Actualizações no Nixware e Debian Dicas – Debian 6.0 Squeeze já disponível

Links para actualizações nos blogs Nixware e Debian Dicas:

via Debian

https://i2.wp.com/www.cafe-libertad.de/shop/media/catalog/product/cache/2/image/5e06319eda06f020e43594a9c230972d/d/e/debian3.png

Powered by ScribeFire.

Anúncios

Debian Dicas actualizado: Screencasts em GNU/Linux; LowSpecBox:distros; Apps Financeiras

Ora aqui fica a info sobre a actualização do meu blog dedicado ao Software Livre.

 

https://i1.wp.com/xvidcap.sourceforge.net/instruct-Screenshot.jpg
via xvidcap

 


o meu desktop (#!CB Xfce) – apenas 61Mb de RAM (ao fazer boot)

 

 

https://i1.wp.com/www.documentfoundation.org/img/slides/scaled/extrusion-small.png 

via LibreOffice

https://i2.wp.com/www.grisbi.org/images/screenshots/grisbi-cvs-transactions.png 

via Grisbi

Powered by ScribeFire.

FLOSS News: ODF na Europa, routers e botnets, Ubuntu usa E17

Aqui ficam algumas notícias sobre estes temas, dêem olhada no Nixware 🙂

Elve Gem

Powered by ScribeFire.

Actualizaçoes no Debian Dicas

Eis as entradas que tenho actualizado no meu blog dedicado ao Software Livre, Debian Dicas

De uploads

Powered by ScribeFire.

Microsoft em maré de azar

Parece que a malta de Redmond anda em maré de AZAR…. O Pinguim é realmente tramado e está a afectar fortemente a empresa do hipócrita Bill Gates e do atirador de cadeiras Steve Ballmer.


via OSnews

Para além de terem sido corridos da London Stock Exchange, tendo sido trocados pelo poderoso sistema operativo do Pinguim, o GNU/Linux, parece que agora perderam os dados todos dos utilizadores do serviço Sidekick da T-Mobile segundo a mesmo devido a uma falha de servidores de backup da subsidiária da microsoft, Danger….

T-Mobile: Microsoft Lost All the Sidekick Backups « Data Center Knowledge

Here’s an almost incomprehensible data disaster: T-Mobile is telling all users of its popular Sidekick mobile that all of their data has been lost, and is blaming a server failure at Microsoft’s Danger subsidiary. T-Mobile is advising Sidekick users not to reset their device or let the battery drain completely, which would result in a loss of the data on their device.

É realmente um nome interessante para uma empresa que pertence ao monopólio microsoft e que  depende da sua tecnologia; It’s a real Danger!!! 😉

Mas as más notícias não acabam, por aqui, cada vez é mais comum a microsoft ser trocada por Software Livre, como é o caso da Mosaic, uma organização sem fins lucrativos que também tem estado a deixar Redmond/microsoft e a apostar no Ubuntu.

Nonprofit Runs On Open Source — Open Source — InformationWeek

Now, almost all of Mosaic’s 1,500 PCs in more than a dozen locations run Ubuntu 9.04 delivered over its network with desktop virtualization from NoMachine. Those PCs also run OpenOffice as a productivity suite, Firefox as the Web browser, open source GIMP for photo editing, Scribus for desktop publishing, GLabels for printing labels, and e-mail from Google. On the server side, most of its Web applications run on Apache, and it uses OpenLDAP for directory services and access management.

Embora o exemplo acima seja de pequena monta, a mudança de serviços e de tecnologia da microsoft para a Google, por parte dos correios da Nova Zelândia já é bem assinalável e mais uma vez coloca em causa as vacas sagradas da microsoft, os seus sistemas operativos, ms-office e ms-exchange.

NZ Post: why we chose Google over Microsoft | The National Business Review – New Zealand – business, markets, finance, politics, property, technology and more

This morning, NZ Post announced a three-year deal that will see the SOE’s 2100 postal services staff (that is, all employees outside its Datamail and Kiwibank division) ditch Microsoft Office, Exchange and Outlook in favour of Google Apps Premiere, usually priced at $US50 per person per year.

NZ Post general manager of business enabling Tracey Voice (pictured) told NBR she expects the move to Google Apps will shave $2 million in hardware costs over its three-year term. Storing data in the cloud (or, more specifically, Google data centres in the US) means less hardware to upgrade, buy, cool or maintain.

Talvez motivada por estas perdas todas, a microsof tem vindo a acabar com dezenas de serviços e produtos, o mais recente dos quais, o ms-works.
Tudo isto é claro que leva a uma massiva onda de despedimentos.

