Wikileaks volta à carga com o ‘Diário da guerra Afegã’ – 91mil documentos classificados

Uma vez mais, o site Wikileaks demonstra a cada vez maior importância que tem para termos acesso a informação que de outra forma nunca seria conhecida.

Desta vez divulgaram cerca de 92mil documentos classificados sobre a guerra no Afeganistão, tendo designado essa info de Afghan War Diary (AWD) http://wikileaks.org/wiki/Afghan_War_Diary,_2004-2010 com uma página para o assunto http://wardiary.wikileaks.org/ tal como fizeram com o Collateral Murder http://www.collateralmurder.com/

Kabul War Diary

WikiLeaks today released over 75,000 secret US military reports covering the war in Afghanistan.

The Afghan War Diary an extraordinary secret compendium of over 91,000 reports covering the war in Afghanistan from 2004 to 2010. The reports describe the majority of lethal military actions involving the United States military. They include the number of persons internally stated to be killed, wounded, or detained during each action, together with the precise geographical location of each event, and the military units involved and major weapon systems used.

Entre os media mainstream que já pegaram e trataram com alguma profundidade o assunto encontram-se o Spiegel da Alemanha, NYTimes dos EUA e o The Guardian do Reino Unido.

Um dos documentos que me chamou à atenção é relativo à Task Force 373, um grupo de assassinos criado com operacionais dos Navy SEAL e da Força Delta dos EUA, respondendo directamente a ordens do Pentágono mas operando completamente fora da cadeia de comando da NATO International Security Assistance Force (ISAF).

Não deixa de ser interessante a maneira como esse tema é abordado pelo Der Spiegel e pelo The Guardian, no primeiro é afirmado que esse grupo de assassinos funciona independentemente da NATO, respondendo apenas aos EUA, o jornal alemão vai mesmo mais longe ao escrever que politicamente o governo alemão terá de dar explicações uma vez que a Task Force 373 opera a partir de uma base alemã no Afeganistão; por seu lado o jornal britânico indica que essa força de intervenção é uma força secreta ao serviço da NATO com o único objectivo de perseguir e abater alvos sem que estes sejam detidos e entregues às autoridades por forma a terem direito a um julgamento justo.
É uma espécie de Judge Dredd!

Questiono-me se esta Task Force 373 terá algo a ver com o grupo de assassinos que operava sob as ordens directas de Dick Chenney, e que se enquadrava no Joint Special Operations Command — JSOC.

Seymour Hersh: “Executive Assassination Ring” Answered to Cheney, Had No Congressional Oversight | Civil Liberties | AlterNet

“Right now, today, there was a story in the New York Times that if you read it carefully mentioned something known as the Joint Special Operations Command — JSOC it’s called. It is a special wing of our special operations community that is set up independently. They do not report to anybody, except in the Bush-Cheney days, they reported directly to the Cheney office. They did not report to the chairman of the joint chiefs of staff or to Mr. [Robert] Gates, the secretary of defense. They reported directly to him. …

Outra notícia bastante interessante e que poderá anunciar para breve mais uma guerra (Irão), é relativa a mais um buraco descoberto nos sistemas operativos da microsoft (incluindo os mais recentes) e que em conjunto com software de diversos sistemas de controlo industrial da siemens, que se designam por SCADA, permitiu um ataque massivo aos sistemas iranianos.

Iran was prime target of SCADA worm – BusinessWeek

Computers in Iran have been hardest hit by a dangerous computer worm that tries to steal information from industrial control systems.
According to data compiled by Symantec, nearly 60 percent of all systems infected by the worm are located in Iran. Indonesia and India have also been hard-hit by the malicious software, known as Stuxnet.

Não me admiraria nada de mãozinha israelita e dos EUA nisto a preparem-se para atacar o Irão, até porque isto não é caso virgem, fizeram o mesmo com o Iraque na primeira invasão, mas usando backdoors em impressoras.

É por isso que é tão importante que o Estado português, olhe para os sistemas e redes informáticas como se de armamento se tratasse.

Apesar das minhas primeiras reticências ao projecto do BE para obrigar a APublica a usar Software Livre, parece-me cada vez mais a opção correcta a tomar. http://nixware.net/node/18

Mais info aqui:

Afghanistan war logs: Task Force 373 – special forces hunting top Taliban | World news | guardian.co.uk

The Nato coalition in Afghanistan has been using an undisclosed “black” unit of special forces, Task Force 373, to hunt down targets for death or detention without trial. Details of more than 2,000 senior figures from the Taliban and al-Qaida are held on a “kill or capture” list, known as Jpel, the joint prioritised effects list.

Secret files reveal ‘unseen Afghan war’ – Channel 4 News

A major security breach reveals alleged “execution squads”, an apparent plot to kill the Afghan president and previously unreported civilian deaths. Wikileaks editor Julian Assange speaks to Channel 4 News about his decision to leak the secret files online.

Task Force 373 and Targeted Assassinations: US Elite Unit Could Create Political Fallout for Berlin – SPIEGEL ONLINE – News – International

One element of the war logs that is likely to spark considerable debate is the information they provide about the United States’ Task Force 373, whose work the Pentagon has sought to keep under tight wraps throughout the war in Afghanistan. The unit of elite soldiers, which includes members of the Navy Seals and the Delta Force, get their orders directly from the Pentagon in Washington and operate outside of the chain of command of NATO’s International Security Assistance Force (ISAF).

