e.coli – Estamos a assistir a uma PsyOp com Armas biológicas ou às consequências do uso de OGM/GMOs?

https://i1.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/82/E_coli_at_10000x.jpg
via Wikipedia

‘If you control the oil you control the country; if you control food, you control the population.’
Henry Kissinger
“Se controlares o petróleo controlas o país, se controlares a alimentação, controlas a população”

UPDATE no fim

Com este título estarão já a pensar algo como….pronto lá está este gajo com teorias da conspiração mirabolantes….

Uma vez mais recordo-vos que nunca nos podemos esquecer do passado, do que os diversos Estados já por inúmeras vezes fizeram aos seus cidadãos…. Nomeadamente os EUA, mas não só!


Depois de terem acordado com os dados históricos acima, é um facto que existem mais uma vez coisas bastante estranhas em todo este caso, histórias da carochinha (tipo as da morte de Bin Laden) como bem lembrou o Bruno Fehr na sua recente entrada sobre o tema da e.coli.

A Ana, numa resposta à entrada, Rapidinhas: Que fazer quando se perde $US1,3B do cliente? Invade-se o país, deixou-me um link interessante sobre este tema o que me levou a escrever sobre o tema, deixando aqui alguma info que como é óbvio está arredada dos nossos media.

Tratavam-se dos pepinos espanhóis, o que era algo estranho quando na Espanha não haviam casos registados.
Segundo nos informa o Centro Europeu para o controlo e prevenção de doenças, apenas existe registo de um caso em Espanha até hoje dia 6Junho2011.


via ECDC

Afinal supostamente já não se trata nem de pepinos, nem de tomates nem de alface, mas sim, talvez, who knows?!!! de rebentos de soja…alemães.

E.coli: Indícios dos Rebentos de soja não devem desviar atenções | Ciberjunta

No entanto, o ministro da Saúde alemão revela que estamos perante indícios, apenas, e não provas conclusivas.

Não encontrei informação sobre se a teoria dos rebentos de soja tem a ver com soja biológica ou GMO/OGM, de qualquer forma mesmo que a fonte fosse ao nível dos vegetais, estes teriam de ter sido contaminados talvez a partir de estrume animal, afinal de contas a bactéria vive quer nos intestinos dos animais quer nos nossos.

Menciono o problema dos OGM/GMO porque recentemente têm sido descobertos diversos casos de contaminação quer animal quer humana, inclusive em fetos, por parte de pesticidas usados neste tipo de agricultura bem como a descoberta de um micro-fungo em soja (Roundup ready) da Monsanto que causa abortos.

Ou será este apenas mais um ataque concertado e muito bem planeado à alimentação biológica, até porque a Soja é cada vez mais usada em inúmeros produtos.
Afinal de contas o Codex Alimentarius está aí, bem como nova legislação europeia que ataca sem dó nem piedade os produtos biológicos.

Nos EUA há anos que a FDA em concertação com as mega empreas de frankenfood e GMOs vem tentando por todos os meios acabar com a produção de alimentos biológicos.
Aliás os EUA têm por todos os meios tentado contaminar a Europa com GMO/OGM até com o apoio do Vaticano como se veio a descobrir a partir dos telegramas expostos pelo Wikileaks.

Na notícia sobre os rebentos de soja é afirmado que “Dispomos de indícios de que uma empresa é a fonte da infeção, mas só com os exames de laboratório poderemos ter certezas absolutas”, disse o ministro da Saúde, Daniel Bahr, ao canal ARD.”
Mas se é esse o caso, porque razão logo a seguir na notícia é afirmado que “Enquanto não houver certezas absolutas sobre a origem da bactéria E.coli, todos os vegetais são desaconselhados: rebentos de soja, sementes geminadas, tomates, pepinos, entre outros.”

Isto não faz qualquer sentido, se o problema se encontra apenas numa empresa, não existe razão para desaconselhar o que quer que seja desde que não seja proveniente dessa mesma empresa, a não ser claro que os objectivos sejam outros.

Segundo diversas notícias, esta estirpe super-tóxica que parece ser composta por uma combinação de outras duas estirpes, contém diversos genes (TEM-1 and CTX-M-15 extremamente mortíferos) resistentes a pelo menos oito classes diferentes de antibióticos.
Segundo o site NaturalNews, esta estirpe é uma variação da 0104 que normalmente não é resistente a antibióticos.

Forensic evidence emerges that European e.coli superbug was bioengineered to produce human fatalities

When scientists at Germany’s Robert Koch Institute decoded the genetic makeup of the O104 strain, they found it to be resistant to all the following classes and combinations of antibiotics:

• penicillins
• tetracycline
• nalidixic acid
• trimethoprim-sulfamethoxazol
• cephalosporins
• amoxicillin / clavulanic acid
• piperacillin-sulbactam
• piperacillin-tazobactam

In addition, this O104 strain posses an ability to produce special enzymes that give it what might be called “bacteria superpowers” known technically as ESBLs:

WHO: E. coli outbreak caused by new strain – Yahoo! News

The DNA of the new E. coli strain, believed to have contaminated salad vegetables, was analyzed by Chinese and German scientists. It contains several genes that cause antibiotic resistance and is similar to a strain that causes serious diarrhea and is found in the Central African Republic, according to a statement from the Shenzhen, China-based laboratory, BGI. Those scientists were working together with the University Medical Center Hamburg-Eppendorf.

“This is a unique strain that has never been isolated from patients before,” Hilde Kruse, a food safety expert at the World Health Organization, told The Associated Press. The new strain has “various characteristics that make it more virulent and toxin-producing” than the many E. coli strains people naturally carry in their intestines.
(…)
Previous E. coli outbreaks have mainly hit children and the elderly, but the European outbreak is disproportionately affecting adults, especially women. Kruse said there might be something particular about the bacteria strain that makes it more dangerous for adults.

Outbreak in Europe blamed on ‘super-toxic’ strain – Business – Stocks & economy – msnbc.com

Chinese and German scientists analyzed the DNA of the E. coli bacteria and determined that the outbreak was caused by “an entirely new, super-toxic” strain that contains several antibiotic-resistant genes, according to a statement from the Shenzhen, China-based laboratory BGI. It said the strain appeared to be a combination of two types of E. coli.

“This is a unique strain that has never been isolated from patients before,” Hilde Kruse, a food safety expert at the World Health Organization, told The Associated Press on Thursday. The new strain has “various characteristics that make it more virulent and toxin-producing” than the many E. coli strains people naturally carry in their intestines.

Segundo diversas notícias, esta estirpe parece ser mais contagiosa nas mulheres que nos homens, causa profundo mau estar, diarreias líquidas, falha dos rins e mais alguns sintomas que os médicos têm dificuldade em explicar como sejam a completa desorientação por parte dos pacientes assim como uma enorme agressividade.

Conclusão, estaremos perante mais uma consequência do uso e abuso de GMO/OGM e de antibióticos na cadeia alimentar, de mais uma PSYOP com o objectivo habitual de promover o nosso já conhecido método Problema, Reacção, Solução, ou de mais um descuido?! no manuseio de armas biológicas que vêm sendo desenvolvidas sem grande controlo inclusive tal como acontece com as armas nucleares, havendo países que se recusam a dar informação sobre o seu desenvolvimento como é o caso mais uma vez de Israel? Quanto aos países que se sabe que as desenvolvem, fazem-no com a desculpa que precisam de as criar para poderem criar antídotos.

Germs Gone Wild – Bioweapons Research

“A
superb guided tour of the demented world of twenty-first century
bioweapons research in America, where dangerous new labs seem to pop up
on every street corner, the lines between offense and defense blur, and
people who question the wisdom and safety of it all are derided by their
own government.”

Eu por mim que ando cada vez mais desconfiado da suposta bondade dos diversos governos por esse mundo fora e tendo em conta o exposto no artigo da Natural News que abaixo e acima cito, começo a pensar se realmente não estaremos mais uma vez a assistir ao vivo a mais um exemplo de Terrorismo de Estado como os diversos exemplos que citei logo no início da entrada.

Estaremos a assistir ao teste em condições reais de uma poderosa arma biológica que pode ser colocada nos mais diversos produtos?
E. coli have already been used to produce such diverse products as
insulin for diabetics; enzymes used in laundry detergent, and polymer
substitutes in carpets and plastic.

Não é novidade nenhuma que a Elite global quer exterminar a maior parte da população, pretendendo que esta apenas se situe nos cerca de 500 milhões de seres humanos no planeta como escreveram em diversos livros, artigos e estudos o actual czar de Obama para a ciência, John P. Holdren, mas também Henry Kissinger entre outros.

Forensic evidence emerges that European e.coli superbug was bioengineered to produce human fatalities

So how, exactly, does a bacterial strain come into existence that’s resistant to over a dozen antibiotics in eight different drug classes and features two deadly gene mutations plus ESBL enzyme capabilities?

There’s really only one way this happens (and only one way) — you have to expose this strain of e.coli to all eight classes of antibiotics drugs. Usually this isn’t done at the same time, of course: You first expose it to penicillin and find the surviving colonies which are resistant to penicillin. You then take those surviving colonies and expose them to tetracycline. The surviving colonies are now resistant to both penicillin and tetracycline. You then expose them to a sulfa drug and collect the surviving colonies from that, and so on. It is a process of genetic selection done in a laboratory with a desired outcome. This is essentially how some bioweapons are engineered by the U.S. Army in its laboratory facility in Ft. Detrick, Maryland
(…)
When considering the genetic evidence that now confronts us, it is difficult to imagine how this could happen “in the wild.” While resistance to a single antibiotic is common, the creation of a strain of e.coli that’s resistant to eight different classes of antibiotics — in combination — simply defies the laws of genetic permutation and combination in the wild. Simply put, this superbug e.coli strain could not have been created in the wild. And that leaves only one explanation for where it really came from: the lab.
(…)
The evidence now points to this deadly strain of e.coli being engineered and then either being released into the food supply or somehow escaping from a lab and entering the food supply inadvertently. If you disagree with that conclusion — and you’re certainly welcome to — then you are forced to conclude that this octobiotic superbug (immune to eight classes of antibiotics) developed randomly on its ownand that conclusion is far scarier than the “bioengineered” explanation because it means octobiotic superbugs can simply appear anywhere at any time without cause. That would be quite an exotic theory indeed.

UPDATE: afinal parece que os testes mais recentes não confirmam que a fonte do contágio fosse a fazenda do norte da Alemanha; também já não se ouve falar da soja….cada vez mais há razões para desconfiar e muito de tudo isto.

Mais updates serão feitos nos comentários.

Powered by ScribeFire.

10 Respostas

  1. Acima mencionei que os EUA, Rússia etc continuam a desenvolver armas biológicas sempre com a desculpa que é ou para se defenderem ou para desenvolver vacinas, aqui fica uma notícia recente sobre a Varíola.

    Supostamente os EUA desde 1969 e respeitando o tratado de não proliferação deste tipo de armas deveria ter parado com o seu desenvolvimento, sabe-se que a ex-URSS o continuo e claro os EUA, já para não mencionar Israel que nada diz tal como o faz com as armas nucleares e que até durante o apartheid na África do Sul estava a desenvolver com esta uma arma biológica que supostamente afectaria apenas os seus inimigos árabes.

    “US keeping secret stash of smallpox viruses at lab in Georgia to use for future bioweapons” http://www.naturalnews.com/032641_smallpox_bioweapons.html

    “Today, despite U.S. participation in the BWC, American scientists continue to conduct ongoing research on biological agents,” said this PBS report. “Since 2001 the U.S. government has spent or allocated more than $50 billion to address the threat of biological weapons, including an effort to develop an even deadlier strain of the anthrax virus to test against current vaccines. Scientists are also working on vaccines against the smallpox virus, which has been eradicated worldwide since 1980.”

    “Further, in 2001 – just a week before the 9/11 attacks, The New York Times reported that three secret threat-assessment projects were being conducted by the Defense Department, in conjunction with the U.S. intelligence community. They were called Project Bacchus, Project Jefferson, and Project Clear Vision, each designed to reconstruct a banned bioweapon or mass production facility, and each violated the provisions of bioweapons treaties and agreements to which the U.S. was a party.”

  2. Monsanto’s Roundup and Birth Defects: Is the Public Being Kept in the Dark?
    http://maxkeiser.com/2011/06/08/monsantos-roundup-and-birth-defects-is-the-public-being-kept-in-the-dark/

    Ora aqui está algo de bradar aos céus, esperemos que os cidadãos alemães façam bastante barulho sobre o caso, apesar de pelos vistos quem nos/os desgoverna preferirem defender os interesses destas mega multinacionais do que dos seus próprios cidadãos.

    Já se desconfiava/sabia que o herbicida da Monsanto, Roundup causava diversos problemas muito sérios incluindo defeitos congénitos o que não se sabia é que os reguladores da indústria, a Alemanha e a UE tinham na sua posse um relatório que dava conta disso mesmo desde os anos 80 o qual têm sistematicamente escondido dos seus cidadãos.

    Mais, os reguladores na Alemanha chegaram ao ponto de forma dolosa dizerem aos seus cidadãos que não existia qq problema com o glyphosate.

    “WASHINGTON — Industry regulators have known for years that Roundup, the world’s best-selling herbicide produced by U.S. company Monsanto, causes birth defects, according to a new report released Tuesday.

    The report, “Roundup and birth defects: Is the public being kept in the dark?” found regulators knew as long ago as 1980 that glyphosate, the chemical on which Roundup is based, can cause birth defects in laboratory animals.

    But despite such warnings, and although the European Commission has known that glyphosate causes malformations since at least 2002, the information was not made public.

    Instead regulators misled the public about glyphosate’s safety, according to the report, and as recently as last year, the German Federal Office for Consumer Protection and Food Safety, the German government body dealing with the glyphosate review, told the European Commission that there was no evidence glyphosate causes birth defects.”

  3. Na SIC notícias leio uma notícia muito curiosa….

    Pepino com estirpe perigosa da bactéria E.coli encontrado no lixo em Magdeburgo, no leste da Alemanha
    http://sicnoticias.sapo.pt/vida/2011/06/08/pepino-com-estirpe-perigosa-da-bacteria-e.coli-encontrado-no-lixo-em-magdeburgo-no-leste-da-alemanha

  4. Camarada, mais uma vez “eles” fazem o que têm a fazer para reduzir a população mundial. Parece mentira e saído dum livro de Julio Verne mas é a mais pura das verdades! Nós, o povo, está a mais neste mundo e os senhores querem-no só para eles!
    Há dias, devido às “aventuras dos pepinos maléficos” falei entre colegas de trabalho (colegas, mas não camaradas!) sobre o Codex Alimentarius… Ficaram a olhar p’ra mim com cara de ovelha amestrada e riram-se: “Ah e tal , tu és maluco, andas doido com essas histórias…”
    O problema é que as ovelhas não sabem que o são e não querem ser outra coisa.
    Abraço e parabéns pelo trabalho que tens vindo a fazer.

  5. Ando mesmo por fora das noticias, e nem reparo nestas tretas.
    Mas li que havia problemas com “os pepinos”, e perguntei como era possivél haver pepinos há milhares de anos, e nunca ter havido problemas?
    Será que só os produtos naturais, agora, é que têm problemas, principalmente na europa? São as vacas, as aves (esta global), e agora os pepinos.
    Mas sobre as merd*s quimicas que comemos, nem uma palavra. Longe vai o tempo em que tudo tinha medo dos produtos com E´s… Os E550, E400, etc
    Foi isto que me lembrei 😉

    • boas,

      exactamente, agora esta escumalha inventou que os produtos biológicos é que são o problema, o resto das merdas que nos impingem como os GMO na cabeça doente desta gentalha é que são os bons.

      newspeak em toda a linha, branco é preto, guerra é paz…

      ab

  6. Mais umas notícias fresquinhas sobre o tema e que mais uma vez colocam sérias dúvidas como tudo isto apareceu….

    Segundo o jornal alemão Spiegel, as autoridades do país continuam sem conseguir explicar como apareceu a estirpe e o foco de contaminação.

    “Meanwhile, health experts still haven’t established how the deadly EHEC bacteria got into the organic farm in Bienenbüttel that supplied contaminated beansprouts to restaurants and cafeterias across northern Germany. The BfR assumes that the seeds for the beensprouts may have been contaminated. But it is also possible that workers brought the bacterium into the farm. Raw beansprouts are a notorious source of infection with dangerous germs including E. coli and Salmonella because of the warm, moist conditions in which they grow. ”
    http://www.spiegel.de/international/germany/0,1518,768278,00.html

    “Is this the breakthrough? According to SPIEGEL ONLINE information, scientists have finally managed to prove that the pathogens that caused a deadly E. coli epidemic in Germany were found on sprouts at a farm in Lower Saxony. Authorities are still puzzled as to how the deadly bacteria got there.”
    http://www.spiegel.de/international/germany/0,1518,767935,00.html

  7. Mais aqui: http://thirteenthmonkey.blogspot.com/

    E de forma a juntar o “útil” ao desagradável: Nuclear Doom http://blog.imva.info/medicine/nuclear-doom

    Bom fds.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: