Swiftweasel o outro Firefox mais rápido para GNU/Linux

Para quem use sistemas operativos livres existe o Swiftweasel que é um Firefox compilado com PGO para ser mais rápido que a versão oficial para GNU/Linux.

2628082788-2dc931b6b7-o

Mudei de Browser…Swiftweasel é mais rápido

Powered by ScribeFire.

Ainda o ms-novell-mono(poly) desta vez através do Software Freedom Law Center

A propósito do artigo de RMS sobre os usos do ms-novell-mono, na página do Software Freedom Law Center, encontra-se um interessante artigo de Bradley M. Kuhn.
Considerations on Patents that Read on Language Infrastructure – SFLC Blog – Software Freedom Law Center

I’ve been thinking about an extension of that argument: that language infrastructure created in a community process is likely more resilient against attacks from proprietary software companies.

Considerations on Patents that Read on Language Infrastructure – SFLC Blog – Software Freedom Law Center

In the case of the community-designed and Free-Software-implemented languages, the patent risk is likely spread across many companies, and mitigated by the fact that few have probably filed patents applications designed specifically to read on the language and its implementation. Since various individuals and companies contributed to the development and design, and because it was a process run by the community, it’s unlikely there was a master plan by one entity to apply specifically for patents on the language. So, while there are likely many patents that read on the implementation, a single holder is unlikely to hold all the patents, and those patents were probably not crafted for the specific language.

Considerations on Patents that Read on Language Infrastructure – SFLC Blog – Software Freedom Law Center

Make good choices (like avoiding C#, as RMS suggests, and favoring languages like Perl, Python, PHP and C), and get on with your work.

Powered by ScribeFire.

Do fundo do baú! “Linux chega a Portugal”

Há anos quando ainda existia o jornal A Capital, creio que era à sexta-feira que costumava sair o suplemento de informática, onde ia lendo o que se passava um pouco pelo mundo da mesma, nomeadamente os artigos do saudoso Eurico da Fonseca.

Foi num desses suplementos que conheci o software do pinguim!!!

linux.chega.a.pt

Powered by ScribeFire.

Tá tudo a puxar o novo Firefox 3.5

O pessoal está todo a puxar o novo Mozilla Firefox 3.5, o browser que irá ajudar a revolucionar a Web com as TAGS HTML5 de audio e video, usando formatos livres e abertos, Ogg Vorbis e Ogg Theora.

Podem testar ver vídeos sem recurso ao adobe flash por exemplo no Dailymotion que já está a preparar a sua página para suportar Ogg Vorbis e Ogg Theora.

mozilla.firefox.3.5.stats

Mais info através do artigo do Bruno no Programas Livres.

Dailymotion Blog » Archive du blog » Watch Video…without Flash

It’s both technical and philosophical, but to make long story short, it will allow us to do new, fun things with video. Some examples are on our demo page. Ultimately, we expect this to enable innovation in user experience, SEO, advertising, etc. For more on the value of open video, read the article here.

Powered by ScribeFire.

Eleições: Aldrabices EUA vs Irão; descubra as diferenças!

Powered by ScribeFire.

FLOSS_News: Darknets apenas com browser; FUSBi instalador de FLOSS; Itália e Alemanha reforçam uso de FLOSS

Darknets apenas com browser
FUSBi instalador de distros todas livres
Itália e Alemanha reforçam uso de Software Livre
Espanha indica que o “medo de mudança” é o maior entrave à implementação de FLOSS
Suiça: grupo de polícos pretendem centro de recursos FLOSS
Portugal: ISCTE-IUL com master em FLOSS
Eclipse mostra crescimento da utilização de GNU/Linux e do Software Livre


Darknets apenas com browser

Um grupo de investigadores da HP descobriram um meio de criar darknets usando para tal apenas os browsers recentes.
Um proof-of-concept foi apresentado na Black Hat USA conference in Las Vegas.

Mais uma tecnologia que permite mais facilmente as pessoas comunicarem e partilharem sem que estejam a ser espiadas pelo big brother, ainda para mais quando por aí vem mais tempestade com o tratado ACTA.

Alguns exemplos de darknets são Freenet, GNUnet, Tor, DarkNET Conglomeration

O amigo lusitano chamou-me à atenção para esta interessante ferramenta para criar imagens para pens/USB usando apenas distros livres como as “gNewSense, UTUTO, Dynebolic, Musix GNU+Linux, BLAG and GNUstep“.

FUSBi – Free USB Installer

FUSBi, the Free USB Installer, downloads free GNU/Linux Distributions for you and creates bootable USB images.

Itália e Alemanha reforçam uso de Software Livre

A Agência Federal de TI alemã está a aumentar o suporte a software livre nas administrações públicas.
A BIT como se chama a Agência, dispõe neste momento de consultores e técnicos especialistas em Software Livre que podem ajudar as diversas administrações, a renovação dos centros de competências é uma das medidas do governo federal para dinamizar a economia do país.

Estão ainda a dinamizar o uso de criptografia, recorrendo ao GnuPG que é usado por exemplo no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Interior.

Por cá já sabemos que a única dinamização que existe é a das negociatas entre estado e entidades privadas como a microsoft, jp sá couto, vortal, entre outras, em que nem o Tribunal de Contas escapa.
Portal da falta de transparência que nos desgoverna

Em Itália o governo está a aumentar o uso de Software Livre nas escolas, tendo já anunciado dois projectos piloto em Roma.
O Ministro encarregue desta dinamização do uso de FLOSS em Itália, preconiza ainda o aumento da interoperabilidade nos documentos da APública.
O governo da provincia de Vicenza irá migrar para o SUN Staroffice baseado no OpenOffice.

FLOSS_NEWS: A revolução de Munique; KDE Kontact vs Evolution; Linux numa pen; 20 ferramentas fabulosas

Espanha indica que o “medo de mudança” é o maior entrave à implementação de FLOSS

Ultrapassar o medo da mudança por parte dos utilizadores é o maior obstáculo à implementação de Software Livre nas organizações, afima o Ministro das Infraestuturas e Transportes da região autónoma de Valencia.

Nos últimos quatro anos esta região mudou quase por completo toda a sua estrutrua de TI para Software Livre, o que implicou que cerca de 600 administradores e centenas de engenheiros e arquitectos tivessem de se familiarizar com o uso de software livre.

Existe um relatório que detalha a implementação deste tipo de software em áreas como o desktop, GIS e CAD.

Um dos exemplos dados foi a substituição de bases de dados microsoft access e oracle por PostgreSQL e MySQL.

A distribuição usada é a GNU/Lliurex baseada em Ubuntu.

Suiça: grupo de polícos pretendem centro de recursos FLOSS

Na Suiça um grupo de politicos (Group Digital Sustainability) pretende que o governo dê inicio a um centro de open source que deverá assistir a APública na sua migração para o Software Livre.
Esta proposta que visa criar um centro tipo os já criados na Alemanha e Holanda tem ainda como finalidade fazer com que a APública Suiça faça do formato ODF um padrão a ser usado no país, o formato já hoje usado nos municipios suiços.

Tal como por cá, também a Suiça não tem jogado limpo no que à contratação e aquisição de software concerne, uma vez que nos últimos anos foram assinados contractos de mais de 170mil euros sem concurso.

Em Maio deste ano também houve o protesto contra o contracto assinado pela Microsoft e a cidade de Berna, no qual não foi tido em conta a possibilidade de uso de Software Livre.

Portugal: ISCTE-IUL com master em FLOSS

Por cá as notícias são quase sempre más relativamente à utilização de software livre por parte da APública como é aliás público e notório.

No entanto o ISCTE-IUL abriu o primeiro curso/Mestrado de um ano em Software Livre, que tem inicio em Setembro.
Os conteúdos serão sobre tecnologias como GNU/Linux, PHP and Content Management Systems e terão como professores pessoas como Paulo Trezentos da Caixa Mágica e Carlos Serrão.

Mas preparem as bolsas porque não será barato, cerca de 4000 euros.



Eclipse survey results show growth in Linux, open source – Ars Technica

Eclipse survey results show growth in Linux, open source

The Eclipse Foundation has published the findings of its latest user survey. According to the results, the number of developers using Eclipse on Linux workstations and deploying their applications on Linux servers has increased. The results also show an increase in the number of respondents who say that their companies are contributing to open source software.

Powered by ScribeFire.

Acredite se quiser: Nova False Flag em preparação com AH1N1?


The agenda for the Rockefeller/Rothschild/Beatrix Swine Flu Pandemic Hoax

The Reality of FEMA Camps in the U.S.

Powered by ScribeFire.