7/7 Ataques terroristas em Londres, Terrorismo de Estado?

Tal como nos atentados de 11Set2001 que ocorreram nos EUA conhecidos na web por 9/11, também os atentados de Londres ocorridos em 7Julho2005 e conhecidos por 7/7 London, diversas “coincidências” estranhas e muito mal explicadas tiveram lugar.

Uma das mais interessantes aconteceu mais de um ano antes quando o programa da BBC, Panorama, foi para o ar com o tema do terrorismo e cujo título era London under attack.

Online pode-se aceder ao script transcrito do dito programa.

Um documentário que mostra todas estas incongruências e que pode ser visto quer online quer fazendo o download, chama-se 7/7 Ripple Effect.

Durante o mencionado programa da BBC que foi para o ar a 16 Maio 2004, o cenário construído para um futuro ataque à cidade de Londres foi praticamente igual ao que viria a ocorrer cerca de um ano e pouco mais tarde.

A grande diferença seria a troca do autocarro de pessoas por um camião com substâncias químicas, de resto tudo se mantinha, atentados no metro e à superfície.

Mas não foram só as coincidências entre o cenário da BBC e a realidade que têm vindo a chamar à atenção de diversos investigadores, também o que foi afirmado nesse programa da BBC tem muita relevância.

Como se pode consultar no script a que fiz referência, é neste afirmado que a BBC e toda a comunicação social em caso de atentados pode ser tomada de assalto pelo governo e SER FORÇADA A EMITIR O QUE ESTE DESEJAR, seja verdadeiro ou falso.

I think therefore we need to look at more serious measures.  We do have reserve powers in effect to take over the BBC if we were to wish to, and to get them to broadcast whatever we wanted them to broadcast.  Those powers are there in the Broadcasting Act.

Havia ainda outra possibilidade de controlar o fluxo de informação da BBC e outros meios de comunicação, provocando o mesmo efeito e levando aos mesmos objectivos de esconder a verdade dos cidadãos, mas fazendo-o de forma menos radical, como afirma outro dos intervenientes nessa simulação da BBC.

Afirma ele que “não deveríamos usar esses poderes conferidos pela lei de emissão, mas certamente que deveríamos convencer/falar com os media de forma a eles transmitirem e cobrirem os atentados de modo organizado”.

No, I entirely agree that the Prime Minister should be out there and we shouldn’t be using the powers to bring in the BBC but we should certainly be talking to the broadcasters about the way in which the coverage is going to be organised.

Ou seja e dito em bom Inglês/Português, não vamos por algo tão radical que depois não vamos conseguir explicar caso se venha a saber, vamos antes manipular os cidadãos uma vez que podemos controlar a BBC e outros meios de comunicação “convencendo” os seus directores.

Eis mais algumas contradições:

– No mesmo dia dos atentados e à mesma hora decorria mais uma simulação de atentado EXACTAMENTE com as mesmas características do que ocorreu, tal como no dia 11Set2001 decorriam simulações de diversos atentados aos EUA usando aviões comerciais desviados das suas rotas normais.

Isto foi afirmado na televisão pelo responsável por essa simulação, Peter Power da empresa Visor Consultants, mas que até hoje nunca disse quem era o cliente que tinha pedido tal simulação, presumo eu que teria sido o Governo.

– Supostamente os atentados teriam sido quatro ingleses muçulmanos, três dos quais não viviam na zona de Londres, teriam de apanhar comboio para chegar a Londres e depois dirigirem-se ao metro e ao autocarro e aí levarem a cabo os atentados.

O problema é que o comboio que teriam de apanhar por azar para quem construiu todo este cenário, foi cancelado, como o provam as cartas enviadas pela empresa responsável por eles, logo os supostos terroristas não teriam chegado a Londres à hora que é indicada pelas autoridades e muito menos poderiam aparecer na única fotografia que estas apresentaram, ainda por cima todos juntos.

Também a dita fotografia tem sérios problemas, é que apesar de um dos supostos terroristas não necessitar de apanhar comboio, o suposto líder dos atentados, como todos os outros teriam de se deslocar de mais longe, nunca poderiam ser filmados todos juntos se não puderam apanhar o comboio.
Estranho ainda foi as autoridades terem apresentado apenas uma foto e nunca imagens com movimento dos supostos quatro terroristas juntos tal como mostram na foto supostamente uma frame das ditas imagens.

Com grande probabilidade não o puderam fazer porque na realidade as imagens vídeo só têm um dos supostos terroristas, os outros foram acrescentados manipulando a imagem.

 Channel 4 News Lies About 7/7 :Part 1

Channel 4 News Lies About 7/7 :Part 2

– Terroristas que estão prestes a levar a cabo um atentado através de suicídio, adquirem bilhetes de ida e volta dos transportes onde se vão fazer explodir?
É que foi na realidade o que aconteceu, os supostos terroristas adquiriam bilhetes de ida e volta para os transportes onde iriam suicidar-se, explodindo com estes.

– Diversas testemunhas que sobreviveram afirmam que nunca viram o suposto terrorista com mochila no autocarro que explodiu.