A empresa que se gaba de ter biliões no banco, parece andar cada vez mais preocupada, razão parece ter o sr Steve Ballmer quando ainda este ano afirmou que o Software Livre, o GNU/Linux é a maior ameaça à microsoft, colocando mesmo a apple de lado.

Infelizmente no nosso país continuam a reinar, com o enorme apoio do putativo engº Sócrates e sus muchachos como até fora do país é noticiado, Jose Socrates Caves to His Friend Bill Gates and Gives up Portugal’s Digital Sovereignty

Cada vez mais há razões para o caro Steve Ballmer se irritar e dizer as coisas que abaixo são citadas….. 😉

What a pity!

Steve Ballmer’s 20 best quotes

“Fucking Eric Schmidt is a fucking pussy. I’m going to fucking bury that guy, I have done it before, and I will do it again. I’m going to fucking kill Google.” Allegedly said to Mark Lucovsky, a Microsoft distinguished engineer, when he told Ballmer he was defecting to Google. Ballmer also allegedly threw a chair across the room, hitting a desk.

Powered by ScribeFire.

FLOSS_News: Magalhães com dias contados na América latina? Google arranja ms-IExplorer

Depois de ler esta entrada do site dicas-l, questiono-me sobre o futuro do classmate magalhães do putativo engº Sócas na Venezuela e restante América Latina.

É certo que este YeeLoong8089 Notebook poderá ainda não estar preparado para aguentar o uso dado por uma criança, mas se a América Latina pretender elevar a fasquia e começar a distribuir este tipo de máquinas a idades um pouco mais elevadas, como por exemplo preparatória e secundária, este tipo de equipamento está mais que conseguido, uma vez que o seu target é desde já estudantes, e até profissionais.

Este netbook da chinesa Lemote, tem características bem interessantes que o colocam com uma performance ao nível de um intel P4, CPU Loongson MIPS de 64bits, low power, 512/1024Mb de RAM, disco de 160Gb ou SSD de 8G, LCD de 8.9”, basicamente tudo o que um normal netbook tem, e ainda com a enorme vantagem de todos os seus componentes terem sido escolhidos para suportar Software Livre a sério, incluindo o BIOS que também é software livre, não é dito mas presumo que seja o BIOS do projecto OpenBIOS; descobri que afinal usa o PMON2000, com uma licença BSD.

Claro que o sistema operativo que lá corre também é livre, desde a distribuição completamente livre gNewSense sem os ‘blobs’ que tornam algumas das outras distros um pouco menos livres em virtude do kernel linux conter os tais ‘blobs’.
A gNewSense na sua mais recente versão a 2.3 deltah até foi ao pormenor de retirar tudo o que tivesse a ver com o cavalo de Tróia, ms-novell-mono.

gNewSense 2.3 Screenshots

A decisão do governo do Reino Unido de dar emprego a ex-hackers (esta coisa de ex no artigo do theregister, presumo que queira dizer que continuam a ser HACKERS e não crackers, mas que serão agora white hackers, pela parte que me toca agora é que são BLACK hackers) parece que não foi muito bem recebida por um HACKER muito conhecido (Mathew Bevan, aka Kuji) bem como por um especialista em segurança, relata o theregister.

Parece que os rapazes malandros, “naughty boys”, como lhes chama o czar da segurança lá do sitio, Lord West, deverão, ou deveriam ter um papel importante na cyberdefesa do Reino Unido, segundo o jornal sunday express, o MI5 já teria contratado cerca de 50 adolescentes todos asiáticos, para trabalharem num projecto super secreto de segurança, sendo que os contratos que assinaram não lhes permitem dizer nada do que fazem nem aos pais.

Mas algumas suspeitas foram levantadas pelo Kuji, pergunta ele porque raio é que são chamados de malandros se não têm qualquer registo criminal? Como é que chegaram aos ouvidos do GCHQ (a NSA do UK), se não foram apanhados? Se o tivessem sido deveriam ter registo criminal!

Kuji vai ainda mais longe e afirma que não tem conhecimento de Hackers que tenham sido convidados a participar de tal programa, a verdade é que para contratar este tipo de especialistas, 50, estes teriam de ter sido apanhados, se não o foram e se não se sabe de convites, então o UK teve de contratar outsourcing da Índia ou China, mas como é que esta gente passou o crivo da segurança necessária para trabalhar em projectos como este?

Já há tempos alguns especialistas em segurança informática do UK haviam questionado as decisões do governo em adquirir para a sua infraestrutura de redes do país tecnologia da chinesa Huawei em virtude desta poder ter trojans.

Segundo o mesmo Hacker, isto não passa de uma psyops à primeira vista apenas com o objectivo de demonstrar que o UK também está a seguir a Administração de Obama que supostamente está a contratar hackers.

Até porque não faz qualquer sentido que se venha com notícias como esta que vem em sentido contrário do que o UK está a tentar por todos os meios extraditar para os EUA um Hacker, que seria engraçado que no fim viesse a trabalhar para a Admin Obama, embora UK e USA sejam no fundo a mesma coisa, ou melhor UK continua a ser o manda-chuva da elite da NWO!

Secret teen hacker army ridiculed • The Register

Ferguson’s critique of “schoolboy tales of hiring ‘naughty boys’ for hi-tech derring-do” can be found here.

Partido Pirata do Canada cria tracker de bittorrent

Segundo o torrentfreak, o PP do Canadá que está em vias de ser legalizado, enquanto não o é e para não perder tempo vai criando o seu próprio tracker de bittorrent.
O objectivo é demonstrar que a PARTILHA de ficheiro não é uma ameaça, mas uma grande oportunidade para os artistas promoveremo seu trabalho.

Pirate Party Canada Starts a BitTorrent Tracker | TorrentFreak

“We’re starting a BitTorrent tracker to show artists how to properly use P2P technology in order to gain access to a cheap and efficient marketing and distribution network,” Pirate Party spokesman Jake Daynes told TorrentFreak.

“In addition we hope to show the public that P2P is not only for ‘illegal’ activity, and that it can be used to allow aspiring artists access to the global stage. A tracker is the epitome of filesharing, and one of our platform ‘planks’ as it were, is about the promotion of filesharing,”
Jake added.

Apresentação de Florian Schiessl: LiMux & WollMux: Free Software in Munich

Conforme já por aqui escrevi, o projecto de migração para software livre levado a cabo pela cidade alemã de Munique prossegue estando quase a chegar ao fim, mais dois anos e a cidade e a Alemanha no seu conjunto terá ganho a batalha contra o desperdicio quer de recursos quer de dinheiro e impulsionado fortemente a sua economia de TI.

O director do projecto Florian Schiessl afirma mesmo que desde que o projecto LiMux teve inicio que dos cerca de 4 milhões de euros gastos, quase 90% foram para empresas de Munique, muito especificamente para as PME’s.

Parece que continua a controvérsia à volta das apresentações criadas pela microsoft que a best buy usou numa formação dos seus vendedores e que continham verdadeiros ataques ao software livre, incluindo verdadeiras MENTIRAS como se podem ler por aqui – Microsoft’s Latest Anti-GNU/Linux Moves Are Sign of Agony

Mas os senhores de Redmond que continuam a mentir com quantos dentes têm, como fica bem demonstrado pelas contradições entre o discurso e as acções, não se ficaram por aqui, segundo Jim Zemlin da Linux Foundation, a microsoft tem tentado dissiminar o seu discurso de FUD, usando proxys, ao largar 22 patentes relacionadas com o Linux por forma a que as chamadas empresas que apenas vivem de patentes, Patent Trolls, as adquiram por forma a fazerem o trabalho sujo que a microsoft não pode fazer directamente por forma a manter o seu discurso hipócrita que vem sendo desmentido inclusive pela DELL.
Microsoft attack Linux at the retail level

Microsoft Linux-bashing hits a nerve

Inaccurate statements include the assertion that Linux vendors offer no authorized support, and that iPod or video chat support is not available on Linux. One particularly laughable statement is that Linux is not as secure as Windows 7.

In fact, security continues to be a problem for Windows, as reported by our sister site, eWEEK, yesterday. Redmond is now trying to assure nervous customers that the serious bug that recently hit the Windows 7 Release Candidate will be fixed by the time of next month’s product release, says the story.

Microsoft Linux-bashing hits a nerve

Yesterday, Linux Foundation executive director Jim Zemlin was more forthright in making this allegation. In a blog entry, Zemlin writes, “Thus, by selling patents that target Linux, Microsoft could help generate fear, uncertainty, and doubt about Linux, without needing to attack the Linux community directly in their own name.” He goes on to write, “It’s time for Microsoft to stop secretly attacking Linux while publicly claiming to want interoperability.”

Google arranja ms-IExplorer

Para terminar aqui fica uma notícia que deve ter provocado mais uns quantos lançamentos de cadeiras pelo campeão deste tipo de desporto, o senhor Steve Ballmer.

Parece que o google em vez de estar a bater sempre na mesma tecla de ter de desenvolver código para os browsers como devem de ser e que seguem os padrões como o seu Chrome, o Firefox, Opera e Safari, resolveu arranjar o ms-IExplorer com vista a este passar a ter uma máquina de javascript a sério e cumprir com alguns dos critérios das tags HTML5.

É claro que isto não é inocente mas de qualquer forma a todos nós beneficia, incluindo as pessoas que já viram a luz e que há muito que não usam a trampa do browser da microsoft ou nem sequer qualquer coisa que de lá venha como os sistemas operativos, preferindo usar Software Livre e formatos e protocolos livre e abertos.

Como dizia, esta atitude da google não é inocente, mas como a google quer fazer evoluir a rede usando padrões livres e abertos que tanto têm dado à google (google funciona sobre gnu/linux entre outro software livre), precisa que todos nós tenhamos à disposição ferramentas que possam cumprir com esses requisitos, como tal e em virtude do seu fabuloso projecto Google Wave, vai de arranjar o ms-IE.

Microsoft howls as Google turns IE into Chrome • The Register

Updated Google is offering a new Internet Explorer plug-in that turns Microsoft’s browser into a Google browser. And in predictable fashion, Microsoft is peeved.

As it prepares to grant widespread access to the preview version of Google Wave – its new-age communications platform
Google has fashioned an IE plug-in that equips Microsoft’s
future-challenged browser with the rendering and JavaScript engines at
the heart of Google Chrome. Among other things, this introduces IE to
the world of HTML5
, the next generation hypertext markup language that
Microsoft is, shall we say, rather slow to adopt.

FLOSS_News:KDE 4.3 em OpenSolaris;UCAV/Drone powered by GNU/Linux

Ora aqui fica uma mão cheia de boas notícias sobre Software Livre.

KDE 4.3 em OpenSolaris
UCAV/Drone powered by GNU/Linux
Dell afirma que devoluções de Netbooks com GNU/Linux são mito
Novidades da futura versão Fedora Constantine
Arch Linux 2009.08 Vs Ubuntu 9.04

Eu já tinha conhecimento da existência de algumas ‘distros’ baseadas no kernel OpenSolaris, mas hoje descobri mais uma, a Korona que usa o KDE4.3; Já agora o Marcos Marado também deu a dica que a StormOS baseada na Nexenta, que usa as ferramentas GNU do Debian/*buntu e o kernel opensolaris, também permite instalar o KDE4.3 com um simples #apt-get install 🙂

About StormOS | StormOS

StormOS is the first desktop distribution based on Nexenta Core Platform which combines the power of the Solaris kernel with the ease of use of Ubuntu. It aims to be a lightweight OS with everything the average user would want out-of-the-box.

No site relativo a dispositivos que usam GNU/Linux, leio que a empresa Parvus, apresentou o Aurora Excalibur, um UCAV que usa dois PC’s DuraCOR 820 a correrem GNU/Linux.
Infelizmente o poder e a qualidade do Software Livre está cada vez mais a ser usada na indústria da guerra! 😦

O aurora consegue atingir até cerca de740.29824 km/h e permite descolagem vertical, está equipado ou poderá usar, misseis hellfire.

A empresa afirma ainda que o UCAV consegue voar por ele próprio, permitindo aos operadores em terra se concentrarem nos objectivos principais das missões.

Drone takes wing with Linux PCs onboard – News – Linux for Devices

Parvus Corporation has announced a successful test flight for the Aurora Excalibur, an unmanned attack drone using two Linux-based DuraCOR 820 embedded PCs. Offering autonomous vehicle management and flight control, the Excalibur allows operators to focus on mission objectives, according to the company.

Drone takes wing with Linux PCs onboard – News – Linux for Devices

The following are the major specs for the DuraCOR 820:

* Processor — Intel Pentium M738 clocked at 1.4GHz, 2048k L2 cache
* Memory — 1024MB DDR-SODIMM; 2GB CompactFlash (upgradable)
* Video — VGA analog output
* Networking — 2 x 10/100Mbps Ethernet
* >Other I/O:
o 3 x USB 2.0
o 2 x RS-232 serial
o 4 x GP DIO digital inputs
o 4 x GP DIO digital outputs
* Expansion — 1 x CompactFlash (2GB card standard)
* Dimensions — 3.0 x 4.3 x 7.0 inches (75.95 x 109.22 x 177.8 mm)
* Weight — 3 lbs (1.36 kg)
* Chassis — corrosion-resistant aluminum alloy, anodized per MIL-A-8625, Type II, Class 2; flange mount baseplate
* Power — 9-32 VDC Input (28VDC Nominal); 22 Watts max dissipation; reverse, over voltage, surge protected; MIL-STD-704E compliant
* Temperature range — -40 to 158 degrees F (-40 to 70 degrees C); MIL-STD-810F compliant
* Humidity range — 5% to 95% (non-condensing); 100% (condensing); MIL-STD-810F compliant
* Operating shock — 15g, 15ms, 1/2 sine wave, 3 positive/negative per axis; MIL-STD-810F compliant
* Crash-safety shock — 40g, 12ms, 2 pluses per axis
* Random vibration — 0.22-G(squared)/10-Hz to 0.0026-G(squared)/2000-Hz
* EMI/EMC — MIL-STD-461E compliant
* Altitude — 60,000 feet (18,288 meters); MIL-STD-810F compliant
* Dust, water, and moisture resistance — IP65 and NEMA 4 compliant
* Operating system: Linux or Windows XP Embedded (120-day evaluation license)

Ainda no site linuxfordevices,a Dell afirma que devoluções de Netbooks com GNU/Linux são mito.
Bem que a microsoft e os seus fanboys bem tentam passar o medo, incerteza e dúvida em relação à utilização de GNU/Linux nos Netbooks,mas a verdade sempre vem ao cima.

Segundo a Dell a taxa de retorno de Netbooks com GNU/Linux é igual à de Netbooks que usam o sistema microsoft windows.

Dell: High Linux netbook returns a myth – News – Linux for Devices

At OpenSource World (formerly LinuxWorld) in San Francisco this week, Todd Finch, Dell senior product marketing manager, decided to set the record straight on return rates for Dell’s Linux-based Inspiron Mini netbooks, writes Gavin Clarke in The Register. Saying Linux return rates were a “non-issue,” Finch is quoted as saying that Microsoft was “making something of nothing.”

Finch was further quoted as saying, “We don’t see a significant difference between the return rate for Windows versus the rate for Linux. We’ve been quite pleased with the stability and technical soundness of the Linux machines.”

A Dell irá assim continuar a sua aposta na utilização de GNU/Linux em diversos equipamentos que produz, para breve está a introdução da mais recente versão do Ubuntu, a 9.04 Jaunty.
Mas parece que a Dell para além de apostar em Software Livre, irá também colocar em causa a equipa maravilha wintel, microsoft e intel, uma vez que se prepara para lançar Netbooks e Smartbooks usando CPU’s ARM, que claro usarão GNU/Linux, provavelmente o Android e o ChromeOS bem como o Ubuntu.

Na sua caminhada para lançar mais uma versão da sua distro da comunidade, a Red Hat, apresenta na proxima semana a alfa1 da Fedora Constantine, que trará o KDE4.3 e o kernel linux 2.6.31, X.org 7.5.
O Empathy irá substituir o Pidgin, apesar de este ter acabado de lançar uma nova versão com suporte a video e som para o protocolo XMPP, usado por exemplo pelo Gtalk.

[Phoronix] Fedora 12 Alpha To Bring Many Linux Desktop Improvements

The other area making up a bulk of the new features in Fedora 12 relates to improving the virtualization support. Fedora 12 is poised to bring network interface hot-plugging to KVM, improved performance for virtual machines using the qcow2 disk image under KVM, a stable KVM guest ABI, a library for accessing/modifying VM disk images, virtual network interface management, improved virtualization security, and virtualization storage management.

Para finalizar as notícias de hoje, aqui fica uma análise às performances entre Arch Linux e Ubuntu, nas suas versões 2009.08 e 9.04.
Segundo a Phoronix,o grande vencedor é o Arch, mas temos que dar algum desconto a esta análise uma vez que este vem com kernel e até file system mas recente que o Ubuntu.
Enquanto que o Ubuntu usa o Ext3 e o kernel linux 2.6.28 e o Arch usa o Ext4 mais o kernel linux 2.6.30; que farão também parte do futuro *buntu, o 9.10.

[Phoronix] Arch Linux 2009.08 Benchmarks

For the most part, Arch Linux 2009.08 did much better than Ubuntu 9.04 when it came to the disk tests. This is because of the use of EXT4 over EXT3, while Ubuntu 9.10 is switching to EXT4 by default with the forthcoming 9.10 release. Arch Linux is also using the newer 2.6.30 kernel compared to Linux 2.6.28 in the current stable release of Ubuntu. However, when pushing aside the disk tests, there were still some wins for Arch Linux. Arch did better than Ubuntu with the graphics performance (World of Padman), Apache web serving, and dcraw. The only area outside of that where Ubuntu 9.04 pulled a win was with GraphicsMagick. Run your own tests comparing your favorite distributions and test scenarios using the Phoronix Test Suite.