Onde andam os direitos dos consumidores

as associações portuguesas de gamanço dos consumidores querem adoptar para Portugal a aldrabice aceite pelo estado francês e proposta pelo patrão da fnac, na qual os utilizadores de web que façam downloads que estes senhores considerem ilegais, e nestas coisas ser legal ou ilegal depende sempre de uma mente iluminada que define estas coisas, resolveram pedir para Portugal tomar a mesma iniciativa.

já não lhes chega roubarem em todos os suportes como leitores de dvd etc, dvd’s, cd’s virgens uns centimos mesmo que eu só os use para ver ou gravar coisas que eu próprio produzo, querem agora ainda dar um passo mais longe e serem polícias do que faço na rede internet, era só que nos faltava.

respondo a esses senhores comprando cada vez menos produtos como dvd’s, cd’s e especialmente nunca mais comprarei nada na fnac nem em livrarias ou entidades associadas com esta banda de corjas.

aliás acho que os consumidores quer franceses quer portugueses deveriam boicotar qualquer um desses estabelecimentos.

O site oficial da AAQNGDSR – Associação de Autores Que Não Gostam De Ser Roubados

(…)* No essencial, este acordo prevê (1) um sistema que pode levar ao
cancelamento efectivo do acesso à Internet de utilizadores que
alegadamente tenham violado direitos de propriedade intelectual mesmo
que disso não hajam

provas; (2) sanções para os ISP’s que não cooperem na violação da
privacidade dos seus clientes e na implementação de sistemas
informáticos tecnicamente impossíveis de implementar; (3)
disponibilidade dos ISP’s para pararem de

trabalhar e em vez disso servirem de beta testers para tecnologias de
filtragem de conteúdos ilegais e de acesso aos mesmos, apesar de esse
tipo de tecnologias não serem implementaveis.

Em concreto, o Acordo consagra violação de direitos, e a criação de imposições e tachos, mediante:

1. Compromisso dos poderes públicos

2. Compromissos das sociedades de roubo aos autores e consumidores

3. Compromissos dos vendedores de banha da cobra

Powered by ScribeFire.

Compiz Fusion – atalhos de teclado

Enabling Compiz Fusion On An Ubuntu 7.10 Desktop (NVIDIA GeForce FX 5200)

5 Keyboard Shortcuts

Here’s a list of the most common Compiz Fusion keyboard shortcuts:

SUPER+SHIFT+DRAG LEFT MOUSE = draw fire

SUPER+SHIFT+C = clear fire

CTRL+ALT+DRAG LEFT MOUSE = rotate cube

CTRL+ALT+LEFT ARROW = rotate cube

CTRL+ALT+DOWN ARROW = flat desktop

SHIFT+ALT+UP = initiate window picker

CTRL+ALT+DOWN = unfold cube

ALT+TAB = window switch

SUPER+TAB = flip switcher or ring switcher, depending on which is enabled.

ALT+F7 = initiate ‘move windows’

SHIFT+F9 = water effect

SHIFT+F10 = slow animations

CTRL+ALT+D = show desktop

For Grouping and Tabbing:

SUPER+S = select single window

SUPER+T = tab group

SUPER+Left = change left tab

SUPER+Right = change right tab

SUPER+G = group windows

SUPER+U = ungroup windows

SUPER+R = remove group window

SUPER+C = close group

SUPER+X = ignore group

Hold the SUPER button then select the windows you want to group and then hit SUPER+G.

The SUPER key is the Windows key on most keyboards.

Powered by ScribeFire.

Assalto Planetário – A face oculta da micro$oft

há uns 4 anos vi este livro na web, li algumas partes, passados alguns meses acabei por o ver numa feira do livro,em português, é um excelente documento para se perceber como a micro$oft funciona, o que fez para chegar à posição em que se encontra de monopólio.
aconcelho vivamente a sua leitura, está online em PDF e HTML, em inglês.

“Hijacking the World
The dark side of Microsoft.
Roberto Di Cosmo and Dominique Nora (French version published by Calmann-Levy 1998, ISBN 2-7021-2923-4)”

“People in Europe tend to be a bit shy about saying these things. Microsoft is criticized
because people here are afraid of American cultural imperialism, or because they’re afraid
of globalization, and Bill Gates is an emblem for this, or simply because they’re scared to
death by technology…”

“My reasons for criticizing Microsoft are much more basic, and, I think, less subjective than
that. I have a deep love for technology, and it is exactly for this reason that I cannot
accept seeing it corrupted by a company that designs bad products, which are sold too
expensively to consumers who are subjugated by them, a company that –we will see how
later– has contempt for its customers, does not play fairly with its competitors, and
stifles innovation. Like many others, I cherish a dream of technological progress leading
to a better world, a world that is freer and has more solidarity. But I can ensure you that
such a world looks nothing like the world that Bill Gates dreams of.”

Powered by ScribeFire.

wallpapers GNU/Linux e Software Livre fantásticos

para tornar mais bonitos os nossos desktops FLOSS aqui ficam uns wallpapers fantásticos 🙂

Powered by ScribeFire.

3 sites para facilitar a transição da espécie de SO para GNU/Linux

Em 1998 quando descobri o Software Livre o mais difícil foi encontrar programas que efectuassem funções similares.
Fui testando e escolhendo os que me serviam melhor.

Aqui ficam 4 sites que ajudam à tarefa que cada vez é mais facilitada, qualquer pessoa neste momento consegue usar GNU/Linux especialmente para tarefas habituais como trabalho e Internet.

The table of equivalents / replacements / analogs of Windows software in Linux.

http://www.osalt.com/
http://www.linuxappfinder.com/alternatives
http://www.linuxalt.com/

Alguns exemplos de distros facílimas de usar e instalar:

Ubuntu/kubuntu/xubuntu
Mint
Mepis

e mesmo as portuguesas Caixa Mágica, baseada em Mandriva, e Alinex, esta última baseada em Debian 🙂 a minha menina dos olhos 😉

para os fans do google, têm ainda a Debian Based, gOS.

para os fans de BSD, existem as facílimas DesktopBSD, PC-BSD e RoFreeSBIE

Powered by ScribeFire.

m$-vista no top 10 dos maus produtos

a cnet publicou uma lista dos 10 piores produtos da área tecnológica e em 10º lugar está o mega produto da micro$oft, a espécie de sistema operativo, o m$-window$-bi$ta gro$$a.

“Windows Vista
Any operating system that provokes a campaign for its predecessor’s reintroduction deserves to be classed as terrible technology. Any operating system that quietly has a downgrade-to- previous-edition option introduced for PC makers deserves to be classed as terrible technology. Any operating system that takes six years of development but is instantly hated by hordes of PC professionals and enthusiasts deserves to be classed as terrible technology.”

Powered by ScribeFire.

lista de comments por país relativamente ao formato fechado ooxml da m$

o pseudo aberto formato da m$, o ooxml, que se tudo correr bem nunca será norma ISO, teve comissões técnicas por esse mundo fora a colocar questões sobre a sua validade técnica, cada país com mais ou menos escândalos lá chegou a um veredicto, o nosso país teve a célebre comissão técnica ct173 que pasme-se foi presidida pela própria micro$oft.

nesta página estão reunidos os “comments” a esse formato e o que a m$ deveria de mudar para ele ser minimamente aceitável, mas aceitar um formato fechado e proprietário seria um enorme erro, especialmente para os países.

os comentários de Portugal

Proprietary Information

France (591)

e já agora um interessante artigo na computerworld onde se afirma que o ooxml da m$ está num limbo, e que países como a Holanda, África do Sul, Koreia e especialmente a França apostam fortemente no formato aberto ISO, o ODF.

“South Africa, Netherlands and Korea striding toward ODF
But France is still making the strongest move to ODF and its native office suite, OpenOffice

France is making the strongest move to ODF and its native office suite,
OpenOffice. Nearly half a million government employees are being
switched to OpenOffice.”

Powered by ScribeFire.