Precisávamos de mais pessoas como o Professor Medina Carreira

O fiscalista Medina Carreira, nas últimas semanas esteve por duas vezes na SIC, onde foi entrevistado, disse umas quantas verdades, chamou de INCOMPETENTES, e bem, ao actual Primeiro-Ministro e seus apaniguados, não deixando de fora a restante classe política.

Algumas das pertinentes questões que levantou, como as desnecessárias obras do TGV ao novo aeroporto, passando pelos milhões gastos em obras de regime, como expos, auto-estradas e futebol, não deixando de lado a péssima educação que este país cada vez mais vai dando aos jovens.

São sem dúvida entrevistas a ver e rever, também para a história fica mais um dos seus artigos no Público.

Aqui ficam alguns links para algumas das intervenções na televisão.

A situação real da economia portuguesa (Parte 1 de 2)

A situação real da economia portuguesa (Parte 2 de 2)

Anúncios

A PIADA do ANO – “Não houve cedências por parte do governo” – Manuel Pinho

Esta coisa a que chamam ministro, tem das melhores tiradas deste governo, e estanão é a única.

Os presentes às empresas de camionagem:

No próximo ano, os transportadores vão beneficiar de valores de portagens durante a noite e de uma majoração da despesa de combustível para efeitos de IRC, com um mínimo de 20%.

O imposto sobre produtos petrolíferos (ISP) manter-se-á.

O imposto de camionagem vai ficar igual nos próximos três anos mas o preço do transporte de mercadorias vai passara a estar indexado aos combustível. Ou seja, o preço cobrado pelo transporte vai variar consoante a evolução dos preços dos combustíveis.

Os clientes vão passar a ter um prazo máximo para liquidação das facturas aos transportadores, que será de 30 dias, e, em 2009, o os transportadores só terão de pagar o IVA quando os clientes liquidarem as suas facturas.

O Governo estabeleceu ainda medidas de apoio à formação profissional, de renovações de frotas e de abatimento de veículos.

Será ainda criado um grupo de trabalho constituído pelo Ministério da Segurança Social e os transportadores, com o objectivo de adaptar a lei laboral do sector.

Também gostei imenso da do sr Mira Amaral, que terá chamado de “sequestradores” aos camionistas, não sei é se esse sr tem dupla personalidade, é que quando fala para defender as suas damas, as entidades Bancárias, faz-me lembrar mais um saqueador de estradas.

Ou o que dizer deste mesmo senhor à frente de um banco Angolano em Portugal PUBLICO.PT – O empresário Américo Amorim e a filha mais velha do Presidente angolano, Isabel dos Santos, vão lançar um novo banco em Portugal presidido pelo antigo ministro social-democrata Mira Amaral, noticia hoje o “Jornal de Negócios”.”

Palavras para quê, basta ouvir as de Bob Geldof.

PUBLICO.PT

“Angola é gerida por criminosos”, acusou o organizador do Live Aid e Live 8. “As casas mais ricas do mundo do mundo estão [a ser construídas] na baía de Luanda, são mais caras do que em Chelsea e Park Lane”, apontou, estabelecendo como comparação estes dois bairros luxuosos da capital inglesa.

Um (Des)Governo Cobarde implica um Estado FRACO

Por onde andaram e andam?

O Presidente da República!
O Primeiro Ministro!
A oposição, especialmente Manuela Ferreira Leite!
Os outros candidatos à presidência do PSD!
As senhoras e senhores que os apoiavam, especialmente o sr. Pacheco Pereira!

Que país é este que passa a vida a rebaixar-se e que só enfrenta os fracos?