberem melhor o que estou a dizer talvez seja elucidativo o seguinte vídeo do youtube [Classified, Classified: como é que se pode votar algo assim]

Alguns testes vão sendo feitos para  verificar como a população reage à presença de tropas na rua, ou melhor, para ir habituando a população a ter tropas nas ruas, indo frontalmente contra o Posse Comitatus que proíbe qualquer intervenção militar no interior dos EUA.

Se acham que tudo isto é pouco, pois bem o caro Fantoche Obama, ou melhor, os seus controladores ainda têm mais algumas medidas na cartola, uma das quais nos é explicada por mais um excelente artigo de Glenn Greenwald do site salon.com, o qual cita outro jornalista para explicar melhor a sua ideia, segundo a qual Obama desde que chegou à Casa Branca se tem pautado por uma técnica/discurso de três fases, na 1ª afirma que tudo o que a Administração Bush fez violava todos os direitos e mais alguns, sem dúvida que tem razão, o problema é o 2º e 3º passos, no qual Obama após criticar Bush e Cheney, afirma que irá fazer o inverso destes, mas quando chegamos ao último passo, verificamos que Obama não só tem as mesmas políticas como ainda as amplia.

O jornalista que é da área de direito, afirma que se há áreas onde Obama vai um passo ainda mais longe são sem dúvida as das liberdades civis, poder executivo e no núcleo dos direitos Constitucionais.

Um dos exemplos mais claros é o da Administração de Obama manter o conceito de “inimigo combatente”, um epíteto amorfo, no qual cabe tudo e mais alguma coisa e como tal ao desumanizar-se o termo, torna-se claro o objectivo, que é dar ao Presidente o poder de deter qualquer indivíduo a que o Estado resolva atribuir esta designação, permitindo assim a sua detenção por tempo indeterminado sem acusação formada, logo incapaz de se defender, no fundo o fim do Habeas Corpus.

A realidade já ultrapassa a ficção de Kafka. [O Processo]

Mas se isto em si já não fosse estranho e atentatório dos mais básicos direitos humanos, o Fantoche Obama consegue dar um salto ainda maior, presumo que tenha gostado imenso do filme Minority Report, baseado no excelente livro de Philip K. Dick, infelizmente não se terá apercebido que se tratava de ficção científica uma vez que resolveu apresentar uma medida, a qual defende com unhas e dentes e que propõe manter sob prisão sem julgamento e sem qualquer acusação e de forma perpétua, alguém que possa um dia vir a cometer um suposto crime.

Como se vê entramos no domínio do surreal, onde tudo é permitido apenas e só porque se trata do bem falante Obama e que por isso mesmo é infinitamente mais perigoso que Bush.

Podem encontrar mais pérolas destas aqui no blog oVigia assim como em diversos locais na rede, o google é vosso amigo.
bem como de

3– irá Obama acabar com a vigilância secreta  dos cidadãos usando telefones e outros meios de comunicação, tais como previsto na lei que ELE APROVOU, a Fisa?
– irá Obama fazer acusações de crimes contra Bush, Cheney e outros por autorizarem a tortura, será que a tortura de suspeitos sob detenção dos E.U.A, uma violação completa da Constituição e das Convenções de Genebra, deixará de existir sob uma administração de Obama?

4- irá Obama levar a sua retórica avante e dar o seu apoio à segunda emenda ou irá ele procurar proibir as armas de fogo como fez no Illinois?

Começando pelo ponto quatro, o qual é menos percebido por nós uma vez que o acesso a armas legais pelos Estados que compõem a UE sempre foi muito restrito, lembrar que nos EUA e em virtude da Segunda Emenda que concede o direito a todos os cidadãos de possuírem armas, esse é na realidade um Poder que o Governo Sombra não pode tolerar, afinal de contas cidadãos com armas e que pensem pela sua cabeça são o inimigo mais perigoso para os objectivos demoníacos da Nova DesOrdem Mundial.

Como tal há que aprovar leis com o objectivo de acabar com esse direito, há que ilegalizar o quanto antes toda e qualquer tentativa de possessão bem como o uso e porte de arma, como tal Bush/Cheney e agora Obama, já estão a tratar de acabar com mais esta Emenda ‘chata’ da Constituição dos EUA.

O braço direito de Obama, o sionista Rahm Emanuel (de notar que Sionista é diferente de Israelita, povo que me merece o mesmo respeito que qualquer outro e que infelizmente são tão enganados quanto nós) já veio dizer que todos os cidadãos que constassem das listas de perigosos cidadãos que não fazem vénia à nova Administração e à NWO, vulgo potenciais terroristas no palavreado desta escumalha, não poderiam fazer uso da Segunda Emenda, logo teriam de ser desarmados.

Há ainda a lista TSA relativa a “names of individuals suspected of posing “a risk of air piracy or terrorism or a threat to airline or passenger safety.”” e na qual até uma criança de 5 anos consta! Dela constam também todos os indesejáveis da Administração, desde críticos das suas políticas, como jornalistas, escritores, até ex altas patentes do exército dos EUA; Lista que já contém “700,000 names in its database as of April 2007 and that the list was growing by an average of over 20,000 records per month, according to the ACLU.”
Creio que estamos falados quanto a listas e aos perigos destas, só não vê quem não quer, até porque sabemos o que aconteceu nos anos 30 na Alemanha.

Proposed Law Allows AG Holder to Block Gun Sales to Over a Million Americans

Earlier this year, a Department of Homeland Security report on “rightwing extremism” designated advocates of the Second Amendment, pro-life and anti-illegal immigration activists, and returning veterans as “terrorists.” It is not known if members of these groups are on the so-called terrorist watch list, although it is a fair assumption to conclude they are.


Bag Check
via xkcd


Convém frisar um ponto muito importante para se perceber melhor o porquê da detenção, porte e uso de armas, é que a Constituição dos EUA é muito clara quando afirma que os cidadãos da Nação deverão combater contra inimigos Externos mas também INTERNOS e por isso mesmo a Segunda Emenda é um reforço desse ponto prevendo o uso de armas pelos seus cidadãos por forma a combater e defender a Nação de potenciais tiranos.

“Em 29 de abril, com pouco alarde ou cobertura da media corporativa, o projecto lei HR 2159 foi apresentado e submetido à apreciação do Comitê da Câmara sobre o Judiciário.

Outro projecto lei, H.R 1022 patrocinado pela Democrata de New York, Carolyn McCarthy, vai ainda mais longe permitindo banir as armas sem quaisquer constrangimentos.

É por estas e por outras que já existem Estados a apresentar resoluções para se defenderem contra a tirania do Governo Federal, entre os quais o Estado do Texas que já apresentou a Texas HCR50.

Bizarre Texas House resolution calls for repeal of thousands of federal laws

A bizarre House Concurrent Resolution filed Tuesday by three members of the Texas House of Representatives would have the state claim “sovereignty” under the Tenth Amendment to the Constitution over every
power not specifically authorized the federal government in the U.S. Constitution and demands that Congress repeal any law requiring “states to comply under threat of civil or criminal penalties or sanctions or that requires states to pass legislation or lose federal funding be prohibited or repealed.”


Relativamente ao 3º ponto existe um enorme manancial de medidas trazidas da Administração Bush/Cheney, uma das quais Obama aprovou no Congresso ainda antes de se tornar Presidente, trata-se da FISA, bem como outras que Obama tem ou lançado ou continuado mais vigorosamente, por exemplo o caso do tratado internacional ACTA, o qual é debatido à porta fechada, nas costas dos cidadãos, incluindo na UE bem como em cerca de 30 países do mundo.

Se já Bush e Cheney iam frontalmente contra todas as leis e mais algumas monitorizando e vigiando as comunicações dos cidadãos, também Obama prossegue com estas medidas.

A NSA em conjunto com as Telecom e após a imunidade que lhes foi concedida por Bush/Cheney e Obama continuam a espiar os cidadãos dos EUA, mas não só, tendo mesmo planos que estão neste momento a ser concretizados para aumentar fortemente os data centers onde toda essa massiva quantidade de dados irá ser tratada.
Mas não só, também empresas do Complexo Industrial Militar estão a disponibilizar tecnologia anteriormente só usada em palcos de guerra, mas que agora já está a ser usada no interior dos EUA para controlo de multidões etc.

[Ataque à Privacidade: Obama e NSA aumentaram vigilância e retenção de dados dos cidadãos]

Relativamente à FISA que dá protecção às acções da NSA e das Telecom escrevi o seguinte noutra entrada:

Acreditando no que os diversos Senadores afirmavam, a EFF responsável pelo processo de acusação às telecoms e Administração, resolveu processar os responsáveis da Administração Bush/Cheney bem
como os diversos funcionários públicos dessa mesma Administração
que tivessem de alguma forma estado envolvidos neste grave atentado aos Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos.

É aqui que entra o santo Obama, o homem das duas caras, que à medida que o tempo vai passando vem demonstrando ser um digno sucessor da Administração Bush/Cheney, conseguindo mesmo suplantá-la no que há falsidade e imoralidade bem como ataque ao direito concerne.

Em relação ao processo colocado pela EFF, o DOJ «Departamento de Justiça» de Obama resolveu mandar arquivar a globalidade do processo, baseando essa decisão em dois pontos:

1) o previlégio dos ’segredos de estado’ vetam qualquer processo contra a Administração ou seus funcionários

2) uma nova suposta ‘imunidade de soberania’ que implica que o Patriot Act vete toda e qualquer acção contra a espionagem governamental, a não ser, pasme-se, que alguém se enterre a sim mesmo,
ou seja, algum dos culpados (leia-se Administração e seus funcionários, no fundo o Governo) assuma primeiro a culpa, divulgando de livre vontade o crime.

Ao pé disto, Bush e Cheney eram uns amadores!

A partir do site de Richard Stallman, o grande pioneiro da computação livre e aberta e criador do projecto GNU, escrevi, que o Congresso dos EUA propõe a total monitorização da rede Internet e ainda que Obama aprova lei que lhe permite desligar partes da infra-estrutura da rede Internet, trata-se da Cybersecurity Act of 2009, apresentada pelo Senador de West Virgina, o senhor Jay Rockefeller, pelo nome do senhor não se poderia esperar grande coisa, a família Rockefeller desde há muito que planeia um estado planetário fascista e pelos vistos vão no bom caminho.

Esta proposta de lei afirma que “The president … may declare a cybersecurity emergency and order the limitation or shutdown of Internet traffic to and from any compromised Federal Government or United States critical infrastructure information system or network.”, o problema é que a lei não oferece nenhuma definição para o que será considerado como Infraestrutura critica dos EUA.

Terá esta lei a ver com o que foi dito ao Professor Lawrence Lessig, por Richard Clarke, quando este lhe terá dito que iria haver um acontecimento parecido com os atentados de 11 de Setembro de 2001, mas desta vez a nível informático, e que
após este, entraria em vigor o i-Patriot Act, a versão electrónica do Patriot Act.

A invasão e a espionagem aos cidadãos é tão vasta e já sem qualquer vergonha que é apresentada como se de uma medida para proteger esses mesmos cidadãos se tratasse, a In-Q-Tel, o ‘banco’ de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, resolveu apostar a valer numa empresa, a Visible Technologies, especializada na monitorização da Web Social, blogs, redes sociais etc, por forma a recolher mais dados sobre os cidadãos.
Mas não só, existem grandes possibilidades de um dos maiores sites sociais e que está a crescer cada vez mais,o Facebook, seja um projecto da CIA com os mesmos objectivos, data mining.

No Reino Unido a desfaçatez vai ao ponto do MI5 afirmar que leis como a Hadopi aprovada em França, poderem dificultar a espionagem dos cidadãos, uma vez que estes para se protegerem da Hadopi começariam a adoptar encriptação e ligações mais seguras recorrendo a VPN’s.

Mas se pensam que por cá estamos mais seguros, esqueçam, não vivam nessa ilusão, a UE aprovou recentemente a criação de um  projecto sobre o qual a seu tempo aqui colocarei mais informação, exactamente com os mesmos objectivos dos que acima menciona, trata-se do Indect.

5– irá Obama retirar tropas americanas do Iraque e do Afeganistão sem que os envie novamente para outra guerra para bombardearem outro qualquer país de terceiro mundo já desfeito em nome de uma suposta “Guerra Humanitária” das Nações Unidas?

Este ponto é um dos que mais facilmente comprovam a farsa que é Obama e a FARSA é tão grande e tão bem orquestrada que os amigos dos media têm escondido este facto que ninguém menciona, a primeira guerra de Obama, que decorre no Paquistão, onde desde a sua tomada de posse mais de 7000 civis já morreram em virtude dos ataques de drones dos EUA.

A verdade é que Obama tem investido cada vez mais em guerras, quer em massivas quantidades de dinheiro, inclusive para novas armas, quer na criação de novos campos de batalha, Paquistão e muito proximamente o Irão, onde já se vai assistindo mais uma vez à desestabilização desse país.

Para além de não ter cumprido até hoje com nada do que se propôs fazer durante a sua campanha para a Presidência, o Fantoche Obama foi muito mais longe, não tendo acabado com a invasão do Iraque e muito menos ter feito regressar as tropas a casa, generais do seu exército afirmam mesmo que continuarão por lá por mais 10 ou 15 anos, o que se compreende se pensar-mos nos objectivos traçados pelo seu mentor, Bzrezinski, o domínio da EuroAsia, até porque não se constroiem bases e uma embaixada que é uma mega fortaleza, para depois se sair.

Em relação a Guantanamo pouco ou nada mudou, continua-se a usar os termos ‘Inimigo Combatente’, continua-se a usar prisões no estrangeiro onde se continua a torturar, tendo Obama dado uma palmadinha nas costas dos torturadores da CIA, ao enviar-lhes uma carta reafirmando a importância desta.

No Afeganistão continua a matança dos inocentes bem como a farsa das ajudas, continua a construção de mais uma mega fortaleza, diversas bases e o envio de mais do dobro dos soldados que já lá se encontram, bem como o aumento de quase 100% na produção e tráfico de drogas, mais um dos objectivos do mentor de Obama para atacar a Rússia. [High concerns: Russia named biggest Afghan heroin consumer]

Talvez melhor do que links  e o meu latim, será ouvir uma entrevista ao jornalista John Pilger na qual ele fala sobre estes temas e na qual desmonta toda esta fantochada.


Democracy Now! – 7/06/09 – John Pilger on Honduras, Iran, Gaza, Obama and more… (part 4 of 4)

Por todas estas razões e muitas mais, o Fantoche Obama NUNCA deveria ter recebido o Prémio Nobel, porque por e simplesmente não o merece nem nunca o merecerá, Obama é a máscara do Governo Sombra, a face do terror que nos espera, num futuro que já hoje começamos a viver.

Talvez por saberem que existirão sempre aqueles que se recusarão a pactuar com toda esta desumanidade, toda esta matança, estes loucos recorrem a tudo, incluindo a religião, tendo já preparados relatórios com medidas a tomar para estes casos.

Num testemunho perante a Comissão sobre os Serviços Secretos do Senado em Washington, o novo director da Intelligence dos EUA, Dennis Blair afirmou que a cada vez maior crise capitalista mundial criará ou será a maior ameça à segurança nacional dos EUA e a sua continuação poderá desencadear extremismos violentos piores do que os de 1920/30.

Esta apresentação foi levada a cabo em representação de 16 agências da intelligence dos EUA, com o interessante pormenor do papão Al-Qaeda ter desaparecido mais uma vez do topo das prioridades.

O relatório «Known Unknowns: Unconventional ‘Strategic Shocks’ in Defense Strategy Development» vai ainda mais longe ao afirmar que os militares dos EUA devem estar preparados para deslocações estratégicas violentas no interior dos EUA
as quais podem ser provocadas por um “colapso não ‘previsto’ da economia” ou a “perda do funcionamento das instituições políticas e legais.” [Prepara-se algo importante nos EUA? E no resto do planeta?]

Continuando à espera de salvadores como se apresenta Obama, estamos cada vez mais próximos da escravidão imposta pela Nova (Des)Ordem Mundial.

“Não é um sinal de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente”.
Jiddu Krishnamurti


P.S. haveria muito mais a escrever, mas esta entrada já vai longa demais e porque grande parte do que aqui escrevi pode ser consultado quer neste blog quer por essa rede internet fora, pelo menos enquanto puder-mos.

Powered by ScribeFire.

5 Respostas

  1. […] post hoje, tal como já havia prometido numa das entradas sobre o Fantoche Obama, será sobre o novo projecto Europeu de vigilância dos cidadãos, o INDECT, mas também o ADABTS […]

  2. […] nos EUA as mudanças à Lei FISA que Obama ajudou a aprovar com o seu voto enquanto estava no Congresso, continuam a ajudar as Telecom, a NSA e não só, na sua orgia vigilante aos cidadãos, a NSA vai […]

  3. […] Posted on Dezembro 27, 2009 by ovigia Em mais um caso de bradar aos Céus, e a pedido da Administração do Nobel da Paz, o senhor FANTOCHE Obama, o Tribunal Supremo dos EUA deixou passar uma decisão de primeira instância que declarou a […]

  4. […] seja, nada de novo na frente Oeste, o fantoche Obama vencedor do Prémio Nobel da Paz a mando do Governo Sombra preparam-se para criar as condições para um ataque ao Irão e ao mesmo […]

  5. […] chamado à atenção para esta importante notícia que mais uma vez demonstra a verdadeira face do fantoche Obama e da sua Administração, esqueci-me de a mencionar nesta entrada.Parece que o senhor designado por Obama para o Gabinete de […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: