Mais uma idiotice do jornalismo português

[editado] – tal como o Bruno indica trata-se de um artigo da Lusa via Público, de qualquer forma mantém-se o problema de incompetência jornalística e ainda para mais propagado.

O jornal público tem mais uma pérola, apenas transcrevo o título.

Vocês sabem do que estou a falar…..
Assembleia da República: sala secular de São Bento entra na era do “powerpoint”

Pobre jornalista, nunca ouviu falar de Software de Apresentações.
Haja pachorra!!!

Se já não bastava a publicidade gratuita e os milhões de euros dos nossos impostos a correrem para o bolso dos aldrabões da microsoft através de sites pagos com o dinheiro do contribuinte.

O fomentarem tecnologias proprietárias, fechadas e não standards, como o caso do site português da Expo2008 de Saragoça.

Agora vamos ter a própria Assembleia da República todos os dias a vender a droga micro$oft.
Sim senhora, estamos num óptimo caminho…

Cambada!

Precisávamos de mais pessoas como o Professor Medina Carreira

O fiscalista Medina Carreira, nas últimas semanas esteve por duas vezes na SIC, onde foi entrevistado, disse umas quantas verdades, chamou de INCOMPETENTES, e bem, ao actual Primeiro-Ministro e seus apaniguados, não deixando de fora a restante classe política.

Algumas das pertinentes questões que levantou, como as desnecessárias obras do TGV ao novo aeroporto, passando pelos milhões gastos em obras de regime, como expos, auto-estradas e futebol, não deixando de lado a péssima educação que este país cada vez mais vai dando aos jovens.

São sem dúvida entrevistas a ver e rever, também para a história fica mais um dos seus artigos no Público.

Aqui ficam alguns links para algumas das intervenções na televisão.

A situação real da economia portuguesa (Parte 1 de 2)

A situação real da economia portuguesa (Parte 2 de 2)

Jornalistas que não conhecem a História, ou como Bill Gates passa de aldrabão a génio.

Se há coisas que me irritam solenemente é ouvir jornalistas a papaguearem notícias como se de artigos de relações públicas se tratassem e foi o que mais uma vez hoje ouvi na RTP quando trataram o tema, Bill Gates.

“O fundador da Microsoft afasta-se da empresa que domina o mundo da informática.”

Mais uma vez apresentam esse senhor como um génio da informática um filantropo, mas esquecem-se de mencionar que esse senhor pode ser muito esperto, reparem que uso a palavra esperto e não Inteligente, mas não passa de um enorme aldrabão, egoísta, que não olha a meios para atingir os fins.

Suspend e Hibernation no Ubuntu – um dos exemplos do que o sr Bill Gates é capaz para subverter a competição.

Porque razão nestas pseudo-notícias nunca nos é dito como é que esse senhor chegou onde chegou, através de que subterfúgios, golpadas, negociatas por baixo da mesa?!.

Num dos pasquins da nossa praça, o 24Horas, vinha escrito que ele tinha sido o criador do “saudoso ms-dos”, a verdade é que o ms-dos foi comprado a quando do negócio com a IBM, apenas foi renomeado, o seu nome era DOS -Dirty operating System-, e DIRTY continuou, na realidade existiam DOS bem melhores que a versão comprada e extendida da microsoft, o Caldera DOS e o IBM DOS eram muito superiores, até na gestão da memória, já para não mencionar outro Sistema Operativo da altura bastante superior a qualquer DOS, o CP/M de Gary Killdall.

Quanto à filantropia tudo não passa de mais um embuste, de mais um engano, do qual já por diversas vezes falei:

A fundação Gates….
Fundação Gates e os amigos da indústria farmacêutica
Ainda a Fundação ou melhor…the Gates PR foundation

Para terminar deixo mais alguns posts que já havia escrito sobre a completa falta de escrúpulos deste senhor e dos seus apaniguados da microsoft, a qual também se fez e faz notar no nosso país:

Após diversas leituras sobre o caminho que teve em Portugal a aprovação do formato OOXML
da microsoft, o qual foi tudo menos transparente, uma vez que a
microsoft assumiu a presidência da comissão técnica
criada para o efeito, ou seja foi juíz em causa própria,
resolvi questionar algumas entidades que segundo notícias vindas
a público teriam dado o seu apoio ao formato em análise.

Assalto Planetário – A face oculta da micro$oft
Micro$oft or should i say…Micropoly dirty secrets

Não nos podemos esquecer que a fundação Gates existe mais para fazer dinheiro e fugir a impostos, do que própriamente para fazer o bem, esta suposta instituição de “caridade” é accionista das maiores poluidoras que existem quer nos USA quer no Canadá.

Dark cloud over good works of Gates Foundation

”People blame fumes and soot spewing from flames that tower 300 feet into the air over a nearby oil plant. It is owned by the Italian petroleum giant Eni, whose investors include the Bill & Melinda Gates Foundation.”

O médico japonês Dr. Arata Kochi tem sido um férreo crítico quanto
ao cartel que se vem desenvolvendo à volta quer da luta
anti-tuberculose quer da luta anti-malária, onde grandes corporações e
fundações como a de Bill Gates, escondem investigação e vendem
medicamentos aos países sabendo de antemão que essas terapias já não
são eficazes.

An Iron Fist Joins the Malaria Wars – New York Times

Instead of simply loading the latest silver cartridge — artemisinin, the Chinese anti-malaria drug — Dr. Arata Kochi, the new chief of the World Health Organization’s global malaria program, has turned an enfilading fire on the whole field: the drug-makers, the net-makers, the scientists and even the donors and the suffering countries they try to help.

An Iron Fist Joins the Malaria Wars – New York Times

“The malaria community hates me,” Dr. Kochi said in an interview in the W.H.O.’s small Manhattan office. “I said, basically, ‘You are stupid.’ Their science is very weak. The community is small and inward-looking and fighting each other.”

An Iron Fist Joins the Malaria Wars – New York Times

Dr. Kochi, who in the past ran the agency’s Stop TB initiative, has never been known for his diplomatic skills. A 57-year-old graduate of Japanese medical schools and the Harvard School of Public Health, he ruled the Stop TB campaign with an iron fist, colleagues say, and by his own admission, so alienated the Rockefeller Foundation and other partners that he was ultimately forced out of the job.

An Iron Fist Joins the Malaria Wars – New York Times

In January, he attacked the drug industry, naming 18 companies that were selling artemisinin in single-pill form, and giving them 90 days to stop. Monotherapy encourages resistance, and if artemisinin was lost, he said, “it will be at least 10 years before a drug that good is discovered — basically, we’re dead.”

Bilderberg procura harmonização dos bancos centrais a nível global – a Nova (Des)Ordem Mundial cada vez mais perto

Há dias neste mesmo blog, abordei a reunião anual do grupo Bilderberg, do qual “Francisco Pinto Balsemão, presidente da Impresa, é o único português na direcção do grupo Bilderberg.”

Hoje resolvi verificar se desta vez havia informações nos diversos media, quer portugueses quer estrangeiros, sobre esta reunião, uma vez que, e apesar, de diversos magnatas dos media estarem sempre presentes, como o caso acima, estes nunca divulgam notícias sobre a reunião e muito menos sobre quem esteve presente.

Nos jornais portugueses houve uma excepção, o SOL, mas não deixou de apresentar o grupinho como apenas personalidades influentes do mundo político e empresarial”, nos media norte-americanos mais conhecidos, não encontrei nenhum que mencionasse esta reunião, ainda para mais tendo ocorrido esta nos EUA e com o interessante pormenor de ter sido lá que Obama e Hillary se encontraram para discutir os diversos apoios desta à campanha de Obama contra Mcain, não deixa de ser extraordinário.

Por cá os media, não li nem ouvi todos, mas um dos que ouvi, a TSF, apesar de mencionar uma reunião entre eles, não mencionou o local, nem sequer que estava a decorrer uma reunião do Bilderberg.

A TSF, tal como a maior parte dos media em todo o mundo, pertence a um grande grupo,neste caso a ControlInveste, que controla DEMASIADOS meios de informação.
Devido à quantidade de orgãos de comunicação debaixo da sua alçada, estes são fácilmente transformados em meios de desinformação.
Quanto menos meios de informação independentes existirem e mais aglomerados se criarem, menos liberdade de imprensa existe, mais fácilmente se controla o que se diz, o que se escreve, o que se mostra.

A Controlinveste Media foi criada nos anos 90 como Lusomundo Serviços, parte da holding Lusomundo da PT Multimédia.
Esta era proprietária da Lusomundo Media (dona dos jornais
Diário de Notícias, Jornal de Notícias, 24 Horas, Ocasião, Tal & Qual e Volta ao Mundo) e a TSF Rádio Notícias (dona do canal de rádio TSF).

A Lusomundo Serviços foi comprada pela Controlinveste em 2005, mudando os nomes da Lusomundo Serviços para Controlinveste Media e da Lusomundo Media para Global Notícias Publicações, mantendo-se o nome da proprietária do
canal de rádio.

Numa pesquisa efectuada directamente no site da SIC, não existe um único comentário sobre o grupo Bilderberg ou a reunião que decorreu, não deixa de ser interessante, uma vez que Pinto Balsemão é presidente da Impresa, detentora da SIC, e que é tal como afirmado por diversas vezes em inúmeros locais, o mais importante Bilderberg em Portugal.

Existe algo habitual nestas reuniões do Bilderberg, é uma espécie de “standard procedure”, são convidados potenciais detentores de importantes cargos politicos, Bill Clinton foi convidado imediatamente antes de chegar à presidência dos EUA, assim como Tony Blair, Durão Barroso, Santana Lopes e Socrates antes de atingirem os altos cargos que têm ou que tiveram.

Não deixa pois de ser curioso que este ano os convidados do Bilderberg, pela interposta pessoa de Pinto Balsemão, sejam, Rui Rio e António Costa.
Adivinham-se pois mudanças em ambos os partidos, o mais provável é Socrates e Manuel Ferreira Leite cairem dos locais que ocupam.
O apoio de Balsemão a Ferreira Leite não passou de mais uma manobra de diversão.

Mas indo agora ao título deste post, parece que uma das medidas defendidas no último encontro, que não sendo nova, parece que a querem implementar o mais rápido possível, é a Harmonização dos Bancos Centrais de todo o mundo, sob a batuta do pior deles todos, a Pseudo Reserva Federal Norte-Americana.
Sobre esta aconselho vivamente o documentário, “America Freedom to Fascism” de Aaron Russo, que infelizmente já não se encontra entre nós.

Estamos pois cada vez mais perto de uma sociedade de cartões de crédito, sem dinheiro vivo, de um única moeda a nível global, no caminho para a opressão total.

Primeiro criam o CAOS, depois dão a receita da cura, só que a cura é bem pior que a doença.

Bem Vindos pois à Nova (Des)Ordem Mundial.

BELLACIAO – Bilderberg Seeks Bank Centralization Agenda – Lee Rogers

Bilderberg Seeks Bank Centralization Agenda

Lee Rogers

Rogue Government

June 9, 2008

Fresh off of the 2008 Bilderberg Meeting, it looks as if New York Federal Reserve president Timothy Geithner is set to push a new agenda in the world of central banking that was likely decided upon at Bilderberg.

Geithner yesterday, wrote an article in the Financial Times calling for a global regulatory banking framework. In addition, Geithner called for the Federal Reserve to have an instrumental role in this new framework. Geithner cites all of the problems that were actually created by the central bankers in the first place as the rationale for having greater centralized power. It is interesting Geithner decides to write this piece right after the Bilderberg Meeting where some of the most powerful figures in the world of central banking attended.

Not only did Geithner attend, but the attendee list included Ben Bernanke the Federal Reserve Chairman, Henry Paulson the U.S. Treasury Secretary, Jean-Claude Trichet the president of the European Central Bank, Robert Zoellick the president of the World Bank and other high profile bankers. With the who’s who of central banking attending the Bilderberg Meeting, it is highly unlikely that what Geithner is proposing in his Financial Times article was not discussed at the Bilderberg Meeting.

What Geithner is proposing is entirely insane but this is the same tactic that the financial elites used to establish the Federal Reserve back in 1913. They created a crisis and said that the crisis happened because they didn’t have enough power to prevent it. The Panic of 1907 which was used to justify the passage of the Federal Reserve Act was actually caused by JP Morgan and assorted elite financial interests.