Aliás afirmam mesmo que no suposto lugar onde estaria a bomba nunca viram lá mochila alguma, como aconteceu numa das carruagens do metro, no qual uma das testemunhas que até recebeu a visita da Rainha enquanto estava hospitalizado, e estando muito perto do local da explosão sobreviveu e até com relativas poucas mazelas, afirmou que tinha dito à polícia estranhar que uma explosão que supostamente tinha ocorrido dentro da carruagem, apresentava no entanto aspecto de ter ocorrido fora da carruagem,uma vez que o metal estava dobrado para dentro da carruagem e não ao contrário como seria de esperar numa explosão ocorrida de dentro para fora.

– Daniel Obachike uma das testemunhas que iam na rua onde o autocarro explodiu, afirma que antes da explosão havia uma pessoa na rua a filmar o autocarro, achou estranha a atitude e quando olhou para o ele, viu a explodir.

– Outra situação estranha relacionada com os atentados, nomeadamente o autocarro, tem a ver com a sua rota.
O autocarro que naquele dia explodiu, normalmente não tinha aquela rota, naquele dia a sua rota foi mudada.

– Tal como aconteceu com supostos documentos dos terroristas do 11Set2001 que supostamente teriam sido encontrados depois das explosões dos aviões contra as torres e da queda ou abate de outro na Pennsylvania, também em Londres segundo a versão oficial, um documento de um dos supostos terroristas foi encontrado sem qualquer arranhão na zona das explosões.

– Por fim e como geralmente acontece nestes casos muito mal explicados, uma das testemunhas que é considerada por todos uma heroína por ter ajudado diversas pessoas a sairem daquele inferno, foi encontrada morta, a história oficial é que se suicidou, após ter declarado por diversas vezes que ocorreram mais do que uma explosão.
Não creio que seja fácil de acreditar que alguém que acaba de se salvar de um atentado e que é considerada por todos uma heroína pelo modo como ajudou outras pessoas, possa de um momento para outro se suicidar.

– No dia dos atentados estava Benjamin Netanyahu em Londres de visita de Estado, segundo a Embaixada de Israel esta teria sido avisada que estava prestes a ocorrer um atentado.
Quem avisou a embaixada, porque não foram avisados os cidadãos e quem de direito?

– A propósito de Israel, as câmaras CCTV do metro Londrino são controladas por uma empresa Israelita, Londres é a mais vigiada das cidades do mundo através de câmaras, como é possível que não haja uma única imagem dos supostos terroristas dentro do metro?
Segundo a empresa Israelita, nem as câmaras do metro nem as do autocarro funcionaram nesse dia.
Coincidências deveras estranhas, ainda para mais quando o suposto objectivo delas é mesmo evitar ou documentar melhor para futuras investigações, casos como os de 7/7 2005

– Para terminar tantas contradições, deixo ainda esta estranha
contradição, durante o dia dos atentados, segundo diversas
investigações, um dos meios de informação que estavam a dar notícias
sobre o tema, afirmou e apenas uma vez estes dados foram passados, que
três dos terroristas haviam sido abatidos.
Mas se se suicidaram nos atentados como poderiam ter sido abatidos pelas forças de segurança?

Existem mais estranhas contradições, vejam o documentário e leiam o site Julyseventh bem como o interessante livro, The London Bombings do politólogo inglês Nafeez Mosaddeq Ahmed e acompanhem o seu blog.

Para quem ache que um governo nunca levaria a cabo atentados contra os seus próprios cidadãos, leiam o livro do Historiador suiço Daniel Ganser sobre a Operação Gladio da NATO na Europa, que incluiu Portugal.

Para mais operações de terrorismo de estado, dêem olhada a esta entrada aqui no blog bem como o documentário Terror Storm.

E já agora vejam a quantidade de operações deste tipo levadas a cabo pelo governo Israelita.

Powered by ScribeFire.

7 Respostas

  1. Excelente post, meu caro.

    Há aqui alguns vídeos que tenho de ver.

    Abraço

    • obrigado diogo,

      o documentário mais longo é bem interessante!

      a leitura do blog do nafeez e do seu livro tb é deveras interessante e instrutivo.

      abs

  2. […] e com ela os direitos dos cidadãos mais têm sofrido desde os atentados de 11Set2001 e dos de 7Julho2005 um intenso debate e até confronto entre simples cidadãos e a polícia, tudo devido a leis mal […]

  3. […] logo preocupado, é que em dois dos maiores atentados dos últimos anos, o 11Set2001 nos EUA e o 7Julho2005 em Londres/Reino Unido, em ambos os casos estavam a decorrer simulacros de atentados […]

  4. […] que eles mesmos criaram, operações / atentados false flag como os do 11Set2001 nos EUA, de 7Julho2005 no Reino Unido, 11Março2004 em Espanha, Mumbai na India, bases dados de ADN, listas negras de […]

  5. […] existem diversas e cada vez mais fortes dúvidas sobre os atentados de 11Set2001 bem como os de 7Julho2005 no Reino […]

  6. […] de Londres, tal como no caso dos atentados do 11Set2001 e a série que acima menciono, onde a BBC transmitiu uma espécie de documentário que era practicamente um decalque do que viria a acontecer meses […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: