NWO: Update ao estado do planeta, cada vez menos seguro e mais securitário

Uma entrada apenas para referir cinco artigos interessantes que mais uma vez mostram como os direitos mais básicos de todos nós estão cada vez mais em causa.

Continuando nas suas atitudes idiotas a policia do Reino Unido, que se calhar era tempo de mudar de nome, talvez para Reino dos ataques à Privacidade e Democracia, resolveram chatear um jornal por este ter publicado fotografias de câmaras de trânsito que estavam com problemas.

Segundo a advogada da policia de Sussex, as fotografias têm copyright que pertence à policia e como tal não poderiam ser divulgadas!
Desde quando é que uma câmara estar avariada e não mostrar nada de jeito é considerado um trabalho criativo e como tal estar sujeito a copyright?

Anda tudo louco naquele país, como se pode confirmar pelas diversas entradas que aqui tenho colocado.


Sussex cops try to suppress publication of damning traffic-cam photos by claiming copyright – Boing Boing

The Sussex, England police are trying to suppress publication of images from speed cameras — images that show technical shortcomings in the cameras — by claiming that they are copyrighted. Copyright is meant to protect creativity; I’m not sure who the aggrieved artist is meant to be here. Is there some tortured constable who spent hours on a ladder getting the composition of the camera’s shots just right?

Da excelente revista Wired chega-nos a noticia que um update forçado por parte de uma empresa de telecomunicações «Etisalat» dos Emiratos Árabes Unidos ao software usado em telemóveis BlackBerry, contém um spyware feito nos EUA e que permite à dita empresa ou a outras entidades ler o mail e mensagens de texto que esses equipamentos enviem ou recebam, encriptando-as e enviando-as para um determinado servidor.

Tudo acabou por ser descoberto porque as baterias do equipamento esgotavam-se mais rapidamente bem como a performance do mesmo diminuiu após o patch.
Parece que estes problemas se devem ao spyware se tentar autenticar num determinado servidor e este devido a tantos acesso ter crashado o que fazia com que o BlackBerry estivesse sempre a tentar autenticar-se e isso fazia com que a sua performance e a sua bateria sofressem.

O investigador Nigel Gourlay do Qatar que investigou o caso e chegou à conclusão que o spyware foi criado por uma empresa dos EUA, a SS8, a qual desenvolve software de vigilância e espionagem ou tal como no caso mencionado da Nokia+Siemens no Irão, software “lawful interception” usado pelos ISP’s, serviços secretos e policias.

Researcher: Middle East Blackberry Update Spies on Users | Threat Level | Wired.com

A BlackBerry update that a United Arab Emirates service provider pushed out to its customers contains U.S.-made spyware that would allow the company or others to siphon and read their e-mail and text messages, according to a researcher who examined it.

Para complementar o que já por aqui havia escrito sobre a imunidade legal que os EUA se preparam para dar às empresas que desenvolvem as vacinas da gripe suína AH1N1, um interessante artigo de F. William Engdah na GlobalResearch.

F. William Engdah traça o percurso de uma das principais figuras da WHO/OMS, ligadas ao projecto SAGE «Study on global AGEing and adult health», Dr David Salisbury, actualmente UK Director of Immunization no British Department of Health, o qual nos anos 80 apoiou a vacinação massiva de crianças com a vacina MMR produzida pela empresa que viria a ser a GlaxoSmithKline.

Esta vacinação e o uso desta vacina conduziram a graves problemas em crianças de diversos países, entre os quais, Japão e Suécia, nesta última provou-se a sua ligação ao desenvolvimento da doença de Crohn, a qual infelizmente sei bem o que é!

Hoje este mesmo senhor advoga exactamente as mesmas coisas, ou seja a proliferação e a vacinação massiva de pessoas com uma vacina não testada e pelo que se tem visto desnecessária, uma vez que a suposta estirpe AH1N1 é mais benigna que estirpes sazonais que nos afectam todos os anos.
Uma das empresas que hoje está a desenvolver esta vacina é a mesma GlaxoSmithKline.

Em 1976 também com a mesma estirpe, H1N1 suína, cerca de 40 milhões de norte-americanos foram vacinados com uma vacina experimental, também aí consequências gravosas ocorreram, pelo menos 25 pessoas morreram e mais de 500 desenvolveram o síndroma Guillain-Barre, uma inflamação que causa paralisia e que pode ser fatal.

Now legal immunity for swine flu vaccine makers.

The US Secretary of Health and Human Services, Kathleen Sebelius, has just signed a decree granting vaccine makers total legal immunity from any lawsuits that result from any new “Swine Flu” vaccine. Moreover, the $7 billion US Government fast-track program to rush vaccines onto the market in time for the Autumn flu season is being done without even normal safety testing. Is there another agenda at work in the official WHO hysteria campaign to declare so-called H1N1 a pandemic virus threat?

First and foremost, neither the WHO nor the CDC or any other scientific body has demonstrated required scientific proof for the existence of the alleged H1N1 Influenza A new virus, a proof which requires such a virus to be scientifically isolated, characterized and photographed with an electron microscope—the scientifically accepted standard procedure. Yet it is being used as the basis for declaring a global “pandemic” threat.

O que se estará a preparar para que as Embaixadas dos EUA no exterior estejam a ser aconselhadas a adquirirem massivas quantidades de moeda local?

Segundo noticia o site GlobalResearch um conselheiro de investimentos de topo, Harry Schultz, indica que estão a ser enviadas enormes somas de dinheiro para diversas embaixadas por forma a que estas de modo discreto, adquiram enormes somas de moeda local, excepto libras estrelinas.
Peter Brimelow: Schultz paints bleak picture of future – MarketWatch

NEW YORK (MarketWatch) — The top-performing letter that predicted the Crash of 2008 now predicts a confiscatory Franklin D. Roosevelt-style “bank holiday.” But it’s surprisingly sanguine about stocks — in the (very) short term.

The Harry Schultz Letter (HSL) was my pick for Letter of the Year in 2008 because it really did predict what it rightly called a coming “financial tsunami.” But its performance in 2008 was still terrible, albeit arguably for technical reasons. ( See Dec. 28, 2008, column.)

Segundo o mesmo artigo existe a no Departamento de Estado a sensação de que algo está para suceder.

Será que este algo é o tal acontecimento de que falaram Joe Biden (o Vice-Presidente) e o General Collin Powel pouco tempo antes da tomada de posse de Obama?
Foreign Embassies Urged to Stockpile Local Currencies

Investment advisor and former Army Counterintelligence officer Bob Chapman is saying the same thing, reporting on the possibility of a so-called “bank holiday” planned for late August or early September. According to Chapman’s sources, U.S. embassies around the world are selling dollars and stockpiling money from respective countries where they operate.


economic depression greek riots bank holiday secession Gerald Celente

Para terminar só o link para mais um artigo de Michel Chossudovsky sobre o tema de uma possível divisa global para um governo global da Nova DesOrdem Mundial, afinal de contas Medvedev já apresentou uma possível moeda.

Rumo a uma divisa global?

A geopolítica global provoca um sistema monetário internacional relacionado. O controle sobre a criação de dinheiro é um instrumento de conquista económica.

A invasão e ocupação do Iraque foi para excluir interesses rivais russos e chineses dos campos petrolíferos do Médio Oriente e da Ásia Central.

A reforma do sistema monetário internacional é um projecto das elites financeiras dominantes, o qual é discutido por trás de portas fechadas. É improvável que a Rússia e a China, as quais em grande medida permanecem subordinadas aos interesses bancários ocidentais, venham a desempenhar um papel significativo em funções de banca central ao nível global.

Além disso, esta iniciativa verifica-se num momento em que a confrontação Leste-Oeste, em meio a ameaças veladas dos EUA-NATO contra a Rússia e também a China. O estabelecimento de uma nova divisa global e de um sistema de banca central é um instrumento de dominação económica global que está intimamente relacionado com a agenda militar mais ampla dos EUA-NATO.

4 Respostas

  1. […] têm um longo percurso sem qualquer tipo de incidentes, o que é falso, basta ver o que ocorreu em 1976 e 1980 bem como o que há não muito tempo ocorreu com a contaminação de vacinas com o virus da gripe […]

  2. […] sem qualquer tipo de encriptação, uma vez que a CISCO também trabalha com a NSA, ou ainda do caso da Nokia Siemens. Cisco, for instance, has built “lawful intercept” into its products, including its […]

  3. […] sem qualquer tipo de encriptação, uma vez que a CISCO também trabalha com a NSA, ou ainda do caso da Nokia Siemens. Cisco, for instance, has built “lawful intercept” into its products, including its […]

  4. […] Com tudo isto que os supostos governos democráticos vão fazendo, que legitimidade lhes assiste para criticarem países como a China e a sua ‘chinese firewall’ ou o Irão que faz o mesmo usando tecnologia europeia? […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: