Bilderberg: Obama continua a escolhê-los a dedo, ou será o contrário?

Esta é uma entrada para uma semana atarefada, como tal não vou escrever muita coisa durante ela, mas não deixo hoje de verificar que Obama continua a escolher personalidades para a sua Administração, cheias de telhados de vidro e ligadas a grupos muito pouco recomendáveis.

Desta feita trata-se de ex-governadora do Kansas, Kathleen Sebelius, que irá para a sensível secretaria da saúde, onde muita gente aposta numa suposta revolução.
Revolução essa que pelos vistos podem esquecê-la desde já, tudo continuará na mesma, mas as mentiras sobre uma suposta ‘mudança’ terão outro ar.

Esta senhora participou do encontro do Bilderberg de 2008 em Chantilly na Virginia e fez mesmo parte da Lista de Participantes, tal como os nossos Bilderberg cá do burgo, Balsemão, António Costa (PS) e Rui Rio (PSD), claro está que os media mainstream nada disseram.

Ainda a propósito destas senhoras e senhores muito pouco recomendáveis, e dentro do que venho escrevendo sobre a aproximação da declaração de Lei Marcial nos EUA, o assassino Brzezinski, o mentor de Obama, criador da Al-Qaeda e instigador da invasão Soviética do Afeganistão, e dentro desta linha de subjugação dos cidadãos, alertou para a crise que aí está e para os efeitos que ela provocará, conflitos que terão de ser resolvidos à democracia chinesa ou de Putin.

Afirma Brzezinski que And if we don’t get some sort of voluntary National Solidarity Fund, at some point there’ll be such political pressure that Congress will start getting in the act, there’s going to be growing conflict between the classes and if people are unemployed and really hurting, hell, there could be even riots.”

Powered by ScribeFire.

Watermark – Marcas de água em fotografias com GNU/Linux

Há tempos precisei de usar software para colocar umas marcas de água em fotos que havia tirado, para tal usei o mega ImageMagick para fazer isso em múltiplas fotos de uma rajada só 🙂

Hoje ainda não vou escrever sobre essa maneira, mas após este artigo do TEK, prefiro antes deixar aqui duas maneiras mais fáceis e usando GUI, creio que ambas são multiplataforma.

1º Usando o GIMP e o plugin/script Watermark.
Basta copiar o ficheiro do watermark para a directoria dos scripts, no meu kubuntu fica aqui ….. /usr/share/gimp/2.0/scripts

Depois é só abrir a imagem e ir a script-fu ->my scripts->watermark e preencher o texto que se quer e mais alguma coisa conforme o gosto, como a posição na foto onde vai ficar a watermark.

Usando o Photo Batch Processor ou Phatch o qual permite fazer diversas coisas incluindo marcas de água, em múltiplas fotos ao mesmo tempo, batch….

Powered by ScribeFire.

Como se destroem Padrões e concorrentes – por Bill Gates

Para quem ainda acredite nas tangas da interoperabilidade que a microsoft e seus apaniguados vão regurgitando, directamente do cérebro e do teclado de Bill Gates temos a demonstração de precisamente o contrário.

One thing we have got to change in our strategy — allowing Office documents to be rendered very well by other peoples browsers is one of the most destructive things we could do to the company.

We have to stop putting any effort into this and make sure that Office documents very well depends on PROPRIETARY IE capabilities.

Bill Gates

Powered by ScribeFire.

356800 desktops GNU/Linux para as escolas no Brasil

Ao contrário da palhaçada chamada classmate magalhães que por cá vigora, no Brasil em vez de propaganda passa-se à acção usando tecnologias abertas e livres.

Em vez de serem usados PC’s para cada individuo, usar-se-ão ThinNetworks.

A Alemanha também tem em testes um projecto baseado em ThinClients.

Poupa-se monetáriamente e usa-se Software Livre, através deste projecto o Brasil terá 60% de poupança logo à partida e poupará 80% anualmente em energia.

Luiz Ferreira, President of ThinNetworks, “This project will bring access to information technology to almost every young student in Brazil.”

Powered by ScribeFire.

Kernel Linux e Software Livre o mais SEGURO e CONFIÁVEL

A propósito do interessante artigo da Free Software Magazine em relação ao uso de Software Livre no Reino Unido e algumas das parvoíces proferidas pelo desconhecimento que diversos políticos têm sobre Software Livre, nomeadamente o GNU/Linux, afirmando coisas como a perigosidade do uso desse tipo de Software em situações que colocassem a vida humana em riscos, resolvi escrever esta pequena entrada aqui no blog.

Quem tenha o mínimo de conhecimento sobre Software Livre compreenderá que afirmações daquelas não passam ou de FUD, medo, incerteza e dúvida, ou seja desacreditar este tipo de Software espalhando informação falsa e errada.

https://i2.wp.com/2.bp.blogspot.com/_eB28LjPyuzw/SIDZCz04SWI/AAAAAAAAAFw/WQh8HDQcbCk/s400/Ask-about-Free-Software.png

Mas não nos podemos limitar a contrariar propaganda falsa apenas com o nosso sentimento que as coisas realmente não são assim, temos de o demonstrar com números, com a realidade factual.

E não nos faltam dados para mostrar-mos que o Software Livre e o seu irmão Open Source e faço esta pequena distinção porque na realidade existem pequenas diferenças, está há muito preparado para lidar com situações chamadas de Missão Crítica.

Eu não vou aqui escrever muito sobre elas, bem melhor e com muito mais conhecimento que eu já escreveram diversos especialistas destas matérias, vou limitar-me a colocar aqui links em que esses estudos demonstram isso mesmo, que o Software Livre e de fonte aberta tem menos erros que o software proprietário.

1.

Começo pelo estudo que a Coverity tem vindo a efectuar quer ao Kernel Linux quer a outros, bem como a diverso outro tipo de software livre, como bases de dados, linguagens de programação, web servers etc.

Nesse estuda de mais de 4 anos, a Coverity chegou à conclusão que o Kernel Linux era o que tinha menos erros por cada 1000 linhas de código e que era o Kernel que mais rápidamente corrigia os erros que eram detectados.

Os números são extraordináriamente positivos, das 5.7milhões de linhas de código que durante o estudo compunham o kernel Linux, a Coverity apenas detectou 985 problemas, segundo os dados disponíveis pela Universidade de Carnegie Mellon, para um tão grande número de linhas de código, o ‘normal’ seria haver mais de 5000 erros e não somente os 985.

Geralmente o software proprietário tem cerca de 1 a 7 erros por cada 1000 linhas de código de acordo com um estudo do National Cybersecurity Partnership’s Working Group, o que transpondo esses dados para o kernel Linux dariam algo como 5700 a 40mil falhas, o que já se demonstrou não ser assim, uma vez que o kernel Linux 2.6 apenas tinha 985.

Os novos resultados apresentados pela Coverity em 2005 mostravam que o número continuava a baixar à medida que as linhas de código aumentavam.
Mostravam ainda que a análise que tinha sido feita ao kernel Linux 2.6.12 mostravam que todos os 6 defeitos que tinha sido encomtrados no kernel Linux 2.6.9 haviam sido corrigidos.

Um estudo levado a cabo pela Harvard Business School demonstra ainda outra qualidade do Software Livre, a sua modularidade o que permite melhor software com menos gastos, os exemplos usados foram mais uma vez o Kernel Linux e o projecto Mozilla.

“Exploring the Structure of Complex Software Designs: An Empirical Study of Open Source and Proprietary Code” by Alan MacCormack, John Rusnak, and Carliss Baldwin

Para estes e muito mais dados podem consultar o EXCELENTE e sempre actualizado estudo de David Wheeler, Free Software Open Source Software Look at the Numbers!

2.

Se estes números não chegam para se começar a ter uma ideia da verdadeira grandeza e qualidade do Software Livre, a sua utilização na vida real demonstra-o.

GNU/Linux domina a supercomputação, cerca de 80% dos supercomputadores do top500, correm sobre ele.

Não seria à toa que a IBM o iria usar nos seus supercomputadores que dominam os 10 primeiros, incluindo o actual número um, o RoadRunner e o futuro número um também da IBM, o Sequoia.

Não é à toa que a IBM o usa e abusa dele, em 2003 a IBM colocou-o à prova em situações o mais complicadas possíveis, a descrição encontra-se numa das páginas da própria.

The following summary is based on the results of the tests and observations on the duration of the runs:

  • The Linux kernel and other core OS components — including libraries, device drivers, file systems, networking, IPC, and memory management — operated consistently and completed all the expected durations of runs with zero critical system failures.
  • Every run generated a high success rate (over 95%), with a very small number of expected intermittent failures that were the result of the concurrent executions of tests that are designed to overload resources.
  • Linux system performance was not degraded during the long duration of the run.
  • The Linux kernel properly scaled to use hardware resources (CPU, memory, disk) on SMP systems.
  • The Linux system handled continuous full CPU load (over 99%) and high memory stress well.
  • The Linux system handled overloaded circumstances correctly.

The tests demonstrate that the Linux kernel and other core OS components are reliable and stable over 30, 60, and 90 days, and can provide a robust, enterprise-level environment for customers over long periods of time.

Confirmando estes testes nada melhor que a realidade, a bolsa de Nova Yorque.

Cost-effective and robust

Prism cost NSE around Rs 15-20 lakh. The savings have been substantial when compared to the cost of setting up a Unix-based system, where the cost of acquiring the mother machine itself would have been more than Rs 20 lakh.
The current system can be scaled up to 1,000 trades/second. The software development has already been done, and the hardware costs are trivial. According to Shenoy, it has been possible to keep the costs so low only because of the Linux-based systems.
Very few exchanges in the world are said to have a robust and cost-effective system like the one developed by NSE.
Indeed, Prism is a system that can be replicated by other exchanges in the country, even in the capital markets, and also to drive up volumes in the derivatives segment.

Mas não é só a NYSE, a tirar partido da qualidade e robustez do Software Livre, neste caso GNU/Linux, a KFC «Kentucky Fried Chicken» também o usa, tendo aproveitado a histeria do bug do y2k para migrar para ele.

Em 2007 a HP afirma que o GNU/Linux está mais que preparado para Missão Crítica, indicando que companhias de telecomunicações já o estão a usar nesse tipo de ambiente, rodando “mission-critical databases”.

Mas já em 2004 o EETimes afirmava o mesmo, “Some 53 percent of 140 companies surveyed by Forrester are running mission-critical applications on Linux, and 52 percent choose Linux for new applications, Forrester said in an April 26 study, “Linux Crosses Into Mission-Critical Apps.”

Até os serviços de Intelligence e segurança dos EUA o usam.

3.

A presença na rede Internet por parte do GNU/Linux e do Software Livre é esmagadora como o demonstram os sites de referência Netcraft e SecuritySpace.

Quer a nível de uso quer a nível de fiabilidade, os webservers são dominados pelo Software Livre, seja ele GNU/Linux ou BSD’s, com Apache, lighttpd e nginx a representarem bem os webservers.

Para o mês de Janeiro de 2009 o Netcraft afirma “Freely available operating systems dominate the top ten this month with four sites each running FreeBSD and Linux. “

Os dados da Security Space são ainda mais significativos relativamente à presença do Apache na web.

Market Share Change (Total servers: 37,033,473)

Server1 January
Count
January
%
December
Count
December
%
Change
Apache 26,709,810 72.12% 25,977,575 72.33% -0.21%

Mas não é só ao nível dos grandes sistemas que as performances do Software Livre dominam, em 2000, testes efectuados pela PC Magazine, demonstravam que servidores de ficheiros a correr sobre GNU/Linux e SAMBA demonstravam que estes conseguiam uma performace superior de 78% sobre o ms-windows.

Em 2002 a mesma revista volta a testar a mesma situação e desta vez a diferença ainda é maior, o GNU/Linux e o SAMBA duplicam a sua performance, sendo duas vezes mais rápidos que o ms-windows neste tipo de utilização.

5.

Para terminar, o capítulo da segurança, também aqui o FLOSS é uma raça diferente de sistemas.

Sistemas FLOSS nomeadamente a correrem sobre GNU/Linux e sem upgrades suportam durante mais tempo ataques de acordo com o projecto Honeynet.
Sistemas GNU/Linux sem updates conseguem estar 3 meses sem serem comprometidos.

Unpatched Linux systems last longer than unpatched Windows systems, according to a combination of studies from the Honeynet Project, AOL, and others. As summarized in C|Net and Vnunet, and described in more detail in The Honeynet Project’s report “Know Your Enemy: Trend Analysis” (17 December 2004), as of 2004 the average Linux system lasts three months before being compromised, (a significant increase from the 72 hours life span of a Linux system in 2001). Unpatched Windows systems continue to be compromised far more quickly, sometimes within minutes. This data on Windows compromise is consistent with other studies. Avantgarde found that Windows did not last long, and one unpatched Windows XP system (pre-SP2) only lasted 4 minutes on the Internet before it was compromised. and in general did not last long (see also USAToday’s “Unprotected PCs can be hijacked in minutes”, which worked with AvantGarde). Note, however, that users who install Windows Service Pack 2 have much less risk than previous versions of Windows. Symantec’s Internet Security Threat Report (January 1-June 30, 2004), The Internet Storm Center’s Survival Time History claims that by December 2004 a Windows survival time of 18 minutes.

[via David Wheeler]

Por tudo isto e muito mais, Portugal as grandes empresas e PME’s deste país, especialmente a Administração Pública e as PME’s deveriam apostar fortemente neste tipo de software.

Portugal, os portugueses, o ensino, a investigação, o desenvolvimento e o emprego teriam muito a ganhar.

Powered by ScribeFire.

Descendentes de Geronimo processam Skull and Bones

A Skull&Bones é uma das mais secretas e elitistas sociedades dos EUA, a sociedade secreta por excelência da Universidade de Yale, dela fazem e fizeram parte Presidentes dos EUA e candidatos à Presidência, casos dos Bush, John Kerry entre outros.

Diversas livros têm sido escritos sobre esta sociedade e neles é mencionado que na cripta na Universidade de Yale que lhe serve de lugar de iniciação, se encontram diversos artefactos lago macabros, um deles seria a caveira do grande líder Indio Apache, Geronimo.

Na comemoração do centésimo aniversário da morte de Geronimo os seus familiares, através do seu bisneto, Harlyn Geronimo resolveram processar a Skull&Bones e seus membros pelo alegado roubo dos restos mortais do seu bisavô.

Um dos fundamentos para tal será uma carta escrita por um dos membros da Skull&Bones que descreve o roubo dos restos mortais, suspeita-se que tenha sido Prescott Bush o avô do anterior Presidente Bush.

O processo nomeia ainda Obama e Robert Gates, segundo o bisneto de Geronimo para demonstrar que não estão a brincar e que querem ver a situação esclarecida.

Powered by ScribeFire.

comentários a notícias do dia – Sócrates tudo em que toca estraga

Antes de ir ao jornalismo que por cá se faz e que sinceramente na sua grande maioria deixa muito a desejar e é mais opinião com agenda do que jornalismo, relembro o que já hoje escrevi aqui.

A TSF com a desculpa do forum resolveu dar tempo de antena sem contraditório, a um ministro que fala o tempo que quer, o que quer e que ainda tem a possibilidade sempre de responder às criticas dos ouvintes, ficando assim sempre com a última palavra, se isto é democracia se isto é debate isento e credível vou ali e se possível não volto.

O mais extraordinário é a lata com que a pseudo-jornalista passa a palavra ao ministro de cada vez que um ouvinte termina a sua intervenção e até agora foram só críticas, a coisa a que chamam ou se auto-intitula jornalista, pergunta ao ministro se quer responder às perguntas do ouvinte, na realidade os ouvintes não perguntam nada, limitam-se a fazer afirmações pertinentes e muito críticas da actuação deste governo.

*******

No DN, a notícia que segundo as estatísticas do INE, cerca de 339mil portugueses têm mais do que um emprego na sua grande maioria em virtude da sua principal ocupação apenas lhes garantir um ordenado de cerca de 600euros.

Como é possível alguém viver com semelhante salário e como é possível que Portugal mesmo com péssimos ordenados não consegue competir com os seus principais parceiros?

Convém não esquecer que a nível de cargos superiores Portugal é dos países da UE que melhor paga, basta olhar para os números dos quadros do BCP e Banca Portuguesa.

*******

Para além da propaganda sem nome que este governo vai vendendo através dos media do regime, TSF, DN, Lusa, RTP e rádios agregadas, agora também temos censura.

A propósito do Carnaval a CM Torres Vedras achou que algumas fotografias coladas num ecrã de um classmate magalhães, um dos principais veículos de propaganda deste desgoverno, teriam um conteúdo pornográfico.

Pelos vistos a pornografia só estava na cabeça de alguns, presumo que os mesmos que gostariam de tapar muita arte que por aí anda, desde estátuas a quadros.

A brincadeira carnavalesca não terá agradado ao Presidente da CM, e a procuradora-adjunta, Cristina Anjos terá mesmo considerado que as imagens não tinham conteúdo tão indecente que levasse a semelhante histeria.

No entanto a censura funcionou, os meninos e meninas vão ter educação sexual nas escolas, acesso a preservativos de borla nessas mesmas escolas, mas claro ficam chocados por verem a beleza feminina à mostra e como tal têm de ser protegidos de semelhante crime.

Haja paciência.

*******

Tudo em que o Primeiro Ministro Sócrates toca tem problemas, sempre coisas mal explicadas, negócios estranhos, valores anormais, números mal explicados, currículos contraditórios escritos pela sua mão, a suposta licenciatura, etc etc.

Hoje temos mais uma notícia sobre mais uns números estranhos, os da aquisição do seu apartamento.

Segundo o Público, “Escrituras no prédio onde Sócrates mora com valores divergentes”, Sócrates terá adquirido o seu apartamento por cerca de 235mil euros, no entanto um apartamento semlehante no mesmo edifico terá custado a um emigrante cerca de 351mil euros, ainda para mais o de Sócrates tem maior área.

Segundo a imobiliária o valor do apartamento naquela altura andaria à volta dos 390mil euros e que aquando da compra por parte de Sócrates os valores andariam pelos 302mil.

O Público indica que o Primeiro Ministro Sócrates terá sido beneficiado em cerca de 155mil euros.

Não deveria o Primeiro Ministro, os políticos darem o exemplo e declarar tudo o que há a declarar?

*******

Na Banca através do caso BPN lá se vão sabendo mais pormenores da pouca vergonha que reina na Banca Portuguesa, não que isso fosse novidade.
Hoje o CM indica que os administradores daquela coisa a que chamam Banco, recebiam altissimos valores em dinheiro vivo sem qualquer controlo, sendo desse modo feitos pagamentos ilegais de salários.
“Não foram só para salários”, disse o administrador, citando levantamentos da ordem dos 50 mil, 100 mil euros, 200 e até 300 mil euros.”

Nestas ligações Banca e política que têm dado origem a muitos destes casos, surge hoje a notícia de que o BCP que anda pelas ruas da amargura, é o novo accionista da Fomentinvest, liderada por Ângelo Correia, um dos senhores que controla os cordelinhos do pseudo-candidato a líder do PSD, o plástico PPC.

Ainda no que a negócios concerne, parece que a crise como é óbvio é só para alguns, sempre os mesmos, os cidadãos anónimos, uma vez que quase não existem espaços para alugar para escritórios, o mercado bate recordes de ocupação.

Powered by ScribeFire.