classmate magalhães como foi financiado

Infelizmente a grande maioria dos Portugueses, eu incluído, continuam sem saber como foi financiado o classmate magalhães, que negociatas estão por detrás de mais uma aldrabice governamental.

Acabo de ver online no site da SIC , no programa Quadratura do Círculo um pequeno debate sobre esta coisa que o pseudo-governo anda a vender aos Portugueses.

O que mais me afligiu foi o CONFRANGEDOR e até HUMILHANTE desconhecimento que António Costa, Presidente da CMLisboa, tem quer sobre este tipo de tecnologias quer sobre o classmate magalhães.
Como é possível que pessoas que supostamente devem tomar decisões sobre como gerir e investir o erário público saibam tão pouco ou nada sobre o que vão decidir, este senhor é o nº2 do PS.

Quanto ao financiamento do classmate magalhães, aconselho seguirem o que se tem escrito no blog Abrupto sobre este tema, especialmente o que os leitores lá escrevem, nomeadamente esta informação pertinente apresentada por Nuno Ferreira.

Depois do programa “Quadratura do Círculo“, no dia 26/09/2008 o Governo apressou-se a emitir um comunicado:

«(…) Em
declarações à agência Lusa, fonte oficial do Ministério tutelado por
Mário Lino disse que o “Governo não mantém qualquer relação contratual
com a JP Sá Couto” (…) A mesma fonte explicou que não houve concurso
público porque a distribuição dos computadores é financiada pelos
operadores móveis (…)
»
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/97d04a1480a4717e8c1d4c.html

Isto é FALSO!

No programa “Quadratura do Círculo”, Lobo Xavier levantou a ponta do véu que permite chegar à verdade dos factos.

Na
realidade, em 2003 as operadoras ficaram efectivamente obrigadas a
contribuir para os projectos necessários ao desenvolvimento da
sociedade da informação e como tal definidos pelo Governo.

Mas esta obrigação extinguiu-se em 2007 mediante protocolo celebrado em 5 de Junho desse ano.

in Abrupto

Powered by ScribeFire.

Anúncios

Leitor de DVD de mesa (testes a formatos e legendas)

A minha irmã pediu-me para lhe comprar um DVD de mesa para ver uns filmes e séries na sua LG3000, coisa baratinha mas que lesse o máximo de formatos e legendas possíveis.

Encontrei um no estádio do glorioso, baratinho, agora não me recordo da marca, ainda o estou a testar, a LG3000 merecia algo melhor, mas ela não faz muita questão.

Andei às voltas na web e encontrei um CD para testar alguns parâmetros como as legendas e os formatos, vou ver o que aquilo dá.

Alguém tem ideia de um DVD até 70€ que leia mp4 avc/H.264/X264? Ogg Vorbis, FLAC e Theora era um PLUS, mas não creio, só talvez o KISS e especialmente um HTPC artilhado com MythTV, Freevo, MythbuntuLinuxMCE, pode dar a flexibilidade de leitura de formatos, especialmente os Livres.

Quanto ao CD de testes cá fica o link – What is DivxTest ? / Where can I download the CD ?

Powered by ScribeFire.

Portugal a ser usado como cavalo de Tróia pela Intel e pela micro$oft no ataque ao OLPC e ao GNU/Linux

Muito se tem escrito e falado sobre o suposto computador português, o Magalhães «que não passa de um classmate da Intel, renomeado», que infelizmente de português muito pouco tem e terá de futuro, por mais que a propaganda governamental e das empresas responsáveis pela aldrabice o afirmem.

Este classmate nunca poderá ter incorporada grande tecnologia portuguesa, pela simples razão que nós não a desenvolvemos, especialmente ao nível de hardware «responda quem souber que hardware desenvolvido em Portugal pode ser integrado num qualquer pc, incluindo este», do software ainda podemos dizer algo caso fossem usados o Alinex e o Caixa Mágica, mas especialmente esta última apenas está a servir os intentos da propaganda e nada mais, nem sequer é mencionada na documentação do classmate versão tuga[detesto esta palavra, é aqui usada exactamente por eu achar tudo isto uma negociata]

Infelizmente a REALIDADE do classmate renomeado Magalhães é só uma, triste e humilhante, USAR PORTUGAL COMO CAVALO DE TRÓIA, proxy de ataque, por parte quer da Intel quer da microsoft.
E o ataque é muito concreto, destruir o OLPC e o Software Livre nos países em vias de desenvolvimento.

“This was a project that could operate outside the regular business world,” says Ethan Beard, a former OLPC board member representing Google, one of its backers, “and that’s not an unreasonable expectation. But it is in some ways threatening to businesses and when you threaten businesses, especially very large ones, they are going to react in ways that hurt you.”

So the big boys stamped on the fingers of the XO. Intel called it a gadget and then made their own cheap laptop, the Classmate, which they sold aggressively against the XO. Microsoft’s Gates said, “Jeez, get a decent computer?” and then went around trashing Negroponte’s earnestly well-meaning machine.

E tudo isto com o beneplácito de um pseudo-governo composto por pessoas que de tecnologia nada percebem e que apenas se interessam pelas suas carreiras políticas e pelo beijar de mãos que as pode levar a mais altos vôos, usando para tal o nosso País recorrendo ao erário público para patrocinar as suas vidas e carreiras.
Estas negociatas são o exemplo acabado de como Portugal é ainda e apesar de tudo um país atrasado, onde a democracia é uma piada de mau gosto, e onde o novo riquismo aliado ao chico espertismo faz escola.

Já alguém teve acesso aos estudos que levaram à escolha do classmate e porque o OLPC terá sido preterido?
Já alguém teve acesso a estudos, documentos que mostrem porque razão não houve concurso público, qual foi o critério de escolha para as empresas do projecto?

E não temos respostas a estas perguntas porque se alguém tentar responder, descobrirá que o classmate português é um logro, uma mentira, uma arma de propaganda apenas e só, que técnicamente e até pedagógicamente «será mesmo relevante?» é INFERIOR EM TODOS OS APECTOS AO OLPC.

Ser usado para supostos fins pedagógicos é apenas um efeito colateral dos verdadeiros objectivos traçados por estas duas empresas, Intel e microsoft, as outras, as portuguesas, nem chegam a ser relevantes, apenas comem as migalhas habituais que estas duas lhes dão.

Powered by ScribeFire.

Novas versões de duas das minhas distros favoritas – sidux e Mint

A distro sidux lançou mais uma excelente versão, a “Ουρέα” «Ourea», o nome pode parecer esquisito mas os mentores desta distro usam a mitologia Grega para nomear as releases 😉

Está disponível da seguinte forma conforme diz o seu site:

Later than planned (due to a hard to find bug in virtualbox-ose),
we now have the pleasure to announce the immediate availability of the
sidux 2008-03 “Ουρέα” release, available in the following flavours:

  • KDE-lite, amd64, en/ de, ≈485 MB.
  • KDE-lite, i686, en/ de, ≈480 MB.
  • KDE-full, amd64+i686, en/ de (da, el, es, fr, hr, it, ja, nl, pt, pt_BR, ro, ru through liveapt) ≈2 GB.
  • XFCE, amd64, en/ de, ≈400 MB.
  • XFCE, i686, en/ de, ≈400 MB.

sidux is a full featured Debian sid based live CD with a special focus
on hard disk installations, a clean upgrade path within sid and
additional hard- and software support. The ISO is completely based on
Debian sid, enriched and stabilized with sidux’ own packages and
scripts.

e em linguas como o Português de PT e BR.

Outra recente versão é a do Mint que após o seu grande sucesso nos 32Bits está agora a desenvolver a sua versão para amd64 e parece que mais uma vez com excelentes resultados.

Ambas são baseadas na Grande Debian GNU/Linux, o sidux é directamente, o Mint é baseado em Ubuntu que por sua vez é Debian based 🙂

Debian Rules!!!

Powered by ScribeFire.

De Volta ao rebuliço da vida

Infelizmente já se passaram mais uns bons dias de férias.

São sempre tão curtas, quando uma pessoa começa realmente a relaxar é que estas acabam 😦

Mais e melhores dias virão.

Em Dezembro haverá mais uns dias!

Por agora e depois de duas semanas sem acesso a qualquer computador, há toneladas de notícias e blogs a ler, destaco o excelente site do Economista Michel Chossudovsky, Global Research, bem como o 911truth.org
Estou em pulgas para ler o que ele e os seus companheiros e companheiras de escrita têm escrito sobre mais uma grande aldrabice financeira, perpetrada pelos mesmos que criaram a Federal Reserve, o início da mentira económica, com o objectivo final de “One World Bank”.

Há que desmascarar os mentirosos que estão a destruir o planeta e as vidas de todos os seus habitantes, tais como o mentiroso que se encontra neste momento por nossas terras, o criminoso de guerra, Tony Blair, que já afirmou na conferência que está a decorrer que ninguém poderia prever o que aconteceu, é falso, ele sabe perfeitamente que tudo isto foi criado pelos mesmos do costume, os senhores que querem a Nova (Des)Ordem Mundial, os mesmos que criam guerras e que delas beneficiam, os mesmos que se juntam em grupinhos como o Bilderberg de que fazem parte Balsemão e outros indignos portugueses.

Powered by ScribeFire.

Dia Mundial CONTRA as Patentes de SOFTWARE

Apesar de ainda me encontrar de férias não quis deixar de me associar a esta luta.


NÃO ÀS PATENTES DE SOFTWARE, EM TODO O MUNDO


Boycott Novell » September 24 is ‘World Day Against Software Patents’

Brussels, 2nd September 2008 — A global coalition of more than 80 software companies, associations and developers has declared the 24th of September to be the “World Day Against Software Patents”. Five years ago, on 24 September 2003, the European Parliament adopted amendments to limit the scope of patent law and thereby protect small software companies from the harmful effects of broad and trivial software patents. A global petition asking to effectively stop software patents worldwide will be launched on 24 September 2008, together with specific additional requests for certain regions such as Europe, the United States or India.

Férias.Vacances.Holidays. até 1 de Outubro

Então até 1 de Outubro, embora no dia 24 de Setembro apareça por aqui uma entrada….

Stay tunned!

Azores – São Miguel

linuxchick056