NWO News: Documento da Intelligence dos EUA planeia destruir WIKILEAKS

Não tenho tido tempo para escrever muito por aqui e o mais provável é que ainda escreva menos nos próximos tempos, como tal vou tentar pelo menos ir colocando por aqui links e resumos para notícias interessantes sobre o progresso da Nova (Des)Ordem Mundial.

Começo pela notícia que acabo de ler no site Wikileaks, o qual tem online um documento de 32 páginas classificado da Contra-Inteligência dos EUA sobre o que seria necessário para descredibilizar o site Wikileaks por forma a acabar com ele.

O objectivo seria o de impedir que o Wikileaks tal como o Cryptome, tenham online documentos enviados por denunciadores/whisleblowers ou até por espiões/toupeiras, documentos esses que expõe a NWO e muito concretamente quer a canalha banqueira quer o Complexo Industrial Militar.

O plano para a destruição do Wikileaks consistiria em destruir aquilo que ele tem de mais importante a sua credibilidade e especialmente a sua faculdade de manter secretas as suas fontes de informação.

Este documento dá ainda exemplos de países [China, Israel, North Kora, Russia, Vietnam, and Zimbabwe] onde o Wikileaks foi barrado, dando assim a entender que eventualmente essa seria ainda uma das possibilidades para o atacar.

Infelizmente já ocorreu a triste realidade de até a Alemanha ter barrado o site.

WikiLeaks 15. Mar. 2010: U.S. Intelligence planned to destroy WikiLeaks, 18 Mar 2008

This document is a classifed (SECRET/NOFORN) 32 page U.S. counterintelligence investigation into WikiLeaks.The possibility that current employees or moles within DoD or elsewhere in the U.S. government are providing sensitive or classified information to Wikileaks.org cannot be ruled out”. It concocts a plan to fatally marginalize the organization. Since WikiLeaks uses ``trust as a center of gravity by protecting the anonymity and identity of the insiders, leakers or whisteblowers”, the report recommends “The identification, exposure, termination of employment, criminal prosecution, legal action against current or former insiders, leakers, or whistlblowers could potentially damage or destroy this center of gravity and deter others considering similar actions from using the Wikileaks.org Web site”. [As two years have passed since the date of the report, with no WikiLeaks’ source exposed, it appears that this plan was ineffective]. As an odd justificaton for the plan, the report claims that ``Several foreign countries including China, Israel, North Korea, Russia, Vietnam, and Zimbabwe have denounced or blocked access to the Wikileaks.org website”. The report provides further justification by enumerating embarrassing stories broken by WikiLeaks—U.S. equipment expenditure in Iraq, probable U.S. violations of the Chemical Warfare Convention Treaty in Iraq, the battle over the Iraqi town of Fallujah and human rights violations at Guantanamo Bay.

Já agora alguns dos mais recentes documentos do Cryptome:

cia-spy.pdf Central Intelligence Agency Lawful Spying Guide March 15, 2010
nsa-spy.pdf National Security Agency Lawful Spying Guide March 15, 2010
att-spy.pdf ATT Lawful Spying Guide March 15, 2010
bt-spy.pdf British Telecom Lawful Spying Guide March 15, 2010
ebay-paypal-spy.pdf Ebay-PayPal Lawful Spying Guide March 15, 2010


Para quem ainda duvida que os Governos das supostas Democracias Ocidentais são incapazes de levar a cabo False Flags ou ainda fazer experiências com os seus próprios cidadãos sem que estes tenham qualquer conhecimento delas, esta notícia do Telegraph do UK é ilucidativa.

De acordo com ela, os EUA por intermédio mais uma vez da funesta CIA, levaram a cabo nos anos 50 uma experiência em França na qual colocaram LSD no pão na região de Pont-Saint-Esprit, o que entre outras coisas levou os residentes a sofrerem de diversas alucinações, tendo mesmo alguns acabado por falecer.

Foi apenas mais uma das muitas operações para testar o Controlo das mentes dos cidadãos.

Ainda relativamente a este caso convém referir que num dos habituais ‘suicidios’ que ocorrem tantas vezes, parece que a CIA em virtude destas experiências terá assassinado um dos cientistas do projecto, Frank Olson.

French bread spiked with LSD in CIA experiment – Telegraph

A 50-year mystery over the ‘cursed bread’ of Pont-Saint-Esprit, which left residents suffering hallucinations, has been solved after a writer discovered the US had spiked the bread with LSD as part of an experiment.

Author claims the CIA released LSD into the New York City subway system in government test – NYPOST.com

On
Nov. 28, 1953, Frank Olson, a bland, seemingly innocuous 42-year-old
government scientist
, plunged to his death from room 1018A in New
York’s Statler Hotel, landing on a Seventh Avenue sidewalk just
opposite Penn Station.

Olson’s ignominious end was written off
as an unremarkable suicide of a depressed government bureaucrat who
came to New York City seeking psychiatric treatment, so it attracted
scant attention at the time.

But 22 years later, the Rockefeller
Commission report was released, detailing a litany of domestic abuses
committed by the CIA. The ugly truth emerged: Olson’s death was the
result of his having been surreptitiously dosed with LSD days earlier
by his colleagues.

The shocking disclosure led to President
Gerald Ford’s apology to Olson’s widow and his three children, who
accepted a $750,000 civil payment for his wrongful death.

Menciono o facto dos ‘suicídios’ misteriosos uma vez que após um dos sites da esquerda liberal dos EUA, o Huffington Post, ter prestado um serviço à Nova (Des)Ordem Mundial ao ter removido um artigo do ex-Governador Jesse Ventura sobre a mentira da conspiração oficial dos atentados de 11set2001, Jesse Ventura disse alto e em bom som no programa de Alex Jones, que ele não tencionava nem desistir de denunciar as verdadeiras mentiras que continuam a ser vendidas sobre os atentados e muito menos tencionava suicidar-se, isto porque tal como o artigo menciona, o que não faltam são ‘suicidios’ muito mal explicados.

Powered by ScribeFire.

3 Respostas

  1. Microsoft fez pressões para descartar Linux no e-escolinha

    A Microsoft não queria que o Magalhães, o portátil distribuido no e-escolinhas tivesse dual-boot, tendo feito pressões para que o computador iniciasse automaticamnete com o Windows, revelou ontem Paulo Trezendos, director técnico da Caixa Mágica, na sua audição perante a Comissão eventual de inquérito à Fundação das Comunicações Móveis.

    “A Microsoft utilizou toda a espécie de pressões para que o Windows iniciasse automaticamente, mas tanto o Ministério da Educação como a JP Sá Couto conseguiram” evitar essa limitação, permitindo que fosse possível seleccionar o sistema operativo, disse Paulo Trezentos, na audição na Comissão de Inquérito, citado pela Agência Lusa.

    Os mais de 400 mil portáteis distribuidos junto das crianças do primeiro ciclo durante o ano lectivo de 2008/2009 têm os dois sistemas operativos, o Windows e o Linux Caixa Mágica, podendo as crianças escolher no arranque qual querem utilizar.

    Respondendo aos deputados, Paulo Trezentos assumiu também a culpa da Caixa Mágica nos erros de ortografia que alguns dos programas incluídos na distribuição de Linux apresentavam e que a empresa se apressou a corrigir.

    Durante a audição, o director técnico da Caixa Mágica adiantou ainda que a empresa foi consultada por alguns dos fabricantes que entraram no concurso para a selecção do novo portátil que vai integrar o programa e-escolinhas e que prevê a distribuição de 250 mil equipamentos nos próximos três anos.

    “No concurso para o e.escolinha 2 há várias propostas, nós estaremos em algumas”, garantiu Paulo Trezentos, sem referir nomes.

    Recorde-se que o prazo para entrega das propostas para este concurso terminou na semana passada e que foram apresentadas cinco propostas.
    http://tek.sapo.pt/noticias/computadores/microsoft_fez_pressoes_para_descartar_linux_n_1053055.html

  2. […] o facto de há não muito tempo terem divulgado o documento que já aqui fiz referência onde a intelligence dos EUA se preparavam para os desacreditar «U.S. Intelligence planned to destroy WikiLeaks, 18 Mar […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: