As ‘Tardes Tendenciosas da Júlia” ou como se desinforma e condicionam grávidas

No intervalo do meu estudo do LPIC, estava eu a fazer um pouco de zapping quando ao passar pela TVI, reparo que estavam a tratar do tema da morte de fetos de grávidas que haviam tomado a primeira dose da ‘famosa’ vacina para a AH1N1.

Resolvi ver um pouco para ver o que sairia dali, embora confesso que já estava de pé a trás.

Não sei como se chamam os convidados, um era pediatra o outro creio que obstetra.

Ambos defensores quase que fanáticos da toma da vacina!

E para ajudar à festa a pseudo-jornalista Julia Pinheiro lá ia dando os seus bitaites completamente biased, condicionando ao máximo a opinião de algumas das grávidas lá presentes.

Só para se perceber como foi totalmente tendenciosa esta rúbrica das “Tardes da lavagem ao cérebro”, note-se que ambos os convidados eram como já afirmei totalmente pró-vacinação.

Se é para informar convenientemente e deixar às pessoas a decisão que é delas e de mais ninguém, parece-me óbvio que tem de existir a possibilidade de ouvir opiniões de ambos os lados, quer dos defensores do uso da vacina quer dos que se opõem ou não a recomendam.

Como se sabe por cá muitos profissionais de saúde, desde médicos a enfermeiros se têm recusado a tomar e a aconselhar o uso da vacina da AH1N1 que o desgoverno deste país resolveu adquirir.

Nesta semana tive mais uma confirmação quando a minha médica de família também me aconselhou a não a tomar, afirmando que esta não lhe oferecia confiança; embora no meu caso não fosse necessário ouvir a sua opinião, uma vez que há muito que depois de ler bastante sobre o caso bem como de ter escrito sobre o mesmo, me recuso a tomá-la.

Infelizmente nestes casos de propaganda preparada pelos media nunca está ninguém que possa colocar algumas questões mais pertinentes, como por exemplo.

  1. Tendo em conta que por ano morrem entre 250mil a 500mil pessoas vítimas de gripe de diversas estirpes em todo o mundo, tendo em conta que em Portugal são cerca de 2000 pessoas as que acabam por falecer do mesmo problema, tendo em conta que com esta estirpe AH1N1 que segundo diversos profissionais de saúde e inclusive da Ministra da Saúde, se trata de uma estirpe mais benigna que outras que têm aparecido. Com este precedente de se estar a vacinar massivamente a população, pergunto se a partir de agora se irá todos os anos vacinar massivamente as populações, especialmente as ditas de risco, onde se incluem as grávidas?
  2. Em 1976 também uma vacina foi vendida ao público norte-americano com consequências muito graves para muitos dos que a foram obrigados a tomar, também esta vacina e a histeria à volta dela era relativa a uma gripe suína. Tendo em conta o documento que Kathleen Sebelius responsável pelo Health and Human Services dos EUA aprovou, DANDO IMUNIDADE TOTAL às empresas que fabricam as vacinas, desresponsabilizando-as assim de qualquer problema que venha a ocorrer com a saúde das pessoas que irão tomar voluntariamente ou pior ainda involuntariamente a vacina.
  3. Pergunto, porque razão esta importante notícia naõ aparece nos nossos jornais?
    E os nossos políticos e o Ministério da Saúde que têm a dizer sobre o facto?!
    Também assinou o Ministério da Saúde algum documento a quando da compra da vacina por forma a desresponsabilizar quem a produz e vende?

    Se alguém morrer ou sofrer graves consequências com a sua administração quem se responsabiliza, poderão os portugueses processar as multinacionais?
  4. Tendo em conta que a vacina apenas e só serve para eventualmente imunizar as pessoas desta estirpe; e não é 100% certo que o faça, quais são os planos para uma futura mutação do virús? Após a mutação deste, com grande probabilidade para um mais maligno muito por causa da vacinação em massa de populações por esse mundo fora, irá produzir-se outra vacina e voltar ao parágrafo primeiro de novas vacinações massivas, entrando-se assim numa espécie de pescadinha com rabo na boca, o famoso Catch 22?

É infelizmente para todos nós, são estes os media que temos!

A propósito do tema recomendo a leitura deste interessante artigo de um blogger português – Vacina H1N1 – Portugal, Polónia e Suécia, bem como outros que ele escreveu relativamente a esta temática.

E ainda dar uma olhada ao blog do Citadino e claro a sempre imprescendível olhada ao site GlobalResearch.

Algumas das minhas entradas sobre este tema:

[update: Apenas para colocar os números em perspectiva; (NaturalNews) The CDC now reports that nearly 4,000 Americans have been killed by H1N1 swine flu. This number is supposed to sound big and scary, motivating millions of people to go out and pay good money to be injected with untested, unproven H1N1 vaccines. But let’s put the number in perspective: Did you know that more than four times as many people are killed each year by common NSAID painkillers like aspirin?]

[update 2: esqueci-me de mencionar que o sindicato dos enfermeiros franceses indica que cerca de 63% desses profissionais recusaram ser vacinados, bem como indicam que a vacina poderá causar doenças auto-imunes como a Doença de Crohn; Le syndicat des infirmières SNPI CFE-CGC estime qu’une vaccination massive contre un virus grippal relativement bénin, présente des risques, du fait d’un vaccin développé trop rapidement, et d’un adjuvant susceptible de déclencher des maladies auto-immunes.
http://www.syndicat-infirmier.com/Vaccination-H1N1-mefiance-des.html
]

[update 3: a propósito de ter mencionado
as possíveis consequências de uma mutação mais rápida do virus em
virtude da massiva toma de vacinas e do uso do Tamiflu, eis que surge
esta notícia na BBC – Health officials say a Tamiflu-resistant strain of swine flu has spread between hospital patients.]

=-=-=-=-=
Powered by Bilbo Blogger

Powered by ScribeFire.

8 Respostas

  1. «Se alguém morrer ou sofrer graves consequências com a sua administração quem se responsabiliza, poderão os portugueses processar as multinacionais?»

    Caro Vigia, relativamente a estes e outros assuntos, já todos percebemos que os quatro poderes – Executivo, Legislativo, Judicial e Mediático, estão todos ao serviço do Poder da Grande Finança. Os cidadãos só podem contar consigo próprios. E não será a fazer manifestações.

    Abraço.

    • boas diogo,

      infelizmente é como dizes, isto é a lei da selva, não se pode contar contar com ninguém,muito especialmente com alguém do poder instituído.

      concordo plenamente com a tua última frase….”E não será a fazer manifestações.”; é preciso ir mais longe!

      ab

    • boas,

      obrigado pelos links, infelizmente só vi isto depois de ter escrito a entrada mais recente, o teu post veio parar ao spam!

      cumps,

  2. Não sei se já foi colocado aqui no blog, mas em relação às gravidezes falhadas após a vacina:

    Ret Chief medical Officer for Finland condemns the Swine Flue issues and explores other related matters. Excerpt from The Researchers series, BASES 5.

    Dr Rauni Kilde on Swine Flu Conspiracy

    To complement what she said:
    http://preventdisease.com/news/09/110709_H1N1_vaccine_miscarriage_reports.shtml

    http://momento24.com/en/2009/11/19/portugal-two-women-lost-their-pregnancies-after-getting-influenza-a-vaccine/

    http://www.prisonplanet.com/shocking-h1n1-swine-flu-vaccine-miscarriage-stories-from-pregnant-women-%E2%80%93-tell-your-doctors-that-vaccines-and-pregnancy-do-not-mix.html

    • boas,

      o caso que indicas de gravidez não, mas já escrevi ou pelo menos coloquei o link da dra Kilde.

      tenho de dar olhada aos outros links, thanks!

      ab

  3. […] a levar a  cabo, infelizmente com a ajuda do nosso país, estamos a vê-los desenrolar com a propaganda e histeria à volta da gripe AH1N1 e a consequente vacinação, com a vacina do colo do útero, com as mentiras propagadas sobre o […]

  4. […] Parece-me que os únicos casos em que a OMS e os nossos pseudo-governantes e irresponsáveis clínicos achavam por bem negar qualquer envolvimento entre mortes e esta doença foi a quando da tomada das vacinas por parte de grávidas e que deram como resultado a morte de fetos. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: