iCoisa ou se o ridículo matasse

É para mim algo de extraordinário como a iCoisa, consegue que as televisões gastem tempo precioso com ela, quando existe informação bem mais importante a dar.

Gastaram-se N minutos a falar de tretas, e a mostrar 200 gatos pingados fúteis e com sérios problemas de índole psíquica numa busca desenfreada pela droga da Apple.

E que tal aproveitarem esses minutos para mostrar o que a m$ por cá faz?

E que tal aproveitarem para mostrar que este país daqui a pouco não tem classe média, que os meninos não sabem ler nem escrever, que a saúde é um cancro, que a justiça é um caos?

Porque não mostrarem que o site português da Expo2008 está minado por tecnologias proprietárias de uma empresa condenada?

Porque não mostrar que essa empresa é juíza em causa própria no caso m$-ooxml?

Porque não mostrar que a corrupção é rainha?

Porque não mostrar que os concursos públicos estão viciados à partida?

Porque não mostrar que não existe razão absolutamente nenhuma para se hipotecar o país com mais três gigantissímos erros que são o TGV, o novo aeroporto e a nova ponte sobre o Tejo?

Porque não mostrar o que os nossos vizinhos espanhóis fizeram com o software livre na Extremadura?

Porquê? Porquê? Porque apenas a futilidade tem tempo de antena?

5 motivos para evitar o iPhone 3G

The 5 real reasons to avoid iPhone 3G:

  • iPhone completely blocks free software. Developers must pay a tax to Apple, who becomes the sole authority over what can and can’t be on everyone’s phones.
  • iPhone endorses and supports Digital Restrictions Management (DRM) technology.
  • iPhone exposes your whereabouts and provides ways for others to track you without your knowledge.
  • iPhone won’t play patent- and DRM-free formats like Ogg Vorbis and Theora.
  • iPhone is not the only option. There are better alternatives on the horizon that respect your freedom, don’t spy on you, play free media formats, and let you use free software — like the FreeRunner.