Julian Assange on the Afghanistan war logs: ‘They show the true nature of this war’ | World news | guardian.co.uk

Julian Assange, the founder of Wikileaks, explains why he decided to publish thousands of secret US military files on the war in Afghanistan

Powered by ScribeFire.

13 Respostas

  1. Pois… por estas e por outras que denuncias por aqui, mereceste um prémio, i.e. a minha firewall (comodo) avisa que este site é “dangerous”! ROFL!

    Enfim, as corporações geridas pela ganância suprema não descansam enquanto não forem donas de tudo e de todos!

    Bjs

    • olá Ana, com que então a tua firewall já me considera terrorista!!! lolll

      Já agora uma questão, ela queixa-se só do meu site ou do dominio wordpress?

      bjs

  2. Continuo desconfiado do Wikileaks. E logo com 92 mil documentos classificados…

    • boas Diogo, eu agora tb estou mais desconfiado, ou melhor, tal como se deve fazer sempre, há que ser critico ao máximo e partir do principio que toda a informação é desinformação.

      estou a preparar um pequeno post agora que o big brother google já chegou à conclusão que o meu site não tem problemas.

      ab

  3. Quando o globalismo chega ao fim…
    O ano da dissolução da América
    http://resistir.info/crise/roberts_2017.html

  4. Só do teu site… mas, foi só ontem. Hoje és inofensivo. lol

    Btw, Can you tell the name of 3 great Kings who have brought happiness & peace into people’s lives?

    I bet you don’t know… I’ll help you:
    – Smo-king, Drin-king and Fuc-king!!! /

    E viva a monarquia! /

    Sorry… for any inconvenience.
    Bjs🙂

    • lolll excelente🙂

      pois, os policias da CIA.Google indicam que o site não está a criar nenhum problema, mas não são capazes de enviar antes um mail a indicar possiveis problemas para que um gajo os resolva, é logo à bruta.

      e isto acontece apenas com malware, qd tiverem a ACTA e o TPM a funcionar como querem varrem um gajo da rede, no questions asked!

      bjs

  5. Boas Pessoal, é muito simples.
    Os campos de concentrção da FEMA ainda estão vazios. Isto sai porque eles querem uma revolução, desordem civil, etc. Para prender os não conformistas com a NWO.
    É o melhor para separar o trigo do joio.

    • boas, concordo contigo.

      Primeiro há que gerar uma bronca grande para depois poder decretar a Lei Marcial e depois levar o pessoal para os campos da FEMA.

      Creio que para lá caminhamos….

      cumps,

  6. Concordo em absoluto com essa vossa previsão. Aliás as corporações (e a banca) estão cada vez mais gordas (em cash e por absorverem outras mais pequenas) e como tal são autênticos monopólios prontos a aplicarem as regras da escravatura. Portanto, comunicações; entretenimento; agro-química; energias; água e na globalidade todos os produtos/bens essenciais estão nas garras de uns quantos, nomeadamente árabes, chineses, russos e judeus. O futuro da “nossa” liberdade individual (a médio prazo) está irremediavelmente comprometido, na minha opinião. No entanto, por outro lado estou convencida que a maioria da população se “adaptará” à NWO sem grandes ondas… desde que os 3 “kings” ainda existam. Os “campos” serão para uso exclusivo de uma minoria mais esclarecida… e menos conformada.

  7. o problema do wikileaks é ke usa informaçao secreta como arma de desinformação ke por sua vez oculta e mantem na obscuridade outros topicos paralelos de maior importancia. nao sai nada ke nao seja do interesse dos conspiradores.

    estes documentos nomeadamente, por muito ke sirva para chocar a opiniao publica kuanto às atroçidades e crimes de guerra(sendo ke guerra ja é crime por si) praticados no afeganistão e iraque, o ke no minimo deveria chocar e forçar a opiniao publica americana a exigir ao seu “governo” ke pare a guerra tal como fizeram aquando do vietname.

    esta é a parte positiva destes documentos, o problema e o ke acabou por expor o wikileaks como agencia de desinformaçao autorizada é ke estes documentos tambem foram “compostos” de forma a manter a farsa do terrorismo islamico, fazendo kerer e dando razão a kualker justificação do porque da ocupaçao americana continuar apesar do mes passado ter sido o mais mortifero para as tropas americanas desde 2001.

    estes documentos revelam os horrores ke ja deviam ser conhecidos de kualker guerra, mas nao mostram, nem alguma vez se espere ke o wikileaks mostre documentos a provar como o dito terrorismo islamico é criado e financiado e gerido pela CIA/mossad e o ke restou do KGB-FSB russo(a velha rotina de criar problemas para introduzir soluções e avançar a agenda global). tal como nunca se vera la nada ke mostre o facto de como as tropas americanas no afeganistão estao não a proteger nenhuma população nem a combater “terroristas”(nativos ke reconheceram e combatem o ke é na verdade um invasor), mas sim a proteger os campos de papoilas e assegurar o transporte seguro da heroina produzida para exportaçao mundial.

    e assim se continua a financiar operaçoes de insurgencia e desestabilização em kk nação neste planeta, indepedentemente de ser uma ditadura aberta ou não, nesta ditadura mundial os ditadores podem ditar a vontade, desde ke aceitem um banco central controlado pelas familias e linhagens do costume.

    ou seja é facil entender o porque de alguns paises serem demonizados e classificados como “eixo do mal” na generalidade dos media ocidentais.

    bem, foi bom poder falar sobre estes topicos na minha lingua mãe, infelizmente não é todos os dias ke se tem essa oportunidade.

    Cumprimentos a todos os intervenientes neste espaço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: