Confia a sua privacidade ao Google? Pense duas vezes!

Esta entrada é curtinha e serve apenas para colocar alguns links sobre algumas palavras que o CEO da Google proferiu relativamente à privacidade online.

Não me adianto no comentário, pelo menos para já, porque vai na linha do que por aqui tenho escrito, nomeadamente no conjunto de entradas sobre ‘Segurança e Privacidade’ online.

Mas o que foi então que disse o senhor Eric Schimdt, que faz parte do grupo Bilderberg [1]e do Council on Foreign Relations?

Schmidt disse: I think judgment matters. If you have something that you don’t want anyone to know, maybe you shouldn’t be doing it in the first place. If you really need that kind of privacy, the reality is that search engines — including Google — do retain this information for some time and it’s important, for example, that we are all subject in the United States to the Patriot Act and it is possible that all that information could be made available to the authorities.

A resposta de um dos maiores gurus da área da Segurança informática, Bruce Schneier: Privacy protects us from abuses by those in power, even if we’re doing nothing wrong at the time of surveillance.

We do nothing wrong when we make love or go to the bathroom. We are not deliberately hiding anything when we seek out private places for reflection or conversation. We keep private journals, sing in the privacy of the shower, and write letters to secret lovers and then burn them. Privacy is a basic human need.

[…]

For if we are observed in all matters, we are constantly under threat of correction, judgment, criticism, even plagiarism of our own uniqueness. We become children, fettered under watchful eyes, constantly fearful that — either now or in the uncertain future — patterns we leave behind will be brought back to implicate us, by whatever authority has now become focused upon our once-private and innocent acts. We lose our individuality, because everything we do is observable and recordable.

[…]

This is the loss of freedom we face when our privacy is taken from us. This is life in former East Germany, or life in Saddam Hussein’s Iraq. And it’s our future as we allow an ever-intrusive eye into our personal, private lives.

Too many wrongly characterize the debate as “security versus privacy.” The real choice is liberty versus control. Tyranny, whether it arises under threat of foreign physical attack or under constant domestic authoritative scrutiny, is still tyranny. Liberty requires security without intrusion, security plus privacy. Widespread police surveillance is the very definition of a police state. And that’s why we should champion privacy even when we have nothing to hide.

[via Bruce Schneier blog]

Gawker was quick to point out the personal hypocrisy of Schmidt’s dismissive stance, noting that for about a year, Schmidt blacklisted CNET reporters from Google after the tech news company published an article with information about his salary, neighborhood, hobbies, and political donations — all obtained from Google searches. Techdirt noted additionally that Schmidt’s statement is painfully similar to the tired adage of pro-surveillance advocates that incorrectly presume that privacy’s only function is to obscure lawbreaking: “If you’ve done nothing wrong, you’ve got nothing to worry about.” [via EFF]

Os restantes links, no TheRegister, EFF, Gawker e a malta da arstechnica dá uma notícia que me fez rir, porque indicam que no seu blog, Asa Dotzler, ‘Mozilla’s director of community development’, resolveu em virtude das palavras do CEO da Google, aconselhar o uso do motor de busca da microsoft.

Das duas uma, ou o senhor fumou qualquer coisinha antes de escrever aquelas asneiras ou então não conhece o historial da microsoft e da fundação do seu criador, Bill e Melinda Gates, é que se a google está na cama com os poderes instituídos, a microsoft é a amante deles.

Sobre este mesmo tema aconselho estes dois artigos, The Eternal Value of Privacy e ‘I’ve Got Nothing to Hide’ and Other Misunderstandings of Privacy.

Pensem pois duas vezes cada vez que forem usar ou estiverem dependentes dos serviços da empresa deste senhor, e olhem que se calhar já são alguns os que todos nós usamos.

[foto copiada daqui]

=-=-=-=-=
Powered by Bilbo Blogger

16 Respostas

  1. Boa postagem, tocaste num assunto sobre o qual não sei nada mas já me ando a questionar há algum tempo.

    Com os anos o Google foi-se tornando praticamente no único motor de busca usado. Isso sem dúvida pode ditar a informação a que as pessoas têm acesso. Basta a Google retirar o teu blog das buscas e as tuas visitas ficarão quase nulas.

    Houve um documentário que passou na RTP2 sobre um empresário que quase abriu falência por causa duma decisão da Google.

    O gmail e o google wave estão cada vez a apoderar-se e mais pessoas. A proposta do Google Wave para facilidade em produção de trabalhos fará certamente com que os BigBosses se mantenham mais atentos aos progressos científicos por mundo fora e a conversas, porque tudo será mais fácil de monitorizar uma vez em waves.

    Corremos o risco ficarmos sob um monopólio da Google, não?

    Eu falo mas eu sou cúmplice.. uso tanto o gmail como o gwave. Sinceramente gostava de saber se tu usas algumas outras alternativas.

    Claro que para trabalho uso o mail da universidade. Mantém a coisa mais académica, mais livre acho.

    Tenho de gastar mais tempo no teu Debian Dicas porque interessa-me e há coisas que quero saber.

    Abraços

    • boas joão,

      não sei se corremos esse risco, mas podemos pelo menos mitigá-lo, usando alternativas que até podem usar o google mas que respeitam a nossa privacidade como o caso do scroogle, ou usar o ixquick.

      eu tb uso o gmail e tenho conta do gwave, mas não uso, foi só mais para ver como aquilo era.
      agora podemos usar o gmail e ao mesmo tempo nos proteger-mos, estou a escrever uma entrada sobre isso.

      o ideal seria criares o teu proprio mail, com hardware como o sheevaplug e pogoplug mais software livre, ficas com uma cloud privada🙂

      ab

    • boas lusitano,

      hoje ainda não naveguei, vou dar olhada a essa interessante noticia.

      ab

    • eu não percebo muito da coisa, mas vocês acham que isso é um passo mais próximo para o GNOME deixar de ser “livre” e “grátis”? se é que é possivel um gerenciador de janelas ser pago. Não sei…

      (agora estou mesmo aqui a ver se aprendo qualquer coisinha, eheh)

      • sinceramente nunca gostei do gnome, e ele só apareceu porque no inicio a biblioteca qt que o kde usa não era livre, mas há tempos que isso está resolvido, a qt agora é gpl e lgpl.

        o problema são os lambe botas da microsoft que estão em cargos importantes do gnome como o idiota do miguel icaza entre muitos outros que estão a destruir o gnome e parte da comunidade do software livre ao cada vez mais introduzirem tecnologia da microsoft no projecto quando não era necessário estando a colocar o projecto em perigo.

        o RMS tem razão, o gnome faz parte do projecto GNU, como tal há regras para serem seguidas.

        de qq forma eu continuo com os meus KDE, E17 e flux/openbox+lxde🙂

        ab

  2. […] Após a triste intervenção do CEO da google, mas a qual agradecemos pelos esclarecimentos sobre o que o manda chuva da google acha da privacidade dos seus utilizadores, resolvi criar uma entrada com alguma informação sobre como nos proteger-mos da espionagem e invasão da nossa privacidade por parte da empresa deste senhor e não só. […]

  3. […] Mais Populares Dicas: Colocar legendas SRT em ficheiro AVI já existenteConfia a sua privacidade ao Google? Pense duas vezes!Beautiful Women – Diane LaneBeautiful_Women: Megan FoxBeautiful Women – Elisha CuthbertVestir a […]

  4. 22 milhões de emails apagados na Casa Branca, durante a invasão do Afeganistão e a preparação da guerra no Iraque, foram recuperados pelo Arquivo Norte-Americano de Segurança. http://clix.expresso.pt/recuperados-22-milhoes-de-emails-apagados-por-bush=f552994

    • muito interessante, mas com o sr Obama que protege os seus donos, a anterior Administração de Bush/Cheney não se precisa de preocupar.

      ab

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: